quinta-feira, 6 de outubro de 2011

GALPÃO NA SEMANA DA CRIANÇA

Galpão das Artes apresenta espetáculo infantil na semana da criança e contempla Limoeiro e Orobó


A Cia de Teatro Enlassos nasceu em janeiro de 2010, na Escola de Teatro Martins Pena, onde os dois componentes da companhia são formados. Em seu primeiro trabalho “Assim me contaram, assim vou contando”, eles trabalharam a arte do clown contador de histórias. O espetáculo infantil "Assim me contaram, assim vou contando..." estará em cartaz no Pontinho de Cultura Galpão das Artes a partir do dia 10 até o dia 14 de outubro, no auditório jornalista Cristiano Donato. A trama está centrada em dois palhaços, Pitomba e Severino, que revivem algumas histórias usando muita música. Durante o exercício de lembrar o passado, eles encontram o vento Ventinho, a centopéia Dorotéia e a galinha Galinhola.

Para cada dia da manhã um coletivo assistirá ao espetáculo, que são: Luluzinha e Colégio Pentágono (10), Regina Coeli (11), 3º Milênio (13) e AABB Comunidade (14). As apresentações acontecerão sempre às 10h e o valor do ingresso é único: R$ 5. E na terça-feira (11), excepcionalmente em Orobó haverá uma sessão com apoio da Cia. de Teatro Manoel Ferreira, no clube municipal da cidade, às 16 horas. O espetáculo faz parte do repertório da Cia. Enlassos que tem no elenco os atores Márcio Fecher e Mayara Millane.

Sinopse - Intitulado “Assim me contaram, assim vou contando ... “, o espetáculo narra as aventuras de Ventinho que é um vento muito alegre e serelepe. Brinca com as nuvenzinhas, seca roupa no varal. Todo mundo gosta dele. Mas será que ele consegue impedir a chuvarada que pode acabar com a festa da criançada? Dorotéia, a centopéia é cheia de amigos e vive num lugar muito bonito. De repente ela começou a tratá-los mal e ser muito resmungona. Seus amigos, sem entenderem o que estava acontecendo, decidiram ajudá-la.

Já Galinhola é uma galinha muito especial,decidida e corajosa. Em seu coração não há lugar para o rancor. Ela demonstra tudo isso no dia em que ladrões tentaram roubar Seu Zé, o dono do galinheiro. E a história da noite? Alguém já ouviu falar como a noite foi criada? E tem também o Zé da Lasca, um poeta popular que vive por aí a recitar poesias. Essas histórias são contadas por dois palhaços que utilizam de vários elementos orais, cênicos e musicais para torná-las mais envolventes e encantadoras. Mais informações pelo endereço eletrônico: www.assimmecontaram.blogspot.com. (Imagem Divulgação)

Blog do Agreste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...