quinta-feira, 31 de maio de 2012

RONALDINHO GAÚCHO FORA DO FLAMENGO


Meia(à dir.) entrou na justiça cobrando pagamentos atrasados do Flamengo. Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Com informações do Lancenet
Ronaldinho Gaúcho não é mais jogador do Flamengo. O meia entrou na Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro no fim da manhã desta quinta-feira, cobrando pouco mais de R$ 40 milhões referentes a 12 meses de previdência, fundo de garantia e mais cinco meses de salários que dizem respeito aos direitos de imagem.
A liminar expedida pela 9ª Vara do Tribunal Regional do Trabalho será protocolada na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) na tarde desta quinta-feira e, a partir de então, o jogador está livre para assinar com qualquer outro clube.

Fonte: Blog do Torcedor

MODELO LARISSA RIQUELME DESCOBRE TRAIÇÃO DO NAMORADO E ARMA BARRACO NA TV

http://natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20120529192336.jpg
A modelo Larissa Riquelme protagonizou um verdadeiro barraco numa rede de televisão do Paraguai.
A musa paraguaia teria descoberto uma traição de seu namorado, o jogador Jonathan Fabbro, ex-Atlético Mineiro e atualmente no Cerro Porteño, time de coração da morena.
 
Ele teria se envolvido com Gaby Wolscham, outra musa paraguaia, conhecida no país como a sucessora de Larissa.
 
Gaby revelou que Fabbro estaria mandando mensagens sensuais a ela, que já teriam saído juntos. O jogador precisou ligar para o programa de TV no qual Larissa Riquelme é jurada, para negar tudo.
 
Ele também prometeu entrar na Justiça contra a loira. Mas isso não foi suficiente, e o clima esquentou no programa.
 
Fonte: JC Online
 

DESTINO DE JOÃOZINHO DEPENDE DE EDUARDO CAMPOS

Imagem Blog Limoeiro News
Recentemente, o vereador limoeirense João Luís (Joãozinho – PSB) participou do encontro de pré-candidatos a prefeitos pernambucanos realizado pelo Partido Socialista Brasileiro – Executiva Estadual, em Gravatá. O presidente nacional da sigla, governador Eduardo Campos, destacou na abertura do evento as metas do partido para as eleições municipais, ressaltando o desejo da unidade do Litoral ao Sertão.

Para Joãozinho, que lançou sua pré-candidatura a prefeito de Limoeiro, o desejo de disputar uma eleição ao executivo continua, mas a decisão final dependerá do posicionamento do governador. “Deixei claro para Eduardo que coloquei meu nome porque ele autorizou o lançamento das pré-candidaturas. Mas preciso ouvi-lo novamente para tomarmos uma decisão final. Vamos ter uma reunião e decidir essa situação”, disse João Luís em entrevista a Rádio Cultural FM.
 
Fonte: Blog do Agreste

EM COLETIVA, JOÃO DA COSTA REAFIRMA QUE QUER TENTAR A REELEIÇÃO


Informações da repórter Gabriela López
O prefeito João da Costa reafirmou, em coletiva de imprensa na tarde desta quinta-feira (31), que quer tentar a reeleição no pleito municipal de outubro. Costa disse que, com a desistência do deputado federal Maurício Rands de concorrer à prévia marcada para domingo (3), espera que a Executiva Nacional homologue sua candidatura e mandou um recado: "Durante três anos de governo fui muitas vezes achincalhado! Eu quero dizer que este tempo acabou!", declarou em meio a uma explosão de aplausos do militantes presentes.

Fonte: Blog de Jamildo

SÓ FALTAVA ESSA: ALGUM DEPUTADO ESQUECEU UMA CALCINHA NO PLENÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

Deu-se há duas semanas uma história inusitada. Coisas que só acontecem no Congresso Nacional, mas essa é inédita.
A matéria é da repórter Maria Lima, que narra ter a peça íntima – azul e vermelha – haver caído de bolso de parlamentar que foi votar. O nome do parlamentar é mantido em sígilo.
BRASÍLIA - Há duas semanas um mistério ronda a segurança da Câmara dos Deputados e preocupa um deputado saliente. Por volta das 17h, no horário da Ordem do Dia, esse deputado chegou correndo para votar, e na entrada principal do plenário, próxima à Mesa, mexeu nos bolsos e sem ver, deixou cair a prova do crime: uma calcinha - mais para calçola - azul e vermelha, com babadinhos nas laterais.
Sem saber que deixara para trás o fetiche, o parlamentar foi para o meio do plenário. Um dos seguranças, vendo a calcinha estendida na entrada do plenário, sem despertar a atenção dos parlamentares, assessores e jornalistas que se amontoam na entrada, deu um chutinho discreto, empurrando a lingerie para o lado da lixeira.
Avisado pelos seguranças, um assessor do presidente Marco Maia (PT-RS) recolheu a calcinha e a escondeu no bolso. A partir daí, a peça íntima foi examinada por assessores, jornalistas e seguranças à exaustão. A única conclusão: a peça foi usada antes e não pertence a uma sílfide.
Sem saber o que fazer com o achado, a calcinha foi recolhida "aos achados e perdidos" da Segurança da Câmara. Até agora não foi reclamada por nenhum parlamentar.

Blog Marcone Ferreira


FONTE: PASSARELA DA NOTÍCIA

EX-ADVERSÁRIO EM 2000, LUÍS HERÁCLIO VAI APOIAR RICARDO TEOBALDO

Imagem Valdir Gomes
 Durante o lançamento da programação do São João de Limoeiro, em Recife, o ex-prefeito Luís Heráclio elogiou a administração do atual gestor municipal, Ricardo Teobaldo (PSDB), com quem disputou a prefeitura nas eleições municipais de 2000. Passado doze anos, Luís, que também ocupou cargos de vereador, deputado estadual e secretário de estado, afirmou que apoiará e votará em Teobaldo, caso o prefeito confirme sua candidatura a reeleição.
“Não sou mais político, nem quero disputar nada. Mas voto e apoio o prefeito Ricardo Teobaldo. A administração que ele (Ricardo) vem realizando me fez tomar essa decisão”, disse Luís Heráclio em entrevista à Rádio Cultural FM. “Não sou homem de ficar em cima do muro. E minha decisão está tomada”, reforçou. Apesar desse apoio ao atual prefeito, o ex-deputado também destacou que não dará seu apoio a nenhum vereador.
Fonte: Blog do Agreste

ADOLESCENTE MORRE ATROPELADA NA BR-104 EM CARUARU

A irresponsabilidade do poder público fez mais uma vítima. A adolescente Maria Clara, de 15 anos, residente no bairro do Caiucá, em Caruaru, morreu atropelada no fim da tarde de hoje quando atravessava a BR-104, que está passando por obras de duplicação. O atropelamento aconteceu próximo ao Colégio Elizete Lopes, e o motorista, ainda não identificado, fugiu sem prestar socorro à vítima.

