sábado, 30 de março de 2019

Golpe Militar de 1964. Comemorar o que?

Nos últimos dias, o Golpe Militar acontecido em 1964 voltou ao debate nacional, quando o presidente Jair Bolsonaro (PSL) determinou a comemoração do fato ocorrido há 55 anos, quando o presidente João Goulart foi derrubado e começou a ditadura militar que durou até 1985.

Diversos órgãos, associações, se levantaram contra a ideia, e o presidente chegou a ser denunciado à ONU por esse motivo. Infelizmente, há aqueles que negam que o Brasil esteve um período de ditadura na nossa história, e até quem negue que foi um golpe.

Desde o segundo governo de Getúlio Vargas (1951-1954), há quem diga que o golpe já vinha sendo planejado. Quando Vargas inaugurou a Petrobrás, atraiu a ira do capital estrangeiro, interessado na exploração de petróleo no Brasil. Com o suicídio de Vargas, a comoção tomou conta do País e não houve o golpe - pelo menos, por enquanto.

Café Filho assumiu a presidência, com a morte de Vargas, e durante esse período, foi eleito Juscelino Kubstscheck tendo como vice João Goulart. As mesmas forças decidiram tentar impedir a posse de JK, alegando que foram apoiados por comunistas. A principal voz desse grupo nessa ocasião era Carlos Lacerda.

Café Filho saiu da presidência por motivos de saúde, e assumiu o presidente da Câmara, Carlos Luz. Como Carlos Luz era a favor do impedimento da posse de JK, ele acabou sendo afastado e quem assumiu foi o presidente do Senado, Nereu Ramos.

JK assumiu em 1956, e o seu governo durou até 1961. Em seguida, foi eleito presidente Jânio Quadros, tendo novamente João Goulart como vice - vale ressaltar que na época, o presidente e o vice eram escolhidos ambos pelo voto popular, de forma separada.

Jânio Quadros, em seu governo, no ano de 1961, iniciou uma política externa independente, que não representava necessariamente o desligamento dos EUA, mas apenas aproximação com outros países - inclusive os países socialistas. As atitudes de Jânio atraiu a ira daqueles mesmo que ajudaram a elegê-lo, acusando o presidente de querer o comunismo para o Brasil. Jânio chegou até mesmo a condecorar Che Guevara com a ordem do Cruzeiro do Sul. Em agosto de 1961, após sete meses de governo, Jânio renunciou e iniciou-se uma nova crise política. As mesmas forças que fracassaram em 1954 e 1955 agora voltavam mais fortes.

Antes de continuar, vamos abrir um parêntese e lembrar que o mundo vivia sob a Guerra Fria, opondo o capitalismo de um lado e o socialismo do outro. Os líderes mundiais do capitalismo eram os Estados Unidos, enquanto no socialismo era a então União Soviética.

Em 1959, Cuba se tornou a primeira e única nação a escapar da hegemonia americana, tornando-se socialista, com Fidel Castro ascendendo ao Governo. Isso ligou um sinal de alerta para os americanos, que temiam perder sua área de influência na América, em especial Brasil e Argentina.

Voltando para o a renúncia de Jânio, a Constituição de 1946 determinava que em caso de renúncia do presidente, o vice assumia. João Goulart (Jango), entretanto, se encontrava na China, onde estava em nome de Jânio discutindo o reatamento das relações diplomáticas, que haviam sido rompidas desde o governo do General Eurico Gaspar Dutra (1946-1951).

Nessa ocasião, os grupos ligados ao capital estrangeiro começaram a articular o impedimento da posse do vice, alegando um suposto comunismo da parte dele. Jango, mesmo não tendo perfil de ditador e sendo afilhado político de um anticomunista - Getúlio Vargas - acabou acusado de comunista. Ranieri Mazzilli ocupou a presidência nesse período, na qualidade de presidente da Câmara dos Deputados.

