domingo, 16 de novembro de 2014

Náutico vence o Luverdense por 1x0 na Arena Pernambuco

Náutico perdeu muitos gols, mas venceu Luverdense por 1x0 na Arena / Edmar Melo/JC Imagem

Náutico perdeu muitos gols, mas venceu Luverdense por 1x0 na Arena

Edmar Melo/JC Imagem

Colocando uma enorme pressão, o Náutico conseguiu derrubar o jejum de cinco jogos e venceu por 1x0 a equipe do Luverdense, neste sábado (15/11), pela 35ª rodada da Série B. O Timbu, que chegou a colocar duas bolas na trave, só conseguiu o tento salvador aos 35 minutos da segunda etapa, com o atacante Sassá.
Com o resultado, os alvirrubros subiram para a 10ª posição, com 49 pontos. Na próxima terça-feira (18), o Timbu visita o Oeste, no estádio dos Amaros.
A etapa inicial começou com os visitantes travando o jogo com faltas. Em cinco minutos, três infrações da Luverdense não deixavam o Náutico avançar. A partida só teve o seu primeiro momento de perigo aos 14, quando Sassá deu uma bela assistência de cabeça para Crislan, sozinho na entrada da pequena área, chutar para fora. A partir deste lance, só deu Timbu, com três chances claras de abrir o placar na Arena Pernambuco.
Aos 28, o meia Vinícius fez uma linda virada de bola para Paulinho chutar por cima. Dois minutos depois, Sassá fez uma grande jogada pela direita, tabelando com o atacante Crislan e colocando no poste direito do goleiro Thomazella, que só olhou. Por fim, novamente Vinícius deu assistência, de letra, para Bruno Furlan, que avançou na grande área pela esquerda e arrematou. A bola passou a centímetros da barra visitante. Acuado, o Luverdense só deu um chute no primeiro tempo, com um arremate para fora de Misael, aos 42.
A segunda etapa repetiu a primeira, com a chance inicial sendo novamente do Timbu. O lateral Gaston Filgueira roubou a bola no meio de campo, avançou pela esquerda e bateu para fora. Aos 12 minutos, outra vez o Náutico acertou a trave dos mandantes. De falta, Vinícius carimbou o travessão de Thomazella. Sete minutos depois, o próprio meia invadiu a área e arrematou para boa defesa do goleiro alviverde.
A partir do meio da etapa final, o Luverdense conseguiu equilibrar as ações e levou perigo a meta alvirrubra. Na primeira chance, aos 28, Misael puxou um contra-ataque rápido, invadiu a área pela direita e tocou para Café, de frente para a barra, chutar a esquerda de Júlio César. O atacante ainda teve outra chance, mas tentou driblar o goleiro alvirrubro e perdeu a jogada. Quando os visitantes mais ameaçavam, o Timbu fez o gol salvador. Após cruzamento de Bruno Furlan, Sassá subiu mais que a zaga e estufou a rede de Thomazella. Com o tento, o atacante se tornou o maior artilheiro da Arena Pernambuco, com sete.

FICHA DO JOGO
 
Náutico
Júlio César; David (Rafael Cruz), Luiz Alberto, William Alves e Gaston Filgueira; João Ananias, Paulinho e Vinícius; Crislan (Renato), Sassá e Burno Furlan (Leleu). Técnico: Dado Cavalcanti.
Luverdense
Thomazella; Jean Patrick, Carlão, Paulinho e Edinho; Gilson, Júlio Terceiro, Samuel (Washington) e Felipe Alves (Café); Léo (Mateus Lima) e Misael. Técnico: Maico Gaúcho.
Local: Arena Pernambuco. Árbitro: Antônio Moraes de Sousa (PI). Assistentes: Rogério de Oliveira Braga (PI) e Nailton Júnior de Sousa (CE). Gol: Sassá, aos 35 min do 1ºT. Cartões Amarelos: Vinícius (N) e Jean Patrick (L). Cartões Vermelhos: Público: 1.566. Renda: R$ 78.060,00.

FONTE: JC ONLINE 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...