Esse trecho foi liberado recentemente, porém, foi liberado sem lombadas nem passarelas. Há dois meses, uma mãe de 9 filhos também morreu atropelada nessa mesma BR. A mãe de Maria Clara estava muito desesperada, nem conseguiu dar a entrevista direito à TV Jornal Caruaru. Moradores do setor ficaram revoltados. Uma moradora da região disse revoltada: "Se fosse o filho do prefeito, já tinham feito alguma coisa!"

O secretário de Transportes, Isaltino Nascimento (PT), esteve em Caruaru no último dia 14, prometendo lombadas em uma semana, enquanto não se construísse passarelas. Entretanto, essa promessa não se cumpriu, não se fez lombadas, nem passarelas. Em Caruaru, cidade com quase 400 mil habitantes, não se tem passarela em lugar nenhum, enquanto em lugares menores, como Bezerros e Encruzilhada, que é vila de Bezerros, têm passarela.

JOÃO DA COSTA MANTÉM CANDIDATURA


O prefeito prestigiou evento no Shopping RioMar na manhã desta quinta
O prefeito prestigiou evento no Shopping RioMar na manhã desta quinta
Foto: Roberta Jungmann

Da Rádio Jornal ATUALIZADO ÀS 12H20
O prefeito do Recife, João da Costa (PT), conversou, na manhã desta quinta-feira (31), com o Comunicador da Maioria, Geraldo Freire, na Rádio Jornal, sobre a possível prévia deste domingo (03). Em coletiva, nesta quarta (30), o – até então – pré-candidato Maurício Rands desistiu da candidatura.

Geraldo Freire – “Vamos ver se temos uma novidade. Prefeito, conversamos com o deputado Maurício Rands, que até falou bem do senhor, dizendo que, na viagem, houve um entendimento, mas sustentava que era candidato. De tarde, falou mal da sua administração e disse que não era mais candidato. E o senhor? Ainda é candidato a prefeito do Recife?”

João da Costa – “A regra do estatuto do nosso partido [PT] diz que quando dois candidatos disputam uma prévia e um deles renuncia o outro, automaticamente, é declarado candidato. Agora estou aguardando um posicionamento nacional para homologar miha canddatura. Hoje a tarde darei uma coletiva reafirmando que continuo candidato a prefeitura do Recife.”

O deputado federal Mendonça Filho (DEM), que se coloca também na disputa pela prefeitura da capital pernambucana, pela oposição partidaria da cidade, comentou a disputa petista: “Estou em Brasília e retorno hoje [esta quinta (31)] ao Recife. Realmente uma confusão que eu nunca vi na minha vida. Uma confusão desse tamanho, o PT brigando a meses… Enquanto isso a cidade esquecida. É, realmente, uma briga sem fim.”

REUNIÃO DA CPI DO CACHOEIRA TERMINA EM BATE-BOCA, APÓS DEMÓSTENES SE RECUSAR A DEPOR

Terminou em bate-boca a reunião da CPI do Cachoeira desta quinta-feira (31). Após o senador Demóstenes Torres (sem partido, ex-DEM-GO) se recusar a falar, o presidente da comissão, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), o dispensou, causando protestos do deputado federal Sílvio Costa (PTB-PE).
A reunião teve início por volta das 11h desta quinta-feira (31), e viu Demóstenes se negar a responder a perguntas logo de cara, em menos de 15 minutos.

Acompanhado de seu advogado, Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, Demóstenes invocou o direito constitucional de ficar calado para justificar por que não prestaria depoimento.
Costa, que é membro da comissão, pediu a palavra. “Seu silêncio é a mais perfeita sinalização da sua culpa”, disse, antes de chamar o senador de “membro da quadrilha do Cachoeira” e “braço legislativo da quadrilha”.
Costa usou trechos do depoimento de Demóstenes na terça-feira (29) para criticá-lo. “O senhor diz que os amigos o abandonaram. O senhor é que traiu os amigos. O senhor que traiu o Brasil”, disse Costa. “O senhor diz que é carola. Se o céu existir, o senhor não vai para o céu. O céu não é lugar para mentiroso, para gente hipócrita.”

Crítica pelo fim da reunião

Um bate-boca não pode servir de motivo para isso (encerramento da reunião). (...) O presidente deveria mostrar que tem controle sobre os trabalhos e isso não aconteceu
Deputado Miro Teixeira (PDT-RJ)
O senador Pedro Taques (PDT-MT) interrompeu Costa com um pedido de ordem dos trabalhos. “O direito tem de ser respeitado, não interessa quem seja”, afirmou.
Em seguida, ouviu Costa chamá-lo de “deselegante”, e continuar os ataques contra Demóstenes. “Vou lhe chamar de ex-futuro senador, você vai ter 80 votos contra a sua cassação”, disse o petebista em referência ao número total de 81 senadores.

Audiência de Carlos Cachoeira é suspensa

Uma liminar (decisão provisória) expedida pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região suspendeu a audiência de instrução e julgamento do bicheiro Carlos Augusto de Almeida Ramos, o Carlinhos Cachoeira, marcada para esta quinta (31) e sexta-feira (1º), no Tribunal da Justiça Federal em Goiânia.

A decisão acatou pedido da defesa de Cachoeira, suspeito de envolvimento com os jogos ilegais no Estado de Goiás. Ainda não foi divulgada uma nova data para a audiência.

“Você é um hipócrita. Você deveria ser processado por propaganda enganosa”, disse. Taques novamente protestou contra a linguagem de Costa e por ter sido chamado de deselegante. “Não me meça pela sua régua”, afirmou Com a ameaça de um bate-boca mais intenso, o presidente da comissão, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), encerrou a sessão.

O deputado Miro Teixeira (PDT-RJ) criticou Vital por ter encerrado os trabalhos. "Um bate-boca não pode servir de motivo para isso. Poderíamos ter feito uma sessão administrativa, poderíamos continuar questionando para que o senador dissesse várias vezes que não quer falar. O presidente deveria mostrar que tem controle sobre os trabalhos e isso não aconteceu", afirmou.
Para o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), a "intempestividade do deputado Costa não é nova e só serve a pretensões pessoais". "Ele acaba deixando Demóstenes aparecer como vítima de uma falta de urbanidade e de respeito, que é condição essencial para o convívio no Parlamento."

