sexta-feira, 27 de abril de 2012

CONTOS DE VILA DOURADA: ANTÔNIA NO BANCO


Numa certa manhã, Antônia, filha do deputado Arinaldo, foi para um banco, sacar dinheiro. Mas, ao chegar lá, ela já não gostou da fila que viu. Eram várias pessoas na sua frente. Pegou uma senha e entrou, ficou aguardando a vez de ser atendida.

Mas Antônia começou a incomodar os que estavam perto dela. Ela dizia:
- Essa porcaria aqui não atende direito! Por isso não gosto de dinheiro! Só vim sacar porque tenho que sacar, senão, eu não queria!

Alguns ali a conheciam; um rapaz disse a outro:
- Essa aí é aquela filha do deputado. Ela não gira bem das cacholas, não...
- Ah, por isso... ela tá meio nervosa.

Antônia levantou-se e disse:
- Isso é uma demora! Bem que minha irmã Valéria diz que é pra quebrar os bancos, mesmo! Isso aqui é uma demora terrível! Que droga!!!!!!!

Um dos caixas disse:
- Moça, cale a boca, por favor!
- Cala a boca já morreu, quem manda na minha boca sou eu!

Só que para complicar, entraram no banco, Plácido, Osemar e Robson, emcapuzados e assaltando:
- Mãos pra cima! Isto é um assalto!

Todos entraram em pânico; Mas Antônia disse:
- Olha só, isso é uns amadores, mesmo... não sabem nem assaltar. Até pra roubar vocês tem que estar modernos, sabiam?
Osemar disse:
- Cala a boca, ninguém pediu sua opinião!

Mas Antônia pegou o revólver de Osemar e disse:
- Olha só! 38???? Isso é coisa do passado. Hoje, a turma usa fuzil AR-15, arma do Exército... Aliás, esse negócio de assaltar banco é coisa do passado, vocês não sabiam? Hoje em dia, a moda é estar no Congresso e praticar uns esquemas aí, não sabem?

Plácido disse:
- Essa mulher é doida!!!!!!

Os outros estavam preocupados. Um dizia:
- Essa doida vai terminar morrendo!
- Antes ela do que eu, imbecil!

Mas Antônia disse:
- Não sabem nem mexer nessa porcaria... olha só, o que eu descobri! A arma é de brinquedo! Vocês são crianças, é?

Robson disse:
- Vamos nos mandar, a doida já descobriu o nosso esquema!

Eles saíram correndo, mas acabaram presos. Antônia era aclamada como heroína, mas não sabia o por quê. Ela mesma não entendia o que havia acontecido.

Fonte: Blog Vila Dourada

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...