segunda-feira, 14 de abril de 2014

Eduardo Campos lança sua pré-candidatura à Presidência hoje em Brasília

 / Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O ato de lançamento da pré-candidatura da chapa presidencial PSB/Rede do ex-governador Eduardo Campos, na cabeça, e da ex-senadora Marina Silva, na vice, hoje, em Brasília, será o pontapé para as andanças da dupla pelo País. O evento acontece a partir das 14h, no Salão Azul do Hotel Nacional, com capacidade para mil pessoas. Aliança sacramentada em outubro do ano passado, as pré-candidaturas de Eduardo e Marina serão oficializadas na convenção do PSB dia 10 de junho. Antes, porém, os dois terão uma agenda ocupadíssima, com a meta de percorrer quase 90 cidades, concentradas principalmente no Sul e Sudeste.

A abertura do ato, que está sendo chamado de “político-cultural”, será feita pelo pianista Arthur Moreira Lima, num recital de uma hora. Em seguida, será veiculado um vídeo do ator Marcos Palmeira. O poeta pernambucano Antônio Marinho, figura sempre presente em atos políticos do PSB, também se apresentará.
Após as intervenções culturais, começa o ato político, no qual estão programados para falar primeiro o ex-governador Eduardo Campos e depois Marina Silva, anunciada oficialmente na chapa como vice. De acordo com o deputado federal Júlio Delgado, presidente do diretório do PSB de Minas Gerais, a ex-senadora, quase um mito pelos seus quase 20 milhões de votos na eleição presidencial de 2010, será a estrela.
“Marina vai discursar e deve ser o momento mais emocionante, para pontuar que ela é a vice. O tom é mais para valorizar Marina”, disse. Na mesa, estarão os presidentes dos outros partidos que compõem a aliança, PPL e PPS. Não é certo, porém, que eles irão discursar.
O ato será transmitido ao vivo pelo site da Fundação João Mangabeira, do PSB. Às 17h30, Eduardo e Marina participam de um chat, respondendo perguntas enviadas ao longo da semana por internautas.
Júlio Delgado diz que o ato inaugura uma nova fase, a do corpo a corpo. Pouco conhecido no Sul e Sudeste, Eduardo participará de agendas de rua em cidades com mais de 200 mil habitantes. A ideia é que Marina esteja ao lado dele, mas as agendas estão sendo elaboradas por equipes distintas.
Delgado conta que está programada a ida de Eduardo a Minas dias 3 e 5 de maio, onde recebe o título de cidadão em Belo Horizonte e em Contagem e participa de uma feira do setor da agroindústria especializado em carne bovina, em Uberaba.
A repercussão do ato de Brasília é tão grande em Pernambuco que os voos para a capital federal, hoje, se esgotaram. Sem conseguir passagem para hoje, o pré-candidato ao governo do Estado, Paulo Câmara, viajou no fim da tarde de ontem. O presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, disse que as lideranças socialistas no Estado desembarcarão em peso em Brasília. “Irão as principais lideranças do PSB e dos partidos que compõem a Frente Popular. Deputados, prefeitos, vereadores”.
Entre os políticos de outros partidos, ele citou a ida do deputado federal Inocêncio Oliveira (PR) e nomes do PDT, que nacionalmente aprovou indicativo de apoio à presidente Dilma Rousseff (PT), como o prefeito de Caruaru, José Queiroz, e o presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Uchoa.

FONTE: JC ONLINE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...