quinta-feira, 10 de outubro de 2013

PARA CIRO GOMES, A CANDIDATA É MARINA, E NÃO EDUARDO


O ex-ministro Ciro Gomes (PROS-CE) voltou a fazer críticas ontem, em Fortaleza, à união do seu ex-partido (PSB) com a Rede Sustentabilidade da ex-senadora Marina Silva.
Ele disse não acreditar que o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, seja candidato a presidente da República com apoio de Marina Silva.
“Eu não creio que o que está sendo dito (pelo governador) seja verdadeiro. O Eduardo percebeu que o egotrip dele e a viagem pessoal ia afundar o partido e convidou a Marina para ser candidata e pediu, pedindo a ela uma transição retórica para preparar esta transição”, disse o ex-ministro, para quem o candidato desta aliança será a própria Marina que está melhor posicionada nas pesquisas de opinião.
Ciro, que na véspera chamada Eduardo e Marina de “dois zeros” alertou a presidente Dilma Rousseff para ter mais cuidado com seus adversários.
“Essa nova condição (a aliança do PSB com a Rede) obriga a presidenta Dilma a prestar atenção no serviço. E isso é bom para a política. Mas para este gesto surpreendente eu tenho a leitura de que Eduardo não é candidato e sim Marina”, concluiu.
 
BLOG DO INALDO SAMPAIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marília Arraes é recebida em Limoeiro por lideranças políticas

  Na noite desta quarta-feira 29 a pré-candidata ao governo de Pernambuco, Marília Arraes, do Solidariedade, esteve presente em Limoeiro, ao...