Contraste com depoimento anterior

A recusa de Demóstenes em falar à CPI diverge do comportamento do senador quando prestou depoimento ao Conselho de Ética do Senado. Na terça-feira (29), Demóstenes fez por cinco horas sua defesa à Comissão de Ética do Senado. O senador negou todas as acusações de envolvimento em esquemas de corrupção envolvendo o jogo ilegal e comentou diversos pontos do inquérito da Polícia Federal que deu origem às operações Monte Carlo e Vegas. Demóstenes mencionou ainda várias reportagens de jornais, dando sua versão para cada uma delas.

Sem citar o nome do bicheiro Carlinhos Cachoeira, o parlamentar admitiu a amizade com o contraventor, negou ter ficado com 30% do dinheiro da jogatina ilegal em Goiás, contestando o inquérito da PF. O senador negou ainda ter recebido R$ 1 milhão ou R$ 3 milhões do bicheiro e afirmou não saber das irregularidades cometidas por Cachoeira.
Segundo Demóstenes, a sua ligação com Cachoeira se deu antes de ser tornado público o envolvimento do empresário com irregularidades. "Hoje se sabe o que foi divulgado [sobre o envolvimento de Cachoeira com esquemas de corrupção]. Naquela época, o senhor Cachoeira andava no meio de todos nós em Goiás, ele tinha relacionamento com cinco governadores e vários parlamentares", disse o parlamentar.
"O que eu sabia naquele momento é que eu me relacionava com um empresário, que se relacionava com outros cinco governadores, dezenas de parlamentares, dezenas de outros empresários. Reafirmo que tinha amizade com ele, sim", completou.
Ao comentar a ligação telefônica na qual aparece informando Cachoeira sobre uma suposta operação da Polícia e do Ministério Público contra o jogo ilegal, o senador disse que tentou "jogar um verde", isto é, enganar o bicheiro. A ideia, afirmou Demóstenes, era saber se Cachoeira continuava envolvido em jogos de azar.
 

Com informações de Andréia Martins, Fabrício Calado e Maurício Savarese

Fonte: UOL Notícias
Foto do Google

quarta-feira, 30 de maio de 2012

LUCIANO BRITO AGUARDA CIRURGIA

O grande locutor Luciano Brito está nesse momento no Hospital Oscar Coutinho, filiado ao IMIP, no Recife, aguardando cirurgia renal. Um rim paralisou, e o outro está com cálculo renal. Segundo o próprio Luciano, ele sente fortes dores na região do estômago.

Em entrevista ao Carlos Alfeu, o radialista falou de seu drama: "Cheguei aqui domingo esperando fazer a cirurgia já na segunda-feira, mas depois adiaram várias vezes, agora, pode ser que seja amanhã." relatou ele. Segundo ele, as dificuldades são as seguintes: ele está em uma fila, na qual fica aguardando cirurgia. "Aqui no hospital, que por sinal, é bom, o atendimento é bom, mas vem muita gente não só de Recife e região metropolitana, mas vem gente de outros lugares. Vi aqui pessoas de Belo Jardim e Santa Cruz do Capibaribe!" citou. Outra dificuldade é que ele não tem dinheiro para bancar a cirurgia numa clínica particular, que custa R$ 5.000, 00.

Luciano Brito conta apenas com Deus e com os amigos de verdade. Ele é um patrimônio vivo em Limoeiro, e queremos ele convivendo conosco por muito tempo. Vamos dar uma força a esse grande comunicador!

Que Deus derrame suas bênçãos poderosas sobre ele. Tudo dará certo.

PESQUISA OPINIÃO: JOÃO DA COSTA SOBE CINCO PONTOS NO RECIFE

30
05/12
Opinião: João da Costa sobe cinco pontos e lidera com 30,8%
      







O prefeito João da Costa (PT) subiu cinco pontos percentuais, passando de 25,4% para 30.8%, na disputa pela Prefeitura do Recife, segundo pesquisa feita pelo Instituto Opinião com exclusividade para este blog. A comparação se refere ao levantamento de 10, 11 e 12 de abril. Já o candidato do DEM, Mendonça Filho, que continua em segundo, também subiu, de 19.5% para 22.1%. O pré-candidato do PMDB, Raul Henry, ficou no mesmo patamar de 10%, Raul Jungmann (PPS) subiu de 4% para 5.6% e Daniel Coelho, do PSDB, caiu de 5.1% para 3.1%, enquanto Paulo Rubem, do PDT, se manteve com 2%.

A pesquisa foi feita nos últimos dias 26 e 27, com a aplicação de mil questionários. A margem de erro é de 3,1 pontos percentuais para mais ou menos. O registro no Tribunal Regional Eleitoral tem o protocolo sob o número 00023-2012. Foram pesquisados os seguintes bairros da capital:
Aflitos, Afogados, Água Fria, Alto do Mandu, Alto José Bonifácio, Alto José do Pinho, Areias, Arruda, Barro, Beberibe, Boa Viagem,Bongi, Cajueiro, Campina do Barreto, Campo Grande, Casa Amarela, Casa Forte,Coelhos, Cohab, Cordeiro, Dois Unidos, Encruzilhada, Engenho do Meio, Espinheiro, Estância, Graças, Ibura, Ilha Joana Bezerra, Imbiribeira, Ipsep, Iputinga, Jardim São Paulo, Jequiá, Linha do Tiro, Macaxeira, Madalena, Mangabeira, Monteiro, Mustardinha, Nova Descoberta, Pina, Poço da Panela, Rosarinho, Santo Amaro, São José, Tamarineira, Torre, Torrões, Várzea e Vasco da Gama.
Na espontânea, modalidade que o eleitor é obrigado a lembrar do nome do seu candidato sem a cartela com os nomes, João da Costa também subiu, indo de 9.4% para 16.8%. Mendonça saiu de 3% para 5%. Os maiores percentuais do prefeito se encontram entre os eleitores jovens, na faixa de 16 a 24 anos (43,3%).
Depois, entre os que cursam da 5ª a 8ª séries (36,4%), entre os que ganham até um salário mínimo (30,6%) e entre os eleitores do sexo masculino (31,7%). Seus menores indicadores aparecem entre os eleitores na faixa etária de 35 a 44 anos (25,9%), entre os que cursam até a quarta série (28,3%) e entre os que ganham acima de 10 salários (26,6%).
Mendonça Filho, por sua vez, tem seus maiores percentuais de indicação de voto entre os que cursam até a quarta série (33,3%), entre os eleitores acima de 60 anos (31,1%) e entre os eleitores que ganham até três salários (25,6%). As menores taxas estão entre os eleitores com formação superior (12,9%), entre os que ganham de cinco a dez salários (17,2%) e entre os jovens (17%). 

