sábado, 17 de janeiro de 2015

Indonésia: porta voz confirma execução de brasileiro por tráfico



Da AFP

 / Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foi executado na madrugada do domingo (18), na Indonésia, às 15h30 deste sábado (17) pelo horário de Brasília, Marco Archer Cardoso Moreira, de 53 anos, preso há 11 anos na Indonésia por tráfico de drogas. Além dele, outros cinco condenados foram executados pelo mesmo crime: um indonésio e quatro estrangeiros de Vietnã, Nigéria, Holanda e Malauí. Todos foram mortos por fuzilamento.
Antes da execução, Marco esteve por cerca de uma hora com o advogado, com uma tia e com funcionários da Embaixada do Brasil em Jacarta.
Archer trabalhava como instrutor de voo livre e foi preso em agosto de 2003, quando tentou entrar na Indonésia, pelo aeroporto de Jacarta, com 13,4 quilos de cocaína escondidos em uma asa-delta desmontada em sete bagagens. Ele conseguiu fugir do aeroporto, mas foi localizado, após duas semanas, na ilha de Sumbawa. Archer confessou o crime e disse que recebeu US$ 10 mil para transportar a cocaína de Lima, no Peru, até Jacarta. No ano seguinte, foi condenado à morte.
Na sexta, o presidente indonésio, Joko Widodo, negou pedido de clemência feito pela presidenta Dilma Rousseff. O presidente Lula já havia enviado duas cartas pedindo clemência durante seu governo, enquanto Dilma enviou quatro.

FONTE: JC ONLINE  

Matéria original no link abaixo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...