sábado, 4 de fevereiro de 2012

EDUARDO QUER PSB E PT UNIDOS EM SURUBIM

Eduardo Campos quer unir adversários em Surubim

As declarações do governador Eduardo Campos sobre a possível união do PSB e PT, partidos adversários em Surubim, foram destaque no caderno de política na edição do Jornal do Commercio deste sábado (4). Confira o texto na íntegra:


Em Surubim, Eduardo tenta unir PSB e PT

AGRESTE Grupos locais, rivais, dividem o palanque

Débora Duque
dduque@jc.com.br

Detentor de uma base de apoio ampla e eclética no Estado, o governador Eduardo Campos (PSB) enfrentará mais uma vez, nas eleições municipais, o desafio de administrar as rixas locais, evitando maiores desgastes à Frente Popular. E na missão de costurar alianças onde for possível, o socialista tratou de pregar, ontem, a unidade política em Surubim, onde inaugurou uma Academia das Cidades e assinou a ordem de serviço para a restauração de trecho da PE-90.
O município do Agreste vive um caso peculiar. Lá, tanto o atual prefeito, Flávio Nóbrega, como o vice, Túlio Vieira, pertencem ao PT e, curiosamente, têm o PSB, do governador Eduardo Campos, como seu maior adversário na cidade. Em Surubim, os socialistas estão sob a liderança do grupo ligado a Danilo Cabral, secretário das Cidades e fiel escudeiro do governador. E, apesar dos altos índices de aprovação da gestão eduardista, a candidata do PSB, na última disputa, Ana Célia Cabral, foi derrotada pelo atual prefeito por uma margem considerável de votos. Ao lado de Adalberto Farias (pai de Danilo) e Nilton Mota, ela é uma das possíveis representantes do partido na próxima eleição.
A incógnita é se, desta vez, petistas e socialistas compartilharão a mesma chapa na cidade. Ontem, pelo menos, todos subiram no mesmo palanque, em nome do governador que, ao longo de seu discurso, chegou a “brindar”” a unidade, afirmando que só ela dará “força a Pernambuco””. Após o evento, Eduardo não escondeu sua vontade de que os dois partidos caminhem juntos. “Respeito as divergências locais, mas acho que já foram maiores. E como acredito no diálogo e na boa vontade das pessoas, se eles pudessem estar juntos, eu ficaria muito feliz”, disse.
A disposição pela dobradinha PT-PSB também foi demonstrada, publicamente, pelo prefeito Flávio Nóbrega (PT). ”Não podemos ir na contramão da política. Não se pode subestimar um governador com 80% de aprovação”, discursou o gestor, que deve indicar o vice Túlio Vieira para sucedê-lo.
Mas a união com o PSB é vista com receio por alguns petistas locais, que não desejam entregar a prefeitura – uma das oito administradas pelo partido no Estado – ao grupo de Danilo Cabral. A composição com os socialistas, no entanto, é tida como inevitável” devido à influência que o governador poderá exercer na corrida eleitoral. A informação é de que a cúpula do PT estadual – especialmente o senador Humberto Costa e o secretário de Governo, Maurício Rands – apoiam a união com o PSB em Surubim. Só não se sabe se o PT está disposto a ceder a cabeça de chapa para o PSB no município ou se os socialistas se contentariam em ocupar a vice na chapa.

Rádio Integração FM Surubim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...