quarta-feira, 3 de junho de 2015

O prefeito Eduardo Tabosa irá representar a CNM no Fórum dos Prefeitos


Na próxima quinta-feira, 4 de junho, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) irá representar os entes federados no Fórum de Prefeitos da União Europeia, América Latina e Caribe. O evento, que será realizado em Bruxelas, na Bélgica, busca discutir o papel dos governos locais na adaptação e redução dos impactos ocasionados pelas mudanças climáticas.
Após os debates, estão previstos dois encaminhamentos. O primeiro deles é uma declaração conjunta do encontro para embasar as reuniões da Cúpula de Chefes de Estado da União Europeia e a Celac, previstas para a semana do dia 8 de junho. O documento também servirá de apoio para a Conferência das Partes da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP21).
Quem irá representar a Confederação no Fórum de Prefeitos é o secretário-geral da CNM, Eduardo Tabosa Júnior. Ele, que é gestor do Município de Cumaru (PE) e também ocupa o cargo de tesoureiro da Associação de Municípios de Pernambuco (Amupe).
Para a CNM, o engajamento das lideranças municipais é fundamental para construir acordos internacionais compatíveis com a capacidade de cada país. Porém, com maior poder de alcance.
Cúpula UE-CELAC
As reuniões entre a UE e a Celac acontecem a cada dois anos. A primeira cúpula birregional foi realizada em Santiago, no Chile, em 2013. Nesta reunião, foi lançada a Declaração de Santiago, que descreve os contornos de uma parceria estratégica entre os dois blocos e um plano de ação.
A segunda cúpula UE-Celac será realizada em Bruxelas nos dias 10 e 11 de junho deste ano e terá como tema: ”Construir o nosso futuro comum: trabalhar para criar sociedades prósperas, coesas e sustentáveis para os nossos cidadãos”. Será também uma oportunidade para aprofundar o diálogo político sobre iniciativas orientadas para os cidadãos em termos de inovação para o crescimento sustentável, educação, segurança e alterações climáticas.
COP21
Mudanças climáticas também será o tema da COP21, que ocorrerá em Paris, entre novembro e dezembro deste ano. A proposta do evento é discutir a estabilização da concentração de gases do efeito estufa na atmosfera em níveis que evitem a interferência perigosa com o sistema climático. Espera-se chegar a um acordo global sobre o tema, para entrar em vigor em 2020. Esse novo acordo deverá substituir o Protocolo de Kyoto, de 1997.
FONTE: BLOG CONEXÃO CUMARU 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...