Em 7 de setembro, Jango assumiu, mas com poderes limitados. Isso porque um acordo entre os janguistas e antijanguistas determinou que o Brasil fosse parlamentarista, tendo Tancredo Neves como primeiro ministro. Também decidiram marcar um plebiscito para janeiro de 1963, onde o povo escolheria em continuar com o parlamentarismo ou voltar ao presidencialismo. O povo optou pela volta ao presidencialismo.

Jango assumiu e agora tinha mais força. Pretendia fazer reformas de base. Pretendia modernizar o Brasil com as reformas. Porém, os setores contrários que defendiam a submissão ao capital estrangeiro tramaram a derrubada do presidente. A principal acusação dirigida contra Goulart foi a de querer transformar o Brasil em uma nação comunista, o que nunca se comprovou.

Setores populares, Igreja Católica e empresários se viam ameaçados pelos boatos e começaram a pedir a derrubada do Governo. A "Marcha com Deus e a Família pela Liberdade" reuniu várias pessoas. Jango realizou um comício na Central do Brasil em 13 de março, onde conclamou apoio popular pelas reformas. No dia 31 de março, o golpe: o "futuro ditador comunista", na visão deles, entregou o poder e foi para o exílio, no Uruguai. Não queria derramamento de sangue.

Ranieri Mazzili voltou novamente a ocupar a Presidência da Nação, até a eleição do novo presidente. Os militares prometeram, na ocasião, que ficariam apenas até janeiro de 1966, quando estava previsto o fim do mandato Jânio / Jango. O presidente foi escolhido: Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco.

Mas eles não cumpriram a promessa. Pessoalmente, Castelo Branco desejava logo o retorno da democracia, mas a "linha-dura" - liderada pelo Marechal Arthur da Costa e Silva - não permitiu que isso acontecesse. Assim, se iniciaram as inúmeras cassações de mandatos políticos, prisões, torturas, tudo isso para livrar o Brasil de um suposto perigo comunista.

Foram 21 anos de perseguições, torturas, mortes, assassinatos, censura, exílio, contra todos que ousassem discordar do regime. Nem os religiosos eram poupados. Tivemos nesse período cinco presidentes (Mal. Castelo Branco, Mal. Costa e Silva, Gal. Emílio Médici, Gal. Ernesto Geisel e Gal. João Figueiredo).

Não foi só o Brasil quem passou por esse processo. Outra nações sul-americanas também passaram pela triste experiência da ditadura militar, como por exemplo, Argentina (Videla) e Chile (Pinochet). Com a mesma desculpa esfarrapada do comunismo - mesmo que fosse verdade, não justifica as atrocidades -, instalaram ditaduras onde mataram, perseguiram, torturaram, censuraram e exilaram...

Se como dizem alguns, não houve ditadura, por que cassaram políticos eleitos pelo povo? Porque fecharam o Congresso Nacional tantas vezes? Por que o presidente não era escolhido pelo povo? Porque quem discordasse do Regime sofria retaliações?

Argentina e Chile repudiam a ditadura e o passado tenebroso que elas tiveram. Que o Brasil siga esse caminho, sob o risco de só ganhar deles no futebol e perder de goleada em consciência política.

Paixão de Limoeiro alcança principal categoria no edital da Fundarpe

Imagem | Wilker Mattos (Divulgação)
Por mais um ano, o espetáculo Paixão de Cristo de Limoeiro foi selecionado no edital Pernambuco de Todas as Paixões. A confirmação ocorreu nessa terça (26), através da Secretaria Estadual de Cultura e Fundarpe. Além do espetáculo limoeirense, outros 12 integram a lista deste ano. Os selecionados receberão recursos financeiros do Governo do Estado para encenações durante a Semana Santa.

De acordo com o edital, os projetos contemplados concorreram com diversos outros - por meio do edital - lançado no mês anterior. As propostas passaram pela avaliação de uma comissão técnica. Pela primeira vez, a Paixão de Cristo de Limoeiro entrou na Categoria 1 (Grande Porte), o que representa um patrocínio da ordem de R$ 40 mil. Outros dois espetáculos também receberão o mesmo valor.

