quarta-feira, 6 de julho de 2011

LAPON, RUMO A VITÓRIA DE SANTO ANTÃO

LAPON, Rumo a Vitória de Santo Antão


O laboratório farmacêutico, Lapon Química e Natural, que tem a visão de ser referência Norte e Nordeste em qualidade, inovação e produção de medicamentos fitoterápicos e complementos nutricionais, foi fundado no ano de 1990 na cidade de Limoeiro, com a missão de produzir medicamentos a partir das plantas medicinais da região, agregando conhecimento e tecnologia nas várias etapas de produção. Valores como: crescimento profissional da equipe, foco no cliente, Relações éticas, capacidade de criar, inovar e evoluir e responsabilidade Sócio-Ambiental, foram os que fizeram com que, ao longo dos anos, o laboratório conquistasse presença indispensável no mercado farmacêutico brasileiro.A busca incansável da valorização da matéria prima regional e a mão de obra dos pernambucanos têm levado ao alto grau de qualidade dos produtos, garantindo aos clientes: eficácia, eficiência e efetividade.

A inovação em produtos, processos e controles são marcas da empresa, que nos últimos anos, obteve dignos reconhecimentos do mercado e da crítica especializada: com merecido destaque entre as empresas do setor, por ser o Laboratório, do seu porte, mais premiado em Pernambuco, recebeu os prêmios Destaque/SEBRAE, 2003 e 2004, e medalha do mérito industrial/ FIEPE EM 2005;por desenvolver programas sociais na cidade de Limoeiro, em 2007 foi escolhida pelo SEBRAE- PE, Empresa Cidadã. Além disso, já foi contemplado com prêmio Qualidade no Trabalho/SESI, em 2008. Em janeiro, seu diretor-presidente que é também farmacêutico, recebeu a medalha do Mérito Farmacêutico, a maior comenda profissional do Estado de Pernambuco, pelo Conselho Regional de Farmácia.

Assim como, muitas dificuldades imprevistas tiveram de ser enfrentadas, mas apesar de tudo, o Lapon seguiu buscando o seu lugar no mercado, investindo alto em tecnologia, conquistando novos espaços e acreditando, sobretudo, no ser humano.Um fato que merece destaque foi a ampliação na linha de produtos, pois atualmente oferece ao mercado, além de produtos fitoterápicos, homeopáticos, farmacopéicos, medicamentos alopáticos e complementos nutricionais, com uma profunda atuação em todo o País. Vem praticando com plena eficiência as Boas Práticas de Fabricação para produtos farmacêuticos, preconizadas pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), garantindo sempre produtos de elevada qualidade, atendendo com eficiência as expectativas dos seus clientes, razão maior do seu sucesso.

Atualmente, a empresa produz medicamentos alopáticos, homeopáticos e fitoterápicos e projeta trabalhar com cosméticos de alta tecnologia. Entre os produtos, pode-se destacar o COMBECÊ, polivitaminas com grandes quantidades de Ferro; COLEGORICO elixir, fitoterápico a base de belladona, primeiro produto com essa formulação registrado na ANVISA.A capacidade criativa; desenvolvimento de novas tecnologias; parcerias com instituições científicas; empresa enxuta (sustentabilidade financeira); desenvolvimento de tecnologias limpas e respeito ao meio ambiente, são os pontos fortes do Lapon.A empresa dispõe de uma moderna estrutura em controle de Qualidade, tanto físico-químico quanto microbiológico. Os processos são de acordo com as mais recentes normas, o que garante produtos de qualidade. Há ainda um setor de Garantia da Qualidade que proporciona suporte a todos os processos produtivos.Após a construção da unidade em Vitória de Santo Antão, prevista para ser iniciada em 2011, após aprovação final do projeto na ANVISA, haverá grandes chances de exportação, principalmente para Europa.
“A construção da LAPON em Vitoria, se dará em 3 etapas e, esperamos no final da 3ª etapa contar com 250 colaboradores diretos. Mas, a grande vantagem que traz uma empresa como a LAPON para a cidade é que ela vai precisar processar plantas medicinais no seu parque fabril e essas plantas serão fornecidas por agricultores locais que passarão a cultivar diversas plantas, principalmente as regionais, o que vai gerar emprego e renda também no campo”, disse Renato Celso, diretor-presidente do Lapon.
Estão sendo criando produtos com perfil exportador e a grande aceitação são os produtos oriundos da própria flora, com isso, os produtos feitos em Vitória serão iniciados na zona rural da cidade, e processados na Lapon, por farmacêuticos de Vitória de Santo Antão.Sobre a perspectiva de resultados no município da Vitória, Renato disse que vai aprofundar ainda mais o aspecto tecnológico. “Estamos firmando convênios e parcerias com outras instituições para trabalharmos com o que há de mais moderno nos setores de fármacos e cosméticos naturais, faremos uso da biotecnologia e da nanotecnologia, tecnologia de ponta, aliada aos extratos das plantas regionais”, afirmou ele.

“O Prefeito Elias ficou sensibilizado com nosso apelo em ter no município uma indústria farmacêutica, pois o segmento tem uma grande importância no fomento de tecnologia e, conseqüentemente, nova formas de empregabilidade. No município já existe uma boa faculdade de farmácia, faltava então a instalação de uma indústria farmacêutica que poderá treinar e empregar boa parte dos farmacêuticos do município”, destacou.
Outra característica que o diretor fez questão de salientar, foi que o prefeito se entusiasmou bastante com o fato de as ervas processadas na indústria serem em quase toda totalidade plantadas na região, portanto, a geração de renda na zona rural será tão importante quanto os empregos gerados no seio da Indústria.

“Com essa visão futurista o prefeito Elias nos mostra como um grande estrategista e que governa o município hoje com olhos para o futuro. Ele entendeu que uma indústria farmacêutica do projeto a execução leva mais tempo que outras indústrias de outros segmentos, visto que há um número maior de licenças para serem providenciadas e o tipo de construção também requer maior controle, além da qualidade da água e outros fatores”, concluiu.
Fonte: (Gazeta do Estado)
Foto: (Edvaldo Carvalho)
 
Blog Coisas da Vida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...