quinta-feira, 17 de outubro de 2013

LULA E DILMA SINALIZAM APOIO A ARMANDO MONTEIRO EM 2014

Foto: Agência Brasil
Pré-candidato ao governo do Estado em 2014, o senador Armando Monteiro (PTB) já recebeu a sinalização, de gente do PT, que a presidente Dilma Rousseff (PT) e o ex-presidente Lula (PT) estão dispostos a apoiá-lo nas eleições do próximo ano. Além dos dois grandes líderes do PT, outros parlamentares do partido também teriam indicado a preferência por apoiar a candidatura Armando. A expectativa é que o PTB forme uma coligação com o PT em Pernambuco, para construir o palanque da presidente Dilma Rousseff (PT). Na disputa pela reeleição, Dilma deve disputar a Presidência com o governador Eduardo Campos (PSB).

Por enquanto, porém, a ordem dos petebistas é esperar por uma definição do próprio PT. Cinco tendências do partido já deixaram a gestão do governador Eduardo Campos (PSB) no último final de semana. Dentre as correntes estão a Construindo um Novo Brasil (CNB), liderada por Lula em nível nacional e ligada no Estado ao senador Humberto Costa (PT) e aos deputados federais João Paulo (PT) e Pedro Eugênio (PT), que preside estadualmente o PT.

No partido que está dividido desde a eleição de 2012, porém a entrega dos cargos gerou mais problemas internos. O grupo ligado ao ex-prefeito do Recife João da Costa (PT), que disputa com a CNB a hegemonia dentro do PT,  atacou a decisão de entregar os cargos. Eles ainda mantém indicados no Estado e na PCR; incluindo o presidente do PT do Recife, Oscar Barreto, que é secretário-executivo de Agricultura de Pernambuco.
Para João da Costa, decisão de parte do PT em deixar Governo do Estado foi irresponsável

Na sexta-feira (18), uma comissão do PT pernambucano vai se reunir com a Executiva Nacional da legenda para apresentar a situação do Estado e bater o martelo quanto a permanecer ou não nas gestões do PSB. Segundo apurou o Blog de Jamildo, um grupo de deputados federais esteve reunido com Lula e o presidente nacional do PT, Rui Falcão, há uma semana. Eles pediram ao partido para adotar uma postura mais independente em relação à Eduardo, deixando a gestão socialista em até 15 dias.

O PTB, que em Pernambuco é presidido pelo senador Armando, entregou os cargos que possuia no Governo estadual e na Prefeitura do Recife na última sexta-feira (11). No início desta semana, deixou também as vice-lideranças dos governos do PSB na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) e na Câmara do Recife. Apesar disso, o discurso não é de ir para a oposição, mas de ter independência para construir o cenário de 2014.
PT de Pernambuco deve entregar, em 15 dias, cargos no governo do Estado

Dentro do PT, há quem dê como certo que a conjuntura de 2014 deve ser construída junto com o PTB. A alternativa ao apoio de Armando é que o PT lance uma candidatura própria para favorecer a construção de um segundo turno contra o candidato do Palácio. Ex-prefeito do Recife, o deputado federal João Paulo é apontado nos bastidores do PT como o mais entusiasmado defensor do apoio ao PTB.

Fonte: NE10

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...