Na Categoria 2 (Médio Porte), cinco espetáculos receberão R$ 30 mil. Nenhum projeto foi selecionado para a terceira categoria (Pequeno Porte), a qual previa a escolha de três grupos para o recebimento de R$ 20 mil, cada. Por conta dessa ausência, a comissão optou em contemplar cinco espetáculos que ficaram tecnicamente empatados. Cada um receberá a quantia de R$ 12 mil. Confira abaixo a lista completa no site: www.cultura.pe.gov.br.

Saiba Mais - A Paixão de Cristo de Limoeiro é uma promoção da Caravana do Palhaço Xilique. As apresentações acontecerão no período de 17 a 20 de abril, sempre às 20h, no Centro Cultural Ministro Marcos Vinicius Vilaça, na Praça da Bandeira, no Centro. O espetáculo é o único na região a ser apresentada em um palco italiano, com sete cenários que são trocados a cada cena e com diálogos que acontecem ao vivo. O espetáculo possui, também, a tradução em libras. O nascimento, vida, morte e ressurreição de Jesus serão encenados por 118 integrantes, entre atores, figurantes, equipe técnica e produção. A entrada custa R$ 10.

BLOG DO AGRESTE

Enquanto O Hospital de Feira Nova cresce e se moderniza nosso Hospital Regional não sabe qual será seu futuro no mês de Abril.



Gostaria de iniciar este artigo relacionado à nossa saúde e ao nosso Hospital Regional de Limoeiro, com uma mensagem de agradecimentos da Gestora do Hospital Regional de Limoeiro, Dra. Elisabete Oliveira, enviada aos seus comandados (funcionários do HRL).

“Diante de tantas dificuldades enfrentadas pelo Hospital Regional de Limoeiro, este ainda continua produtivo exclusivamente pela força de vontade de seus servidores. Em fevereiro foram feitas 159 cirurgias eletivas e 130 partos. Isto realmente é um fenômeno. Agradeço a cada servidor pelo empenho” afirmou Dra. Elisabete.
O Hospital Regional de Limoeiro vem passando por uma tempestade financeira e o mesmo está prestes a entrar em  mais dificuldades ou em  um futuro incerto  a partir de abril, as informações é que a partir de abril a coisa vai ficar ainda mais seria. Ainda não se sabe na verdade qual o motivo para o governo deixar o setor financeiro inerte, afinal não se tem mais um gestor financeiro o que vem ocasionando uma paralisia em toda a gestão.


 Não sabe por qual motivo não ter um gestor financeiro tendo em vista que toda a burocracia e pagamentos financeiros dependem deste gestor  financeiro. Há quem diga que é a finalidade é fazer com que a Gestora Elizabete Oliveira, venha a entregar o cargo, o que segundo informações deve acontecer dia 30/03/19 em virtude do que esta acontecendo na unidade. A mesma foi mantida temporariamente por vontade do povo e automaticamente contra a vontade política.  
Segundo as informações a mesma foi mantida no cargo por pedido de uma maioria dos secretários de Saúde que fazem a ll GERES. “Os Secretários encontram nela uma gestora onde todos os municípios tinham participação e direito igualitário, o que não acontecia anteriormente. A sua gestão não é gestão politiqueira é uma gestão de desempenho técnico e para o povo no seu direito do SUS” afirmou um dos secretários municipal de saúde.

Vejam a crise ou a gestão de um município bem, maior que Limoeiro,mais em gestão não territorial que cada dia vem superando Limoeiro em qualidade de equipamento e estrutura e atendimento ao publico em seu hospital.

Feira Nova-PE.

Área 107,745 km²                                                                      
População          21 579 hab.

Limoeiro-PE

Área 269,970 km² 
População          76,348 hab.

