sábado, 8 de junho de 2013

SPORT E PALMEIRAS SE REENCONTRAM NA ILHA DO RETIRO



Rithely vai jogar em nova função contra o Palmeiras. Foto: Guga Matos/ JC Imagem
Nos anos de 2008 e 2009, os destinos de Sport e Palmeiras entrecruzaram-se diversas vezes. Quase sempre em momentos cruciais. Quase sempre em embates decisivos. O Leão eliminou da Copa do Brasil o Verdão que no ano seguinte o excluiria da Libertadores. Momentos que os torcedores leoninos não esquecem. Para o bem e para o mal. Neste sábado, na Ilha do Retiro, às 16h20, os dois times voltam a se encontrar - mas, desta vez, em situação menos grandiosa: na quinta rodada de uma Série B que ambos não pretendem disputar no ano que vem.
Marcelo Martelotte, ainda em início de trabalho, adotou uma estratégia para dar conjunto à equipe: repetir ao máximo as escalações dos jogos anteriores. Do time que enfrentou o Guaratinguetá, apenas uma mudança. Welton deixa o time. O volante Rithely será deslocado para a lateral-direita, enquanto Anderson Pedra herda sua vaga na cabeça-de-área.
Isso signifca que o time terá dois volantes de marcação: O já citado Pedra e Renan Teixeira. Estratégia pensada por Martelotte com um propósito. "Gostei da atuação da equipe no segundo tempo desta maneira. A gente tem dois volantes defensivos e isso dá mais liberdade para os nossos quatro homens de frente", explicou.

Anderson Pedra terá sua primeira chance como titular do Sport. Foto: Lívio Angelim/ Assessoria

Lucas Lima, Camilo, Felipe Azevedo e Marcos Aurélio são os homens responsáveis pela criação ofensiva. No segundo tempo contra o Figueirense e, sobretudo, contra o Guaratinguetá, a movimentação deles rendeu bons momentos para o Sport. Em forma de gols. Contra os catarinenses, dois em 45 minutos. No interior de São Paulo, quatro em 90. A grande esperança de gol, contudo, é Marcos Aurélio. O atacante começou bem a Série B e soma três gols na competição.
A única dúvida do time é na defesa. O setor será composto, nas laterais, por Marcelo Cordeiro e Rithely. A interrogação é a respeito do companheiro de Tobi. Em condições normais, o nome será Gabriel. Mas, como o jogador foi poupado do último treino, existe uma pequena chance de ele não ir ao jogo - embora o departamento médico esteja otimista. Maurício, neste caso, seria o substituto. Magrão segue intocável no gol.

Escalação do Sport
PALMEIRAS -  A equipe palestrina vem ao Recife confiante. Tanto que o técnico Gilson Kleina já garantiu que irá manter o esquema que venceu o Avaí na última rodada. E este esquema tem três atacantes. São dois homens atuando pelas pontas e Caio como homem de referência.
Embora tenha demonstrado respeito pelo Sport, Kleina traçou um objetivo de conquistar pelo menos quatro pontos em dois jogos fora de casa. O primeiro é o deste sábado, contra o Leão, e o segundo contra o América, em Natal. O Palmeiras ocupa a terceira posição no campeonato, com três vitórias e uma derrota no campeonato.
Ficha do jogo
Sport: Magrão; Rithely, Tobi, Gabriel (Maurício) e Marcelo Cordeiro; Anderson Pedra, Renan Teixeira, Lucas Lima e Camilo; Felipe Azevedo e Marcos Aurélio. Técnico: Marcelo Martelotte
Palmeiras: Bruno; Ayrton, Maurício Ramos, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Charles e Tiago Real; Leandro, Caio e Vinícius. Técnico: Gilson Kleina
Local: Ilha do Retiro; Hora: 16h20; Árbitro: Wagner Reway (MT); Assistentes: Paulo César Silva Faria e Fábio Rodrigo Rubinho (Ambos do MT)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Argentina é surpreendida pela Arábia Saudita na estreia na Copa do Catar

  A estreia da Argentina na Copa não poderia ter sido pior - ou poderia. A seleção que foi campeã do mundo em 1978 e 1986 levou 2x1 de vir...