quarta-feira, 19 de setembro de 2012

CASO MICAEL ABNER: PROTESTO É REALIZADO NO RECIFE

Na manhã / tarde desta terça-feira (18), foi realizada na capital pernambucana o segundo protesto com o intuito de chamar a atenção da Justiça pelo caso de Micael Abner, o bebê de 2 meses que morreu no dia 31 de março após 5 paradas cardíacas, pela demora no atendimento.


O pai da criança, Josimar Fontes (de branco) concede entrevista à TV Tribuna, TV Clube e Folha de Pernambuco.


Joseane Lourenço Luna, a mãe de Micael Abner.


O protesto percorreu algumas ruas do Recife.


Assim como aconteceu em Vitória de Santo Antão, balões pretos representando o sopro de vida da criança e o luto, foram espalhados na frente da sede do Plano Ideal Saúde.


A criança teve infecção urinária no início do ano, mas pela demora no atendimento, a infecção acabou ficandi generalizada. A Casa de Saúde Santa Efigênia exigiu cheque-caução, e o Plano Ideal Saúde teria negado os procedimentos para internarem a criança, alegando carência.



O protesto foi realizado na Sede do Ideal Saúde, no Recife. Josimar Fontes e Joseane Lourenço Luna, os pais da criança, organizaram o protesto, que antes de chegar à sede, percorreu algumas ruas do centro do Recife, chamando atenção de todos que estavam presentes.

Quando o protesto já estava quase no final, surgiram mais denúcias contra o Plano Ideal Saúde. Uma senhora que passava por ali também reclamou que não estava conseguindo atendimento. Por fim, Joseane também leu mais denúncias contra o Plano: um médico que é conveniado desse plano teria dito que "tem vergonha" do que a empresa está fazendo e que se se solidariza com a família de Micael Abner. Uma dentista também acusou o Plano de escravizar os funcionários, fazendo-os trabalhar mais horas do que podem trabalhar.


Cartazes pediam justiça.






Algum tempo depois, apareceu ali no protesto uma outra senhora, que também perdeu uma filha por conta de negligência de um outro plano de saúde. Como aconteceu no protesto do dia 9 de junho em Vitória de Santo Antão, onde a família reside, a sede do Plano Ideal Saúde estava fechada e cercada de seguranças.

O Plano Ideal Saúde distribiu ali mesmo um comunicado, dizendo que "lamenta o que a família está passando, mas que todos os procedimentos foram realizados, entretanto, os direitos da criança haviam chegado ao limite, e que eles estariam sendo vítima de uma campanha difamatória, pois eles têm dez anos de credibilide no mercado." alegou a citada carta.

A família já está planejando o terceiro protesto, que vai acontecer na frente da Casa de Saúde Santa Efigênia, em Caruaru.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...