Esta cidade a apenas 10 km de Limoeiro vem dando um exemplo na saúde e em administração, com o Prefeito Denílson Gonzaga (PT).  

Limoeiro que não tem Hospital Municipal depende unicamente do Hospital Estadual e Regional de Limoeiro,  mais o que vemos é um  total abandono dos que fazem parte do governo. Todos sabem que quem é oposição, só fala e nunca são ouvidos pelos governantes, que digam os vereadores nos municípios e os Deputados na ALEPE quando são oposição ao gestor. Eles  esperneiam, gritam, mostram as deficiências das gestões e nada podem fazerem  pelo simples fato de ser oposição às gestões,ouseja não aceitam serem omissos em situações como esta, por exemplo, não serão ouvidos.

Lembrando aos limoeirenses em especial que o Hospital Regional de Limoeiro é a única opção de Emergência e Urgência para todas as classes em nossa cidade, esta pedindo socorro e ninguém ver! Ou se ver este é o interesse que tenhamos um caos.

Vejam através de foto o que é de fazer inveja,  Feira Nova que de certa forma parece ser maior que Limoeiro apesar de territorialmente e habitacionalmente ser inferior a Limoeiro, se já não vemos Paudalho no auge da saúde  agora é Feira Nova bem pertinho de nos dando exemplo não que seja ou deveriam ser inferior a  nos mais que estão fazendo a coisa  certa o que faz inveja a qualquer  limoeirense.


Parabéns!Feira Nova.

 Texto e Foto enviado por internauta Limoeirense.

TV LIMOEIRO 


ATUALIZADO: A EX-DIRETORA ELIZABETE OLIVEIRA ENTREGOU O CARGO E FOI SUBSTITUÍDA PELO DR. SEVERINO AGUINALDO. 

Para matar a saudade: Give me your heart tonight

Um dos maiores sucessos do ano de 1982, a música "Give me your heart tonight", do cantor Shaking Stevens, foi tema da novela Pão, Pão, Beijo, Beijo. Confira esse sucesso:

Endereço no Youtube:

https://www.youtube.com/watch?v=p-LdA3PufwA


quarta-feira, 27 de março de 2019

Bloco do Zé recebe voto de aplausos


Na manhã de hoje, o vereador Robertinho Galvão (PSD) propôs um voto de aplausos para o Bloco do Zé, liderado pelo ex-vereador Zé Nilton, que desfilou neste ano no dia 17 de março, pelo oitavo ano consecutivo. O vereador destacou o crescimento do bloco, que já faz parte do calendário carnavalesco de Pernambuco, sendo o maior bloco do interior. O requerimento do voto de aplausos foi aprovado por unanimidade.

Câmara de Vereadores aprova mudança da data de emancipação de Limoeiro

Em sessão realizada na Câmara Municipal de Limoeiro na manhã desta quarta-feira  (27), foi aprovada a mudança da data de emancipação de Limoeiro que passará do dia 06 de Abril para o dia 27 de Julho. A reunião contou com a presença de representantes do Instituto Histórico e Geográfico, Sivaldo Venerando, Maria Inês Duarte e Dr. José Barbosa, que havia iniciado a pesquisa sobre a Real data de emancipação de Limoeiro que é o dia 27 de Julho de 1811. A outra data 06 de abril de 1893 se refere a chegada do primeiro prefeito o Comendador Pestana. A nova data já passa a valer a partir desse ano. A propositura foi do vereador Marcos Sergio (PSD), que em seguida, abriu espaço para os demais vereadores se associarem.

terça-feira, 26 de março de 2019

Morre o compositor Duão de Limoeiro

Limoeiro está de luto, pois perdeu o compositor Duão de Limoeiro, que faleceu no dia de hoje. Transmitimos os pêsames a toda a família enlutada e amigos. Ainda não temos informações sobre o velório e o enterro.

