quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

LIMOEIRO NO JANEIRO DE GRANDES ESPETÁCULOS COM O GALPÃO

Conto do espertalhão em espetáculo no Janeiro de grandes espetáculos em 2012

Nem todo esperto se dá bem no final dessa peça
A montagem teatral A Inconveniência de Ter Coragem do Pontinho de Cultura Galpão das Artes, de Limoeiro, no agreste setentrional, distante 77 km é uma opereta regional. Com texto de Ariano Suassuna e apresentando o primeiro ato da obra  A Pena e a Lei  a trupe limoeirense tem corrido Pernambuco e o nordeste.  Recentemente estiveram no Ceará em um festival de Aracati. Pois, há cinco anos atrás estiveram em Portugal, circularam pelo nordeste e também aportaram no Rio de Janeiro, João Pessoa, Aracaju , Arapiraca – AL e Macau, no Rio Grande do Norte.
 A dramaturgia vem de 1959, A Pena E A Lei, peça em três atos que Ariano Suassuna juntou em uma só. Com base no teatro de mamulengos, nas histórias populares de cantadores nordestinos e nos bonecos brincantes, mesclam-se, no texto, auto, sátiras de costumes e farsa. Em A Pena e a Lei, Ariano Suassuna traz, à luz da ficção, um Nordeste autêntico, regional, popular, universal, erudito, metafísico, religioso, grotesco e sensível, satírico e dramático, sob ritmos diversos: cantorias, xaxado, baião... Tais aspectos bebem nas fontes da tradição medieval.
  Talvez seja a obra mais ambiciosa do autor, na medida em que é uma síntese de contos populares e de exigente inspiração erudita, Commedia dell'Arte e auto sacramental, sátira de costumes e arguta mensagem teológica, divertimento nordestino e proposição de alcance genérico, história concreta e vôo para regiões abstratas, mamulengo e metafísica - enfim uma verdadeira súmula do teatro.
            Mas, a dramaturgia escolhida pelos limoeirenses tem suas especificidades. Encenado com atores  sugerindo  mamulengos, em gestos  rápidos, nesse espetáculo, fundem-se o mítico, o imaginário popular, o trágico, o cômico e a antitética relação entre a frouxura e a coragem. A coragem é coisa improvável e carga pesada neste mundo de surpresas e disparates. Assim, o contexto da coragem está configurada nas artimanhas, farsas e engodos de Benedito, ao traçar e executar um plano para conquistar Marieta, enfrentando seus rivais. Benedito  é. a exemplo de Quaderna, de O Romance da Pedra do Reino,  um grande articulador, joga com os sentimentos alheios, trai, e é traído pelo amigo Pedro, cumprindo a sina do infortúnio de suas armações.
Retomando A INCONVENiÊNCIA DE TER CORAGEM o Pontinho de Cultura Galpão das Artes, em Limoeiro, agreste setentrional,  executou  em 2011 de abril a outubro o projeto EM PERNAMBUCO O LUGAR DE BONECO É NA FEIRA  patrocinado pelo Banco do Nordeste e em parceria com o BNDES através dos recursos do programa cultural na edição 2010.
A intervenção artística realizada nas feiras livres dos municípios representa o diferencial. Tais apresentações deste projeto contemplam o direito constitucional de acesso gratuito à cultura aos cidadãos.
Revisitar Suassuna na Inconveniência de Ter Coragem através do Galpão das Artes é reafirmar o bom teatro realizado no interior de Pernambuco nos últimos tempos.  É uma “presepada“ o que os atores cumprem em feira livre, praça ou na rua mesmo,  afirma Fábio André, diretor do espetáculo. Sem dúvida nenhuma. A experiência de oito anos resulta numa pesquisa sobre mamulengo que fideliza-se ao elenco, enfatiza a direção.
 Particularmente, a direção tira o chapéu para os atores Jadenilson Gomes, Tarcísio Queiroz e Charlon Cabral. Até porque estes são os co-responsáveis pela volta desta montagem. Lucas Rafael e Kettuly Muniz, que integram esta montagem, são simplesmente a promessa cumprida que “santo de casa faz milagre “.
É conferir tudo isso e um pouco mais ao lado de Mano de Baé e o seu pandeiro que vem lá de Tracunhaém.
Eita! Que a brincadeira já vai continuar ...
O espetáculo apresenta-se dia 14 de janeiro, às 16 horas, em Olinda no Alto da Sé, dentro da programação oficial do 18º Janeiro de Grandes Espetáculos - 2012
 
Blog Coisas da Vida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...