sábado, 21 de maio de 2011

CORONEL CHICO HERÁCLIO

Francisco Heráclio do Rêgo, conhecido como Chico Heráclio, o Leão das Varjadas, nasceu em 3 de outubro de 1885 em terras na época pertencentes a Bom Jardim. Filho de uma família de 11 irmãos, Chico foi o único que não se formou, ainda assim fez trajetória brilhante na política e teve uma história como poucos.

Entrou para a vida pública moço, em 1922, com apoio do então prefeito de Limoeiro, Severino Pinheiro. Com a saída deste da prefeitura, Chico assumiu a liderança política do município e da região. Durante mais de quarenta anos foi a maior expressão política da região.

Era chegado a sentimentos extremos. Amava as mulheres e os amigos. Aos inimigos, fazia boletins com insultos que não podiam ao menos serem publicados. Teve grandes opositores, inclusive dentro de sua casa, como seu irmão Gerônimo Heráclio e o sobrinho Octaviano Heráclio Duarte, que também faz parte da história da cidade, destacando-se como maior empreendedor de todos os tempos.

Em seus anos de liderança política, Chico Heráclio foi responsável pelo abastecimento de água da cidade, aquisição da Mata do Sirigi entre outros. Vale ressaltar que numa época em que existia o voto de cabresto, todos os políticos apoiados pelo coronel ganhavam as eleições municipais. Chico Heráclio morreu aos 89 anos em 17 de dezembro de 1974. A notícia de sua morte foi transmitida em cadeia nacional.

Figura marcante do Coronelismo no Brasil, ficou conhecido nacionalmente quando o humorista Chico Anísio fez um personagem em sua homenagem, o "Coronel Limoeiro".

"Tudo passa, tudo desaparece, mas o que acontece, a gente nunca esquece".

Francisco Heráclio do Rego

Do livro "Chico Heráclio - O último coronel", de Reginaldo Heráclio, Recife, 1979. (Adaptado)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...