Radialista Alexandre Borges celebra mais um ano de vida em grande estilo



O Radialista da Cultural FM, Alexandre Borges, celebrou mais um ano de vida em grande estilo. A festa aconteceu na Rua do Juá, nas proximidades do supermercado Hiper Juá. Uma super estrutura foi montada para receber diversos artistas e amigos do radialista que além de ser Limoeirense (quando foi agraciado com o titulo de cidadão Limoeirense), agora reside na cidade. Suas amigas e fãs fizeram até camisa personalizada para celebrar o aniversário de Borges. Um hall de artista fez parte desta festa e dentre eles se apresentaram; Moura Rossi, Alex Myller, Cesar Fontenelly, Cleyton Costa, Swing é massa, além do DJ Sena. 

A festa foi completa e não faltou bebida e comida para todos. No ensejo da festividade as amigas de Borges trouxeram o bolo e cantaram o parabéns para ele cheio de alegria. Borges agradeceu a presença de cada um e reforçou seu amor por Limoeiro e sua eterna gratidão a seus amigos e fãs que fazem com que esta festividade sempre seja possível acontecer. Ano que vem haverá muito mais. Foi um show de simpatia na receptividade dos convidados e um show de repertório dos cantores que se apresentaram. Ao que parece essa festa já está se consagrando no cenário local e a cada ano cresce mais e mais. Nas Redes Sócias os amigos do radialista postaram inúmeras fotos do evento e com Alexandre. Felicitações não faltaram, tanto ao vivo quanto pela internet.


COISAS DA VIDA

Marcelo Motta confirma rompimento com Joãozinho

Foto Folha de Limoeiro

O que praticamente ja não era segredo foi confirmado hoje. Tido como um grande responsável pela eleição de Joãozinho  (PSB) em 2016, o vice-prefeito Marcelo Motta (PSB) confirmou rompimento com o prefeito em entrevista ao radialista Alfredo Neto. Marcelo porém desconversou sobre seu futuro político. O vice-prefeito relatou que é funcionário de carreira do IPA e está no PSB, apenas não fazendo mais parte da base de sustentação do Governo Municipal. Marcelo relatou que é importante "discutir Limoeiro" e citou conversas com alguns dos pré candidatos ventilados.

segunda-feira, 25 de março de 2019

Vereadores protestam contra a saída de diretora do HRJFS

Foto Jair Ferreira 
Na sessão desta segunda-feira (25) na Câmara Municipal, a saída da médica Elizabete Oliveira da direção do Hospital Regional José Fernandes Salsa foi motivo de protesto dos vereadores. O primeiro a falar no assunto foi o vereador Dr. Zé Higino (PP, foto). O edil lamentou saída da diretora, que segundo ele, "vinha desenvolvendo um excelente trabalho na unidade". Ainda de acordo com o vereador, ela estava trabalhando sem o seu tesoureiro, e ela estava tendo que recorrer a pedidos para manter o Hospital em bom funcionamento. Outros vereadores da oposição, como Daniel do Mercadinho (PTB), Luís Antônio (PTB) e Robertinho Galvão (PSD) também lamentaram a saída da Elizabete por "questões de ordem política".

Os vereadores governistas Marcos Sérgio (PSD), Bau da Capoeira (PTB) e Marquinhos Paz (PTB) também engrossaram o coro e lamentaram a saída da diretora.

domingo, 24 de março de 2019

Médica entrega cargo de diretora do Hospital Regional de Limoeiro

Elizabete Oliveira (primeira à esquerda) ladeada pela diretora da GERES e
pelos secretários de João Alfredo, Passira e Paudalho
A médica Elizabete Oliveira não é mais de fato a diretora do Hospital Regional José Fernandes Salsa (HRJFS) de Limoeiro. A notícia foi dada pelo presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Pernambuco (COSEMS PE), Orlando Jorge. Durante entrevista concedida à Rádio Jornal Limoeiro, ele disse que a diretora entregou o cargo. “Mostrei a matéria do Blog do Agreste na Secretaria Executiva de Saúde sobre a mobilização das câmaras de vereadores para buscar melhorias para o Regional, quando recebi a notícia de que Elizabete entregou o cargo”, disse Orlando.

