segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Mulheres realizam fórum para discutir o artesanato local




Na manhã do dia 07 de novembro, ocorreu o primeiro Fórum da Mulher Artesã em Limoeiro, com o objetivo de fortalecer e qualificar o trabalho artesanal no município. O encontro também visa o desenvolvimento e a execução de políticas públicas, que estabeleçam metas e práticas de novos hábitos na direção da conquista dos direitos humanos, da igualdade de gênero e dignidade para todas as mulheres.

De acordo com o gestor municipal Thiago Cavalcanti é muito importante o trabalho que vem sendo realizado na cidade pelas artesãs. “A renda do artesanato produzido pelas mulheres, não pode ficar somente uma vez ao ano durante a FENEARTE. Por isso, há sempre a importância de se discutir  políticas públicas que fortaleçam as ações voltadas para a mulher limoeirense, sobretudo as atividades que criem um ambiente favorável à causa da mulher” , pontuou Thiago.

Presente ao Forúm, a secretária estadual da mulher, Bárbara Kreuzig, salientou que a mulher deve conquistar mais espaço e intercambiar experiências de sucesso. “Temos que continuar formulando políticas públicas de fortalecimento a mulher artesã. E oferecer meios de mais visibilidade do artesanato local, para que haja um fortalecimento do trabalho da mulher no mercado produtivo, e acima de tudo, na geração de renda, através de suas próprias mãos”, disse Kreuzig.







Já para a secretária municipal de Desenvolvimento Social Rita Barros, o Fórum reforça o papel da mulher hoje. “Elas não estão medindo forças com os homens, e sim, lutando para conquistar o seu espaço. Fortalecendo e ousando através do seu trabalho, o que resulta também na qualificação de sua vida”, enfatizou Rita.

No município, a professora Conceição Amorim está atualmente à frente dos trabalhos com as mulheres através da Coordenaria da Mulher. Antes, ela era responsável pelo PIM – Programa Idoso em Movimento. Ela contou sobre os novos desafios. “Estou trabalhando há 14 anos com mulheres, quando comandava o PIM, mas ainda me sinto no dever de estudar a experiência do trabalho artesanal de Limoeiro, buscando me especializar para melhor atender a causa da mulher, e fortalecer a valorização, que visa oferecer um trabalho produtivo e que acima de tudo, possa gerar renda como prioridade., finalizou Amorim.

ERIVALDO CARVALHO - DIPML

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...