quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Há cinco anos, morria Carlos Alfeu

Nesta mesma data, há cinco anos atrás, Limoeiro estava de luto, pois perdia o grande comunicador e radialista Carlos Alfeu. Em 13 de novembro de 2014, Alfeu, que tinha 54 anos, estava no Rio de Janeiro, passando suas férias, quando faleceu, vítima de um infarto agudo no miocárdio. O radialista, nascido em São Luís, capital do Maranhão, mas limoeirense de coração, fazia sucesso com a "Revista da Manhã", Supermanhã", "Revista do Almoço" e "A Bagaceira", este último com grandes sucessos do brega. Alfeu foi homenageado pelo ex-vereador Zé Nilton e por Gustavo Cavalcante ao ter seu nome batizando o Pátio de Eventos da Cohab Velha. Seus bordões que até hoje são lembrados, como "botar o exército na fronteira" (que usava para se referir a tomar "umas" em bares), "e é assim, é?" (quando questionava algo errado que estava acontecendo) e "eeeeeeeeita padre!" (era assim que ele começava o "Revista da Manhã", entrando logo depois da mensagem do Padre Airton Freire). Na rádio, Alfeu representava seu próprio povo e sua amada cidade de Limoeiro. Hoje, só resta saudades.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...