O presidente do COSEMS, que também atua como secretário de Saúde de Paudalho, lembrou que a diretora vinha enfrentando dificuldades do ponto de vista administrativo. “O tesoureiro foi exonerado em dezembro e até o momento não foi nomeado para a nova gestão. Vejo que forças ocultas ligadas ao governo estariam exigindo que ele (Augusto José) não fosse nomeado. Isso é uma política antiga e que não constrói. A diretora estava de mãos atadas, falta tudo no hospital, se não fossem as articulações dela com os secretários de saúde, a situação seria pior”, comentou Jorge. “Nunca esse hospital abriu as portas de forma técnica para os municípios como na gestão dela”, completou.

O secretário paudalhense também avaliou que a diretora fez um “trabalho brilhante junto às categorias, do maqueiro ao médico”. Para Orlando, a “politicagem atrapalhou um trabalho que vinha sendo reconhecido pela população, com ações que estavam beneficiando as pessoas mais carentes da região”. Ele também contou que soube na Secretaria Executiva de Saúde, que Elizabete Oliveira teria informado a entrega do cargo servidora responsável pela regionalização dos hospitais estaduais. A médica, segundo informações coletadas por Orlando, não teria comunicado a entrega do cargo diretamente ao secretário executivo e nem ao secretário geral da pasta, André Longo.

Indagado sobre futuros nomes para o cargo, o presidente do COSEMS disse desconhecer. “Soube na secretaria executiva que ainda não há indicação nenhuma para o cargo”, disse Jorge. Ele encerrou a entrevista lamentando: “Finalizo dizendo que é política rasteira e de pequinês. Quem perde é a região”. 

BLOG DO AGRESTE

sábado, 23 de março de 2019

Alexandre Borges comemora mais um aniversário em grande estilo

O radialista Alexandre Borges, um dos grandes líderes de audiência da Rádio Cultural FM, estará nesse domingo, comemorando seu aniversário. Alexandre conquistou os ouvintes de Limoeiro pela sua competência e sua imparcialidade.

A festa - que será aberta - vai acontecer neste domingo, dia 24, na Rua Antônio Alves de Amorim, ao lado do Hiper Cordeiro Juá, no Bairro do Juá. Vai começar a partir do meio-dia, com a presença de Moura Rossi, DJ Sena, César Fontinelly, Alex Myller, Cleyton Costa e Swing é Massa.

Oriundo de Glória do Goitá, o radialista apresenta desde o final de 2014 o "Jornal do Meio Dia". Desde então, Alexandre tornou-se o líder de audiência no horário, onde ele noticia as principais informações do dia e realiza prestação de serviços para os ouvintes. Alexandre já recebeu o título de cidadão de Limoeiro e também o mesmo título de cidadão na cidade de Passira.

sexta-feira, 22 de março de 2019

Institucional:Prefeito de Limoeiro reivindica construção do Distrito Industrial

O prefeito de Limoeiro, João Luís Ferreira Filho (Joãozinho-PSB), esteve reunido na tarde desta quinta-feira (21) com o presidente da AD DIPER, Roberto de Abreu, e sua equipe de engenharia, captação de empresas e Jurídico.

A pauta foi a construção do Distrito Industrial de Limoeiro. João Luís esteve acompanhado do secretário de Indústria e Comércio, Nilo Queiroz, do secretário de Planejamento, Antônio Neto, da secretária de Infraestrutura e Serviços Públicos, Fabíola Pimentel, e do Assessor Especial Deoclécio Barbosa.

“A captação de indústrias, início da obra de construção do Distrito Industrial e a doação de terrenos do Governo do Estado para Limoeiro, foram os assuntos da pauta”, explicou o prefeito. 

