segunda-feira, 15 de abril de 2013

PARCERIA ENTRE UFRPE E PREFEITURA DE LIMOEIRO OFERECE INCLUSÃO DIGITAL NA ZONA RURAL


Em parceria com a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), a prefeitura de Limoeiro implantou na Fazenda Jucá, Comunidade de Esperança, na Zona Rural de Limoeiro, um Centro de Inclusão Digital. A ação faz parte do projeto Inclusão Digital para Firmação da Cidadania e Protagonismo da Juventude de Limoeiro, desenvolvido por universitários do curso de Ciências Sociais.
Os estudantes da UFRPE aprovaram um edital pelo Ministério das Comunicações com o grupo COMUDI, firmaram a parceria com a prefeitura e iniciaram a execução do projeto que, em Limoeiro, conta com 25 máquinas interligadas com a internet, além de inúmeros programas de informática. O projeto tem como foco a pesquisa de extensão de jovens da zona rural, consequentemente com a preparação estudantil e profissional, inclusive com experiências nos municípios de Serra Talhada e Caruaru.

De acordo com a universitária Emília Lyra, uma das oficineiras do projeto ao lado dos colegas Felipe Souza e Camila Borges, a inclusão digital dos jovens moradores da zona rural atende a uma faixa etária entre 14 e 17 anos com encontros semanais. “Desenvolvemos diversas oficinas dentro do projeto, a exemplo de rádioweb, blogs, fotografias, teatro, produções animadas, inclusão digital, entre outras atividades”, explicou Emilia.

Atualmente, o projeto atende a 25 jovens e adolescentes das comunidades de Campina de Duas Pedras e Esperança. Segundo Emilia, essa é a primeira turma do projeto formada em Limoeiro. “Mas o nosso objetivo é ampliar com uma previsão de mais duas turmas em áreas diferentes no município”, adiantou. Ela ainda contou que a indicação do município partiu do limoeirense Tiago Correia, que também integra o projeto de pesquisa da universidade.

Parceria – A prefeitura de Limoeiro tem garantido todo o deslocamento dos oficineiros, além da estrutura física do prédio e a disponibilidade dos computadores. “As pessoas que moram na zona rural pela natureza da distância elas vivem excluídas desse tipo de comunicação. Vamos trabalhar e unir forças para que possamos ampliar o projeto e atender outros jovens com essa ferramenta que é tão importante chamada de inclusão digital”, disse o prefeito Ricardo Teobaldo.

A aluna Margarida Lima, 17 anos, é uma das mais motivadas com o curso. “Antes não tínhamos oportunidades. Essa surgiu e vamos aproveitar. Quero meu currículo mais forte e para isso não vou desistir. Os outros jovens que ainda não vieram digo que aproveitem, pois essa oportunidade pode não aparecer novamente”, alertou Margarida, que residente na Comunidade de Esperança.
Confira mais fotos:





 

Departamento de Imprensa | Imagens Valdir Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...