Fonte: Blog do Magno Martins

É PRA SILAS! DUAS DECLARAÇÕES ACIRRAM OS ÂNIMOS NO PT

André Campos e João da Costa // Foto: Renata Melo
Duas declarações deram uma bela contribuição para o acirramento dos ânimos dentro do PT. Primeiro foi André Campos chamando de canalhas os petistas que se opõem ao prefeito João da Costa. Depois, o deputado Fernando Ferro pedindo a saída de Pedro Eugênio da presidência do partido no estado.

Fonte: Blog João Alberto

Opinião do blogueiro: esse é o partido mais fraterno que já conheci... pra não dizer o contrário...

MP PROÍBE VENDA DE BEBIDA ALCÓOLICA NO MERCADO PÚBLICO E SALA 18

Ministério publico proíbe venda de bebida alcoólica no mercado publico e sala 18 em Limoeiro


O ministério publico através do promotor que deu cinco dias a partir de ontem (29) a sala 18 e a  PML  com relação ao mercado publico para tomar providencia e que seja proibido a venda de bebida alcoólicas a esses estabelecimentos e que venham a se adequar ao que manda a lei segundo a promotoria publica.
O fato e que na sala dezoito foi feito denuncias ao ministério publico a respeito do barulho e atitude inadequada de alguns  clientes.
Em relação ao mercado publico a promotoria recebeu denuncias de que estaria sendo  vendida  bebida alcoólica a menor de idade, quando na realidade o local e para ser uma praça de alimentação e não como venda de bebida alcoólica segundo a promotoria. Tendo assim um prazo de cincos dias para serem tomadas as mediadas cabíveis a cada estabelecimento.
 Após isso, caso não sejam cumpridas às ordens da justiça serão tomadas as medidas cabíveis já que determinação judicial se cumpre e não se discute.
o fato e que os comerciantes do mercado publico estão protestando bastante e tentando reverter a situação pois segundo eles é o seu  ganha pão de todo dia.
Em relação a sala dezoito que e o caso mais complicado tendo em vista que o mesmo  e próximo a faculdade e usa parte da via publica ficando assim mais complicado.
 
Fonte: Blog Folha de Limoeiro

DESAPARECIDA: CAROLINA FONSECA ROSA



Foto: Album da Família
Rio -  A estudante Carolina Fonseca Rosa, 18 anos, está desaparecida desde sexta-feira passada. Moradora do Bairro Paraíso, em Resende, interior do estado, a jovem fugiu de casa por volta das 11h da manhã, levando apenas uma mala de roupas, sem dizer para onde ia. No dia da fuga, apenas a empregada estava na casa e informou que a menina pegou um táxi.

Segundo parentes, a mãe da jovem recebeu a ligação de uma amiga de Carolina, informando que a jovem fugiu de casa com um homem que conheceu na internet. A mãe de Carolina, Márcia Fonseca, teria ligado para a filha, que disse estar no curso. Márcia foi até ao Centro de Resende, onde descobriu que Carolina não frequentava as aulas há uma semana.
Carolina e o suposto namorado teriam descoberto que a amiga havia contado toda a história para a mãe dela. A jovem teria entrado em contato com a amiga, dizendo que nunca mais falaria com ela. O rapaz teria pedido que Carolina jogasse o chip do celular fora para não ser rastreada. Desde então ninguém mais conseguiu contato com a jovem.

Segundo a amiga de Carolina, o homem seria de São Gonçalo, tem mais de 40 anos, pratica defesa pessoal e seria adepto do veganismo, filosofia de vida que valoriza os direitos dos animais. Os "vegans" seguem uma dieta que não inclui carne nem derivados de leite. O homem se chamaria Thiago e seria funcionário de uma editora. Márcio Kleber, tio de Carolina, contou que a menina sempre foi tranquila e nunca demonstrou insatisfação com a vida. No último mês teria parado de comer carnes e leite, mas não alterou seu comportamento. A jovem não trabalha e morava com o irmão e a mãe antes de sair de casa.

As últimas informações dão conta que ela foi vista na Rodoviária de Resende, na última sexta-feira, em companhia de um homem branco de aproximadamente 40 anos, que estaria trajando calça jeans, casaco verde e boné. Ontem, a mãe teve acesso às imagens das câmeras da Prefeitura de Resende. Ela reconheceu a filha no setor de embarque, pegando um ônibus para Volta Redonda.

O caso foi registrado na 89ª DP (Resende). O delegado Marcelo dos Santos Haddad deve ouvir, nesta quarta-feira, duas amigas da jovem para entender os motivos que levaram a jovem a sair de casa. Quem tiver informações, pode ligar para (22) 9231-3304 e (24) 8120-8002. Falar com Marcio Kleber, tio de Carolina.

Por Ricardo Albuquerque
 
Fonte: Blog Limoeiro em Foco

CURTAS

Chovendo muito em Limoeiro, graças a Deus. Os "sabidos" disseram que não choveria esse ano. Faltaram combinar com Deus!

Renovo meu apelo ao Governo do Estado para que se restaure a PE-95, que liga Limoeiro a Caruaru. Buracos, curvas, tornam a viagem muito perigosa.

Em Limoeiro, não se tem um banheiro público. Quem anda precisando fazer suas necessidades tem que ir atrás de um estabelecimento que o dono tenha boa vontade de ceder o banheiro, o que nem sempre acontece. Apesar de ser uma cidade menor, Toritama tem banheiro público. Limoeiro cresce, e a cada dia chegam mais investimentos. E mais gente. Portanto, vamos colocar banheiro público na cidade ou abrir de vez o da Praça da Bandeira, com um administrador por lá. Fica a sugestão.

Ainda escuto muitos elogios ao Projeto Sábado à Noite, realizado no sábado passado, pelo vereador Thiago Cavalcanti (PSDB), com a presença de Fábio Bala, Kátia Rodrigues, Ju Mota, Jhor Santana, Djalma Santana, Angélica e Saulo. Uma amiga de Passira disse que valeu a pena sair da lá e passar essa noite inesquecível em Limoeiro.

A briga continua feia no PT. João da Costa e Maurício Rands não querem abrir mão de suas candidaturas. O PT nacional já pensa em lançar Humberto Costa para prefeito. Mas isso é pesadelo para muitos petistas, pois com a saída de Humberto, quem assumiria o Senado seria Joaquim Francisco...