Ficou marcado um novo encontro, desta vez em Limoeiro, onde serão convidadas as empresas que já assinaram a Carta Consulta e outras possíveis empresas que queiram instalar-se no distrito. “Existe a possibilidade de nesse novo encontro ser anunciado o início das obras e a vinda de uma indústria para Limoeiro”, concluiu João Luís.

TV LIMOEIRO

Colombo Sport Club conquista etapa do Pernambucano de Futmesa

Imagem | Divulgação Colombo Sport Club
O preto e o branco ocuparam o lugar mais alto do pódio da primeira etapa do Campeonato Pernambucano de Futmesa, realizada domingo (17), em Recife. Representado pelo atleta João Paulo, o Colombo Sport Club conquistou o primeiro lugar da competição. Também chamado de “Futebol de Botão”, a modalidade marcou época em Limoeiro. Atualmente, alguns resistem à tecnologia e não abrem mão do jogo, inclusive, incentivando novas gerações.

O “Alvinegro da Praça da Bandeira” abraçou a causa do Futmesa e, com a “contração” do goleador João Paulo, começa a investir na modalidade. De acordo com o presidente do clube, Marcelo Lapenda, no dia 14 de abril o Colombo sediará, na sede, uma etapa do estadual. “Adquirimos campo oficial novo para treinos e para que os sócios e apreciadores possam participar. Basta nos procurar”, avisou Lapenda.

Atleta – João Paulo começou a jogar profissionalmente em 2012 pelo Sport Recife, mas estreou em campeonatos oficiais, apenas, em 2014. Já em 2015 conseguiu ser campeão pernambucano; em 2016 vice-campeão da Copa Pernambuco e campeão da Copa São Paulo. João também tem dois vice-campeonatos: Norte Nordeste (2016 em Fortaleza) e (2017 em Manaus).

No ano de 2018 foi campeão pernambucano e da Copa Pernambuco por equipes pela AABB Caruaru. Além dessas conquistas, tem vários títulos individuais pelo Sport, sendo, por 2 anos, o melhor atleta do departamento. João Paulo defendeu as cores do Leão de 2012 a 2016, depois a AABB Caruaru 2017/2018 e, desde 2019, represento o Colombo Sport Club.
 
BLOG DO AGRESTE
 

segunda-feira, 18 de março de 2019

Bloco do Ze arrasta multidão pelas ruas de Limoeiro

Foto Gilson Reis
Em seu oitavo ano seguido de realização, o Bloco do Ze mais uma vez confirmou seu sucesso. O Gigante do Interior, também conhecido como "Galo da Madrugada do Interior", nesta edição homenageou o Palhaço Xililique pelos seus 30 anos de carreira. Alex Miller, Swing é Massa, Márcia Adriana, Jhonatah Chocolate e Asas da América fizeram a festa com três trios elétricos. O bloco fez o mesmo percurso dos anos anteriores, saindo da Rua 18, descendo pela Avenida Norte e PE-50, passando pelo Terminal Rodoviário e finalizando na Avenida Severino Pinheiro. (Fotos abaixo do Notícias Net Limoeiro ).
























sábado, 16 de março de 2019

Aniversariante do Dia

Foto Redes Socais
O blog registra hoje o aniversário da brilhante psicóloga RAFAELA MELO, que tem um trabalho voltado especialmente na questão da saúde mental. Nós, que fazemos o Notícia Net, saudamos a jovem psicóloga por mais um ano de vida e desejamos paz, saúde e muito sucesso.

Ornamentação pronta para o Bloco do Zé

Quem passar pela Cohab Nova poderá ver que a ornamentação está pronta para o Bloco do Zé, que acontece neste domingo (17). As ruas 18, Norte, PE-50 e a Ponte Velha estão enfeitadas com bandeiras e balões. O palco já está montado na Rua 18, próximo ao Bar de Cláudia.






Fotos acima tiradas por Lucas Teixeira


















Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...