segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Entenda a Polêmica do Brasileiro de 1987

Sport, único campeão brasileiro de 1987 (Foto Google)
Já se passaram 27 anos. Mas a polêmica ainda continua. O Flamengo, semana passada, entrou com um pedido na FIFA denunciando o Sport por ter acionado a Justiça Comum, o que seria proibida pela entidade que rege o Futebol do Mundo, no caso do CAMPEONATO BRASILEIRO DE 1987. O Flamengo se considera campeão daquela temporada, do mesmo modo que o Sport. O Blog LIMOEIRO NEWS traz pra você os detalhes do que aconteceu naquele ano, pois alguns podem ainda não saber o que realmente ocorreu.

Até 1986, o Campeonato Brasileiro era inchado. Só pra se ter uma idéia, no Brasileirão de 1979, tivemos nada menos que 94 clubes participando do certame. Em 1986, haviam sido 40 clubes.

Foi quando os treze maiores clubes do Brasil se juntaram para formar o famigerado CLUBE DOS TREZE. São eles: Flamengo, Vasco, Botafogo, Fluminense, Palmeiras, Corinthians, Santos, São Paulo, Atlético/MG, Cruzeiro, Grêmio, Internacional e Bahia. Eles pretenderam entre si um campeonato que teria 16 clubes, um certame mais enxuto. Os três clubes convidados foram os campeões de Goiás, do Paraná e de Pernambuco, respectivamente, Goiás, Coritiba e Santa Cruz.

Acontece que com o apoio da CBF, outros grandes clubes da época protestaram, entre eles, o Sport, o Guarani, a Portuguesa, o Náutico, o Vitória, o Atlético/PR, o América/RJ, o Bangu, o Criciúma, entre outros, pois haviam sido excluídos de um campeonato sem o menor critério. Basta dizer que o Guarani havia sido vice-campeão brasileiro de 1986 e o Bangu, vice-campeão brasileiro de 1985. O América/RJ foi o quarto lugar no Brasileiro de 1986. Por que estariam eles de fora?

A solução encontrada pela CBF para o conflito, foi viabilizar um regulamento: Criação dos Módulos Verde, Amarelo, Azul e Branco. O Verde e o Amarelo seriam equivalentes à Série A, e o Azul e o Branco, equivalentes à Série B.

Houve uma reunião com todos os clubes participantes e todos os clubes assinaram o regulamento. Haveria um Módulo Verde (formado pelos membros do Clube dos Treze e mais o Goiás, Santa Cruz e Coritiba) e o Módulo Amarelo, formado pelos demais clubes. Os dois melhores de cada módulo deveriam fazer um cruzamento para definir o campeão brasileiro daquela temporada.

O Flamengo foi o campeão do Módulo Verde, e o Internacional, o vice. Já o Sport foi o campeão no Módulo Amarelo, e o Guarani foi o vice. Entretanto, Flamengo e Internacional, alegando já serem campeões da "1ª Divisão", se recusaram a jogar o quadrangular com Sport e Guarani, times da suposta "2ª Divisão". Sport e Guarani venceram por W.O. e se classificaram para a final, onde o time da Ilha do Retiro foi o campeão brasileiro. Mas a guerra apenas começou.

O Sport e o Guarani ganharam o direito de disputar a Taça Libertadores de 1988. Entretanto, o Flamengo, inconformado, e apoiado pela Rede Globo (FLAMENGUISTA), iniciou sua guerra jurídica, mas que acabou perdendo em todas as instâncias. Essa é a polêmica que vez por outra, o Flamengo e a Globo insistem em ressuscitar.

Alguns questionamentos precisam ser levantados para quem defende o título do Flamengo. Eles alegam que o Sport jogava uma "2ª Divisão". Como explicar a presença na "2ª Divisão" do Guarani, que foi o vice-campeão brasileiro de 1986? Ou seja, como o time que foi o segundo melhor time brasileiro poderia jogar uma Série B no ano seguinte? Qual o critério usado para que o Guarani fosse o participante de uma "2ª Divisão"?

Pelo regulamento Brasileiro de 1986, alguns clubes deveriam ser rebaixados, entre eles, o Botafogo e o Coritiba. Como explicar a presença de ambos na suposta "1ª Divisão" de 1987?

Se o Flamengo foi o campeão de 1987, por que ele não ganhou em 1992, a Taça das Bolinhas, que seria dado ao primeiro clube penta ou tri-campeão consecutivo? Essa Taça só viria a ser dada ao São Paulo, em 2007, quando foi penta campeão de forma legítima. Se o Flamengo foi o campeão de 1987, por que não disputou a Libertadores de 1988, ao lado do Internacional, o suposto vice?

É verdade que os times do Módulo Verde eram muitos melhores e mais fortes que os do Módulo Amarelo. É verdade que enquanto o Módulo Verde reunia os times mais fortes do Brasil, o Módulo Amarelo tinha time mais modestos. É verdade que o Sport não enfrentou essas grandes equipes do Sul do País, mas estava pronto para enfrentar o Flamengo e o Internacional, assim como o Guarani. Foram eles quem não quiseram. Mas o que também é verdade é que o Módulo Verde foi montado pelo Clube dos 13, enquanto o Módulo Amarelo reuniu os times "descriminados" pelos grandes.

Para o Sport, a CBF, o STJD, a FIFA, é caso encerrado. Mas para o Flamengo e a Rede Globo não. O Flamengo não precisa disso. É um grande clube do futebol brasileiro, com conquistas de causar inveja aos rivais e orgulhar sua torcida, a maior do país. É dono de cinco títulos brasileiros (1980, 1982, 1983, 1992 e 2009), possui ainda três Copas do Brasil (1990, 2006 e 2013). Tem ainda 1 Copa dos Campeões (2001), 1 Libertadores (1981) e 1 Mundial (1981). Ainda é um dos poucos clubes brasileiros que jamais foi rebaixado. Mas a diretoria do clube carioca insiste em enganar sua torcida com uma conquista que não teve. Consideramos a torcida apaixonada do Flamengo vítima de um engano, proporcionado principalmente pela principal emissora do país, flamenguista roxa, e pela diretoria do clube, que insiste numa história que já deveria ter terminado há muito tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...