Assusta muito a violência na cidade de Bezerros, uma cidade altamente agradável e hospitaleira. No dia de anteontem, três pessoas foram mortas. O número de homicídios em Bezerros nesse ano já chegam a 14, mesmo ainda não tendo chegado o mês de junho. No ano passado inteiro foram 11 homicídios. 

A praça em frente ao Horto Florestal está ficando muito bonita. Tudo indica que ela será inaugurada até o São João. Vai ser ótimo, pois vai dar gosto o turista vir de Recife e região, e chegando em Limoeiro, encontrar um bela praça.

As denúncias de que o ex-presidente Lula teria pressionado Gilmar Mendes para adiar o julgamento do mensalão pegou muito mal. Lula nega que haja essa pressão. É preciso também lembrar que mesmo sendo verdade, a revista que fez a denúncia, a Veja, é uma revista altamente tendenciosa e também está sendo investigada na CPI do Cachoeira. A Veja sempre foi anti-Lula e anti-PT. Caso seja verdadeira a denúncia, Lula merece punição. Se for falsa, a Veja deve ser suspensa. É o correto.

Torcendo também muito pela recuperação de Luciano Brito. Que Deus te abençoe! Enquanto ele não volta, Jotta Júnior está no Show de Notícias, na 107. 

Abraços de hoje para Sérgio e Silva, Carlos Alfeu, Petrônio Silva, Seráfico Neto, Robertinho Galvão, Plínio Rodrigues, Ailton Rocha, Márcia Siqueira, Josineide Soares, Fernando Oliveira, Patrícia Holanda e Ramos Silva, do jornal Voz do Planalto, que hoje completa idade nova, receba meus parabéns!

COPA MATA NORTE DE VELOCROSS AGITA FINAL DE SEMANA EM LIMOEIRO


Copa Mata Norte de Velocross agita final de semana em Limoeiro
Os motores vão roncar! Limoeiro está nos preparativos para receber a primeira etapa da Copa Mata Norte de Velocross, que acontecerá entre os dias 02 e 03 de junho, na PE-50, em uma pista montada especialmente para o evento. A competição reunirá pilotos de várias regiões do Nordeste em 07 categorias: Força Livre, Nacional 230cc, Nacional 125/200cc, Nacional Amador, Nacional Iniciante, Trilheiros e Quadriciclos.
De acordo com a Perace Competições e Eventos, empresa responsável pela supervisão da etapa, na tarde de sábado (02), das 14h às 17h, acontece o reconhecimento de pista pelos pilotos. No domingo (03), das 08h às 10h, a pista será reservada para os treinos livres. A abertura oficial das provas está programada para as 11h com previsão de término às 16h30. Ao final de cada categoria haverá entrega de troféus e premiação aos 05 primeiros colocados em cada categoria.
Segundo a coordenação, serão R$ 3,5 mil em prêmios. Maiores informações através dos telefones (81) 9989.5259 (Sérgio Flores) ou 9739.8899 (Israel Gomes). Para chegar ao local do evento, os visitantes e participantes tem 03 opções: PE-90 (Carpina – Limoeiro); PE-50 (Vitória – Limoeiro) e PE-95 (Caruaru – Limoeiro).
Alfredo Neto / Departamento de Imprensa

DEPARTAMENTO DE ESPORTES CONFIRMA I LIMOEIRO OPEN DE POKER


Departamento de Esportes confirma I Limoeiro Open de Poker
Na próxima sexta-feira (01), a prefeitura de Limoeiro, através do departamento de Esportes, realiza o I Limoeiro Open de Poker. O evento acontecerá na sede do Clube dos Motoristas, na Rua Vigário Joaquim Pinto, no Centro, a partir das 19h. Estão sendo aguardados participantes locais e visitantes, já que o esporte é comumente praticado em várias cidades do interior pernambucano.
De acordo com o diretor de Esportes Seráfico Neto, a organização do evento partiu de uma solicitação dos jogadores de Poker, que rotineiramente se reúnem em Limoeiro para disputadas partidas. O diretor ainda informou que haverá premiação em dinheiro.
No dia 26 de janeiro de 2012, o Ministério dos Esportes oficializou o Poker Texas Hold’em como esporte da mente. O anúncio foi feito na sede da Confederação Brasileira de Texas Hold’em (CBTH) após o cadastro da modalidade no site do Ministério. Internacionalmente, o Poker já é considerado esporte mental desde 2010.
Porém, apenas em 2012 o Ministério dos Esportes o reconheceu oficialmente. Com o reconhecimento da International Mind Sports Association - IMSA, o Poker se coloca ao lado de esportes da mente como Bridge, Xadrez, Damas e o jogo de estratégia e domínio de territórios chamado Go.
Existe até uma campanha internacional que tem o objetivo de acabar com o preconceito sobre o Poker e eliminar de uma vez por todas o pensamento de que a modalidade é um jogo de azar. 

Alfredo Neto / Departamento de Imprensa

ÓTIMA NOTÍCIA: EXIGIR CHEQUE CAUÇÃO PARA ATENDIMENTO MÉDICO DE URGÊNCIA AGORA É CRIME!


Brasília - O Diário Oficial da União publicou nesta terça-feira (29) a lei que torna crime a exigência de cheque caução para atendimento médico de urgência. A lei, de autoria dos ministérios da Saúde e da Justiça, altera o Código Penal de 1940 e tipifica a exigência como crime de omissão de socorro.

Atualmente, a prática de exigir cheque caução já é enquadrada como omissão de socorro ou negligência, mas não existia uma referência expressa sobre o não atendimento emergencial. O Código Penal passa a vigorar nos termos do Artigo135-A acrescido ao Decreto-Lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940 - Código Penal, que estipula pena de detenção de três meses a um ano e multa para os responsáveis pela prática de exigir cheque caução, nota promissória ou qualquer garantia, inclusive o preenchimento prévio de formulários administrativos, como condição para o atendimento médico-hospitalar emergencial. A pena pode ser aumentada até o dobro, se da negativa de atendimento resultar lesão corporal de natureza grave, e até o triplo se resultar morte.

Os hospitais particulares ficam obrigados a afixar, em local visível, cartaz ou equivalente, com a seguinte informação: "Constitui crime a exigência de cheque caução, de nota promissória ou de qualquer garantia, bem como do preenchimento prévio de formulários administrativos, como condição para o atendimento médico-hospitalar emergencial, nos termos do Artigo 135-A do Decreto-Lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940 - Código Penal."

