segunda-feira, 23 de abril de 2018

Marília Arraes não pode mais ser ignorada

Com a proximidade das eleições estaduais, um nome em Pernambuco que está causando preocupação tanto no governo do Estado como em parte da oposição é o nome de Marília Arraes (PT), que cresce a olhos vistos, tendo uma pré-candidatura praticamente consolidada. Marília já goza de importantes apoios, como por exemplo, aqui em Limoeiro, do ex-vereador Zé Nilton.

Neta de Miguel Arraes e prima de Eduardo Campos, Marília foi do PSB, mas rompeu com o partido, e se filiou ao PT. Atualmente, é vereadora em Recife.

A equipe do governador Paulo Câmara (PSB) tem seus motivos para se preocupar com a petista. Isso por que ela carrega o sobrenome "Arraes", cujo legado é reivindicado pelo PSB. Marília tem força para explorar tudo isso, a questão sanguínea, já Câmara tem apenas a ideologia partidária e nada mais.

Também a oposição se preocupa com Marília, pois Armando Monteiro Neto (PTB), Fernando Bezerra Coelho (MDB), Mendonça Filho (DEM) e Bruno Araújo (PSDB) sequer definiram como será a chapa deles. Sabem que não poderão nem mesmo estar no mesmo palanque que Marília Arraes, uma vez que ela está no PT e foi contra as reformas do Governo Temer que os dois senadores e os dois deputados federais apoiaram.

Até mesmo no PT, