terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Ex-governador do Distrito Federal tem direitos políticos suspensos por quatro anos

O ex-governador José Roberto Arruda e o ex-secretário de Esportes e Lazer Agnaldo Silva de Oliveira tiveram seus direitos políticos suspensos pelo juiz da 1ª Vara de Fazenda Pública do DF. Eles também foram sentenciados a multa civil, proibição de contratarem com o Poder Público e perda de eventual função pública durante o julgamento da condenação.

A ação civil de improbidade administrativa que foi proposta pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios diz respeito a uma contratação na partida amistosa entre as seleções de Brasil e de Portugal, que ocorreu em 19/11/08, e teria sido feita de maneira irregular.

Arruda terá seus direitos políticos suspensos por quatro anos e Oliveira por três. A multa será 50 vezes o valor que recebiam na época do contrato, além da correção monetária do IPCA-E e juros. 

Segundo o juiz, foram gastos R$ 9 milhões sem nenhuma preocupação em atender as orientações jurídicas. Ainda cabe recurso da decisão.


Do Correio Brasiliense - Sulanca News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marcelo Motta declara apoio à Marília Arraes

  Ex-vice-prefeito de Limoeiro, Marcelo Motta (Avante) é mais uma liderança a declarar apoio à pré-candidatura de Marília Arraes (SD). Mot...