O Poder Executivo regulamentará o disposto nesta lei, que entra em vigor hoje. A proposta foi apresentada pelo governo federal um mês após a morte do secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Duvanier Paiva Ferreira, 56 anos, vítima, em janeiro passado, de um infarto depois de ter procurado atendimento em dois hospitais privados de Brasília. Segundo a família, as instituições teriam exigido cheque caução.
Do AGÊNCIA BRASIL

PLÍNIO RODRIGUES FORA DOS FESTEJOS JUNINOS DE LIMOEIRO

O que está acontecendo com Plínio Rodrigues? O sobrinho do saudoso Toinho de Limoeiro, que já ficou fora da Festa de São Sebastião nesse ano, agora também teve seu nome excluído dos festejos juninos. Não dá pra entender como é que Plínio novamente, pelo segundo evento consecutivo, vem a ser excluído. Trata-se de um forrozeiro talentoso, com DNA musical muito bom, afinal ele é sobrinho de Toinho e primo de Kátia Rodrigues. Com a palavra, a Prefeitura e a Secretaria de Cultura e Juventude.

A bem da verdade, alguns vieram me perguntar também sobre a ausência de Kátia Rodrigues. Mas a própria cantora disse que foi convidada, entretanto, não vai poder participar devido a choques de agenda.

CHUVAS CAUSAM PREJUÍZOS NA FEIRA DA SULANCA DE CARUARU



Enquanto milhares de nordestinos rezam e imploram a Deus por chuvas para minorar a situação caótica provocada pela escassez das águas devido a grande seca que vem assolando toda a região nos últimos meses, a chuva que caiu na manhã de hoje em Caruaru decepcionou as expectativas dos comerciantes da Feira da Sulanca. As vendas tinham tudo para serem boas, notadamente em se tratando da última Feira que acontece na semana que antecede o Mega Show dos Festejos Juninos em Caruaru.
Os problemas da estrutura precária do local da Feira no Parque 18 de Maio, por não ter uma cobertura adequada, fizeram muita gente voltar mais cedo para casa. Comerciantes e feirantes reclamaram dos bancos molhados e de muita lama que tiveram de enfrentar. E isso ocasionou um grande prejuízo para os comerciantes que expõem seus produtos para comercialização no local.
Paralelamente alguns sacoleiros reclamaram da pequena oferta de peças da época, como vestidos e acessórios juninos na Feira da Sulanca da Capital do Agreste. É o caso da comerciante recifense Aurenir Nizete que ficou decepcionada hoje na Feira desta cidade e ela disse textualmente: “não tem roupa de São João. Eles não estão fabricando. Não sei o que está acontecendo, por que a gente veio na Capital do Forró, procurar especialmente vestido de São João e simplesmente, não tem”.
Para os comerciantes da Feira da Sulanca de Caruaru, depois do prejuízo causado pelas chuvas caídas na cidade durante esta Feira, o negócio agora, é pensar nas próximas feiras de junho, no sentido de tentar reverter o fracasso que aconteceu nas vendas de hoje na Capital do Forró.  

Fonte: Blog Caruaru Agora

OPÇÃO POR HUMBERTO COSTA BENEFICIA JOAQUIM FRANCISCO

A possibilidade do senador Humberto Costa (PT) ser o candidato petista na sucessão municipal do Recife pode trazer de volta ao cenário político uma figura que incomoda muita gente dentro do Partido dos Trabalhadores: o ex-governador Joaquim Francisco (PSB), primeiro nome na suplência do petista no Senado Federal.
Em 2010, durante a campanha ao Senado, Humberto precisou garantir que completaria o mandato e que não cederia sua vaga ao socialista, dada a resistência ao nome do antigo pefelista dentro do PT. Joaquim foi indicado para a suplência de Humberto pelo governador Eduardo Campos (PSB).
Especula-se que a provável candidatura de Humberto representaria também uma vitória tripla para o governador. Isso porque além de abrir a possibilidade de Joaquim aumentar a bancada do PSB no Senado – caso Humberto se eleja prefeito –, o petista, assumindo a PCR, dificilmente entraria na sucessão do próprio governador, em 2014.
O nome de Joaquim, entretanto, encontra resistência dentro do PT. Essa resistência, inclusive, foi colocado como um dos motivos que levaram o senador Humberto Costa a não se colocar logo como alternativa no PT, ainda antes da postulação de Rands em oposição petista ao prefeito João da Costa.
Joaquim voltaria a ter um mandato eletivo depois de seis anos, desde que deixou a Câmara Federal em 2006, época do primeiro mandato do ex-presidente Lula, quando o ex-governador trocou o antigo PFL (agora DEM) pelo PTB. Depois, ele terminou ingressando no PSB com as bênção do governador Eduardo Campos.
Joaquim foi prefeito do Recife por duas vezes (a primeira, biônico, indicado pelo então governador Roberto Magalhães, e a segunda eleito), deputado federal também por dois mandatos e governador de Pernambuco entre 1991 e 1994 pelo PFL, além de ministro do Interior do governo José Sarney.

Fonte: JC Online
Foto do Google

PT NACIONAL QUER HUMBERTO CANDIDATO EM RECIFE

Lula deve entrar na jogada para garantir nome de Humberto / Foto: Clemílson Campos/JC Imagem

Lula deve entrar na jogada para garantir nome de Humberto

Foto: Clemílson Campos/JC Imagem

Com um saldo pra lá de negativo após meses de uma disputa sangrenta, o PT do Recife sofreu nesta terça-feira (29) uma intervenção da Executiva Nacional do partido, que apelou aos dois pré-candidatos colocados para a nova prévia – o prefeito João da Costa e o deputado federal Maurício Rands – que retirassem suas candidaturas em favor do senador Humberto Costa, tido pelo comando como o melhor nome para atender aos interesses do partido no Recife e na aliança que tenta estabelecer com o PSB do governador Eduardo Campos em São Paulo, praça prioritária para o PT na eleição municipal deste ano.

