terça-feira, 15 de outubro de 2013

EDUARDO FOI O MAIOR BENEFICIADO COM A SAÍDA DE MARINA

Eduardo Campos foi o maior beneficiado com a saída da ex-ministra Marina Silva. Foto: Eduardo Braga/SEI
Eduardo Campos foi o maior beneficiado com a saída da ex-ministra Marina Silva. Foto: Eduardo Braga/SEI
O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), foi o maior beneficiado com a saída da ex-ministra Marina Silva, fundadora da Rede Sustentabilidade, da disputa pela Presidência da República. Segundo dados do Instituto Datafolha, publicados hoje em correção do jornal Folha de S. Paulo, o socialista herdou 32% das intenções de voto que seriam dadas à ex-verde, que se filiou recentemente ao PSB para apoiar Eduardo.

O segundo maior contingente dos votos que seriam da ex-senadora, no cenário em que ela não disputaria a eleição, é descrito como nulo. Ao todo, 23% do total. Candidata à reeleição, Dilma ficaria com 22% dos eleitores marineiros, não com 42%, como diziam a reportagem e o infográfico publicados no último domingo pela Folha. Já o senador tucano Aécio Neves (MG) herda 16% dos eleitores de Marina, não 21%.

Um dado curioso da pesquisa diz respeito à possibilidade de Aécio Neves ser substituído pelo ex-governador de São Paulo, José Serra (PSDB). Nesse caso, ele e não Eduardo, herdaria a maior fatia dos votos que seriam dados a Marina Silva. O tucano fica com 33% dos que manifestavam voto na ex-ministra. Campos viria logo atrás, com 28%. Outros 18% optam pelo voto em branco, nulo ou em nenhum candidato. Dilma fica em último lugar com 17%.

De acordo com a pesquisa, no cenário mais provável, Dilma Rousseff teria 42% das intenções de voto, contra 21% de Aécio Neves e 15% de Eduardo Campos. 

Fonte: Diário de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...