quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Sport vence o Palmeiras na inauguração do Alianz Parque

Patric fez o segundo gol rubro-negro aos 45 minutos do segundo tempo / Alan Morici/Estadão Conteúdo

Patric fez o segundo gol rubro-negro aos 45 minutos do segundo tempo

Alan Morici/Estadão Conteúdo

No jogo mais badalado da 35ª rodada da Série A nacional, o Sport entrou em campo sem pressão alguma e foi o dono da festa na inauguração da Arena do Palmeiras, em São Paulo. Na noite desta quarta-feira, o Leão derrotou o alviverde paulista, por 2x0, com gols de Ananias e Patric, ambos no segundo tempo. Com o resultado, o Sport soma mais três pontos, totalizando 47. Na tabela, o rubro-negro subiu uma posição, figurando agora na 11ª. Além da sequência positiva de duas vitórias longe de casa (no domingo, diante do Atlético-PR, por 1x0), o triunfo garante matematicamente o Leão na Primeirona em 2015. Já o Palmeiras estacionou na 14ª colocação, com 39, e continua na briga para não cair.
O JOGO
Apesar de Felipe Azevedo ter ficado à disposição – depois de cumprir suspensão na rodada passada –, o técnico Eduardo Baptista surpreendeu ao repetir o time com os jovens atacantes Mike e Joelinton. Diego Souza, por sua vez, permaneceu atuando como armador pela esquerda. Em campo, o Leão não se intimidou um minuto sequer diante do rival fortalecido pelos quase 40 mil torcedores a seu favor. Marcou a saída de bola de uma forma que o Palmeiras pouco pôde fazer para chegar à meta de Magrão.
A primeira chance da partida foi do Leão, aos sete minutos. No lance, o lateral Patric avançou pela direita e fez tabelinha com Mike. No momento da finalização, porém, o atacante chutou fraco. Do outro lado do campo rubro-negro, Diego Souza sofreu marcação intensa. Mesmo assim, o meio-campista protagonizou lances importantes.
Aos 21, ele recebeu lançamento de Joelinton e, de frente para o gol, arriscou de fora da área. Fernando Prass defendeu. Três minutos depois, o Sport chegou à meta adversária novamente. Dessa vez, Rithely cruzou na área para Rodrigo Mancha tentar de cabeça para fora. Esse foi o lance mais perigoso do Leão no primeiro tempo.
Neutralizado pela marcação rubro-negra, o Palmeiras só conseguiu imprimir uma única jogada perigosa. Aos 22, Felipe Menezes (ex-Sport) mandou uma bomba para fora. Essa foi a única chance clara que o alviverde teve durante todo a primeira etapa.
Na volta para o segundo tempo, Eduardo Baptista substituiu Mike por Felipe Azevedo alegando que o setor precisava de mais força para chegar ao gol. Deu certo. No primeiro minuto, Danilo imprimiu velocidade pelo meio, ficou frente a frente com Prass, mas chutou errado. Em outro lance, minutos depois, Danilo desperdiçou outra boa oportunidade de abrir o placar.
Apesar dos contratempos, o jogador se redimiu quando, aos 32, cruzou na área. Na disputa entre Felipe Azevedo e um defensor palmeirense, a bola espirrou para Ananias (substituto de Joelinton), aproveitar a sobra para marcar seu nome na história do estádio, após dois minutos em campo apenas.
Para fechar a festa na casa alheia, aos 45, Diego Souza, imprimiu velocidade pelo meio, lançou Patric, que ampliou o placar, após cortes em dois zagueiros, fazendo o 2x0.

FONTE: JC ONLINE 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...