Na tentativa de evitar a prévia do próximo domingo, o presidente nacional do partido, deputado estadual Rui Falcão (SP), deu um prazo de 24 horas para que os dois consultassem suas bases, encontrando assim o melhor discurso para retirar seus nomes de cena deixando o caminho livre para o lançamento de Humberto.
A decisão da nacional impõe uma derrota a todos os líderes petistas na capital, incluindo os pré-candidatos e seus cabos eleitorais, a exemplo do deputado federal e ex-prefeito João Paulo, visto hoje até pelo ex-presidente Lula como o pivô da celeuma instalada na capital. Isso porque a prévia se estabeleceu como uma disputa não apenas de poder político, mas também como uma forma do deputado impor um “troco” ao prefeito após o rompimento entre eles.
Fontes afirmam que Maurício Rands já teria compreendido a situação e aceitado desistir da disputa, comunicando inclusive aos interlocutores mais próximos, enquanto o prefeito resiste em sair de cena para dar lugar a Humberto, inicialmente pela dificuldade de encontrar um discurso que contemple a militância, mas também por entender que o senador foi um de seus algozes no caminho até o primeiro turno da prévia.
Na manhã desta terça, João da Costa e Rands saíram da sede da Executiva nacional, em São Paulo, com a missão de estarem juntos no palanque de Humberto, que contará com todo o apoio do governador e do ex-presidente Lula, já que ambos foram os mentores do acordo.
Ciente da resistência do prefeito, o senador passou o dia incomunicável, sob a justificativa de que estava participando do depoimento do senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) no Conselho de Ética do Senado, o que, de fato, aconteceu. Ao final do dia, Humberto postou por duas vezes em seu twitter comentários sobre a prévia do partido, garantindo que não seria o candidato à Prefeitura do Recife.
O nome do senador só deve ser lançado oficialmente na sexta-feira (1º). Até lá, o PT pretende lançar mão de uma arma poderosa para fazer o prefeito João da Costa desistir da candidatura: um telefonema do líder maior do partido, Lula, que vai pedir que ele entenda a situação e se sacrifique em nome dos interesses partidários.
Leia mais na edição do JC desta quarta-feira (30).

Fonte: JC/UOL

terça-feira, 29 de maio de 2012

DEMÓSTENES NEGA RELAÇÃO COM JOGOS ILEGAIS, SE DIZ TRAÍDO POR CACHOEIRA E RECORRE A DEUS

Em depoimento ao Conselho de Ética do Senado nesta terça-feira (29), o senador Demóstenes Torres (sem partido, ex-DEM-GO) negou todas as acusações de envolvimento em esquemas de corrupção envolvendo o jogo ilegal. Além de comentar diversos pontos do inquérito da Polícia Federal que deu origem às operações Monte Carlo e Vegas, o parlamentar mencionou várias reportagens de jornais, dando sua versão para cada uma delas.

LEIA MAIS

Sem citar o nome do bicheiro Carlinhos Cachoeira, o parlamentar admitiu a amizade com o contraventor, negou ter ficado com 30% do dinheiro da jogatina ilegal em Goiás, contestando o inquérito da PF. O senador nega ter recebido R$ 1 milhão ou R$ 3 milhões do bicheiro e afirmou não saber das irregularidades cometidas por Cachoeira.
Segundo Demóstenes, a ligação com Cachoeira se deu antes de ser tornado público o envolvimento do empresário com irregularidades. "Hoje, se sabe o que foi divulgado [sobre o envolvimento de Cachoeira com esquemas de corrupção]. Naquela época, o senhor Cachoeira andava no meio de todos nós em Goiás, ele tinha relacionamento com cinco governadores e vários parlamentares", disse o parlamentar.
"O que eu sabia naquele momento é que eu me relacionava com um empresário, que se relacionava com outros cinco governadores, dezenas de parlamentares, dezenas de outros empresários. Reafirmo que tinha amizade com ele, sim", completou.
Ao comentar a ligação telefônica na qual aparece informando Cachoeira sobre uma suposta operação da Polícia e Ministério Público contra o jogo ilegal, o senador disse que tentou "jogar um verde", isto é, enganar o bicheiro. A ideia, afirmou Demóstenes, era saber se Cachoeira continuava envolvido em jogos de azar.

Demóstenes Torres fala no Conselho de Ética do Senado

Traição

Após falar por mais de duas horas, Demóstenes passou a responder a perguntas do relator do processo por quebra de decoro parlamentar. Questionado pelo senador Humberto Costa (PT-PE), Demóstenes disse que foi traído por Cachoeira e que não sabia das ilegalidades cometidas pelo bicheiro.
"Acho que sim [me senti traído e decepecionado]. Acho que todo mundo que se relacionou com ele se sentiu assim [e não tinha conhecimento das atividades ilícitas]. Ficamos na pior situação do mundo", afirmou o senador.

Nextel

O senador também abordou o rádio Nextel que recebeu de Cachoeira. Segundo a Polícia Federal, o aparelho foi dado para que as conversas entre eles não fossem interceptados.
No depoimento, o senador confirmou que Cachoeira lhe deu um aparelho Nextel e também pagava a conta, que segundo ele nunca ultrapassou R$ 50. "Não tinha lanterna na popa e não tinha como adivinhar que o rádio era utilizado para outras atividades", disse Demóstenes, que afirmou que utilizava o aparelho para uso pessoal.
"Falava nos Estados Unidos, na Argentina, no Brasil, e falava com muitas outras pessoas", afirmou. Ele disse desconhecer que Cachoeira havia dado presente semelhante a outras pessoas. "Não podia imaginar jamais que 40 outras pessoas tinham esses rádios."
Além disso, Demóstenes disse que o bicheiro também pagou os fogos de artifício usados na formatura de sua mulher e um aparelho de som para o seu escritório, mas que nunca foi entregue.

Delta

Entre outras acusações, Demóstenes comentou o relatório do Ministério Público Federal que diz haver evidências de que o senador atuava como "sócio oculto" da Delta Construções.

Ligação com a Delta

O sócio oculto da Delta, se tem, não sou eu. Procurem com uma lupa maior.
Senador Demóstenes Torres (sem partido, ex-DEM-GO)
"No dia 19 de abril de 2012, em entrevista à jornalista Monica Bergamo, o [empresário e dono da Delta] Fernando Cavendish diz que nunca me viu. Como é que eu posso ser sócio de alguém que eu não conheço?" Demóstenes disse ao Conselho que há uma campanha para "destruí-lo", ao colocá-lo como sócio da empresa. "O sócio oculto da Delta, se tem, não sou eu. Procurem com uma lupa maior."
Demóstenes ainda negou que nunca fez uma reunião na Delta, embora confirmou ter feito duas visitas à empresa, uma delas para devolver um iPad.
Desde 2007, a Delta é líder em repasses de recursos da União, principalmente por tocar obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Escutas e relatório do MPF apontam que Demóstenes usou o cargo para negociar um projeto de R$ 8 milhões em favor da empresa.

Entenda as suspeitas envolvendo Demóstenes Torres

Outras relações

O senador afirmou que, além da amizade com Cachoeira, mantinha contato com o sargento da Aeronáutica Idalberto Matias de Araújo, mais conhecido como Dadá, mas negou ser amigo do militar. Dadá é apontado pelo MPF como o membro do grupo que levantava informações sigilosas para Cachoeira
Nas palavras de Demóstenes, ele era um “homem de informações, um sujeito que tem informações e é fonte de jornalistas, do Ministério Público e membros de outros lugares”.
O parlamentar negou que Dadá fosse o autor de grampos e disse que o relator não tem provas para falar sobre este assunto. "Isso são suposições que vossa excelência está levantando. Vossa excelência não tem base para fazer essa pergunta", disse, em resposta a Humberto Costa.
Sobre seu envolvimento com Gleib Ferreira da Cruz, funcionário de Cachoeira, o senador disse que o viu apenas duas vezes, quando recebeu dele parte de um equipamento de som que tinha comprado. Ele negou que tivesse recebido R$ 20 mil de Gleib --segundo Cachoeira, esta história é mentira. Demóstenes afirmou ao conselho que encontrou Gleib apenas para receber dele seis taças de vinho, na véspera de seu casamento.
O senador afirmou ter usado aviões de empresários em viagens --mas nenhum de Cachoeira-- , confirmou encontros com ministros para discutir temas que ele julgava "relevantes" e disse ter conseguido empregos "para muita gente".
"Jamais procurei qualquer senador dessa legislatura para discutir legalização de jogos", disse ele, negando ter exercido tráfico de influência a favor do bicheiro e que apenas que deu informações a Cachoeira sobre o assunto. No depoimento, ele reafirmou o argumento de que “não é quebra de decoro dar informação do que quer que seja”. “Tanto é que o projeto não andou”, completou.
Demóstenes reafirmou que conheceu e encontrou "pouquíssimas" vezes um dos sócios de Cachoeira em negócios na Argentina, Roberto Coppola. “Lá [na Argentina], o jogo é legal”, disse o senador.
Coppola pediu a Demóstenes que entrasse em contato com o governo de Santa Catarina para saber mais informações sobre a legalização de jogos lotéricos naquele Estado. Demostenes interveio a um secretário [do governo de SC], que tentou contato com o vice-governador de SC. “Não sei se isso foi diante ou não”, disse o senador.

Gilmar Mendes

Demóstenes também afirmou que procurou os ministros Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), e Luiz Fux, à época do STJ (Superior Tribunal de Justiça), para tratar de assuntos que julgava importante, e não para exercer influência nas decisões.
Sobre o encontro com o ministro Gilmar Mendes, em Berlim, Demóstenes disse que ambos estavam em cidades diferentes na Europa e decidiram se encontrar na capital alemã, onde mora a filha do ministro. Ele chamou a repercussão do encontro de "história maliciosa".
Com relação ao ministro Mauro Campbell, do STJ, citado em reportagem do jornal "O Globo", o senador goiano confirmou que pediu para ele que desse preferência a alguns julgamentos e que isso “é uma coisa que acontece muito”.
Um desses pedidos teria ocorrido em junho do ano passado, para anular o processo contra Amilton Batista Faria, presidente da Câmara de Vereadores de Anápolis e aliado de Cachoeira.

Deus e depressão

Dizendo-se vítima de um massacre político, Demóstenes recorreu à religião para descrever sua situação. "Redescobri Deus. Se eu cheguei até aqui, é porque readquiri a fé”, afirmou. “Vivo o pior momento da minha vida. Pensei nas piores coisas, pensei em renunciar", disse o senador, que também afirmou estar sofrendo de depressão desde o início das denúncias. "Estou tomando remédio para dormir, mas não está surtindo efeito."
O ex-demoracata se disse vítima do "maior massacre já orquestrado na história do país" contra um político.
O senador Aníbal Diniz (PT-AC) foi o único dos parlamentares que tentou tocar emocionalmente o senador Demóstenes, questionando sobre sua fé, sua estratégia de defesa e se a crise em torno dele diminuirá a "postura arrogante" contrária ao atual governo petista da presidente Dilma Rousseff e ainda reduzir a voz da oposição como um todo.
“Não tem estratégia, senador. A verdade prevalece. Os senhores vão acreditar no que quiserem. São homens tarimbados”, afirmou. "Eu sou um carola”, disse Demóstenes.

Conselho de ética

O conselho de ética é presidido pelo senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) e tem como relator o senador Humberto Costa (PT-PE). Demóstenes é acusado de mentir aos colegas por ter negado na tribuna que tinha relações com o bicheiro Carlinhos Cachoeira e busca provar que desconhecia os negócios do amigo. Devido às acusações, ele deixou seu partido, o Democratas, para não ser expulso.
A operação Monte Carlo, da Polícia Federal, levantou informações que colocam Demóstenes como braço político dos negócios de Cachoeira, também apontado como sócio oculto da construtora Delta na mesma investigação.
O relator do processo de Demóstenes, Humberto Costa (PT-PE), voltou a afirmar nesta terça-feira (29) que pretende colocar em votação o seu relatório final até o meio de junho e, antes recesso parlamentar de julho, pretende levar o assunto para plenário para votação de todos os senadores sobre o pedido de cassação de Demóstenes Torres por quebra de decoro parlamentar.

CPI do Cachoeira

Ao final da reunião do Conselho de Ética, o advogado de Torres, Antonio Carlos de Almeida Castro, mais conhecido como Kakay, avaliou que a fala de seu cliente “foi extremamente positiva” e que não deixou nenhuma pergunta dos senadores sem resposta .

O advogado eafirmou que o senador "não mentiu" e que ele foi enganado por Cachoeira. A defesa do parlamentar também aguarda do Supremo Tribunal Federal uma decisão sobre a validade do conteúdo dos grampos telefônicos feitos pela Polícia Federal, que, segundo os especialistas contratados pelo senador, seriam editados.

“Tendo em vista o fato dele já ter prestado esclarecimentos hoje [no Conselho de Ética], é desnecessário ele vir à CPI, mas eu vou conversar com ele e vamos tomar esta decisão”, afirmou Castro.
* Com informações de Andreia Martins, Camila Campanerut, Fabrício Calado, Gabriela Fujita, Guilherme Balza e Maurício Savarese

Fonte: UOL Notícias

Presidente da Câmara de Limoeiro testa positivo pra Covid

  O presidente da Câmara de Limoeiro, Juarez de Conavles (DEM), testou positivo para a Covid-19. Ele não compareceu à reunião de hoje e se e...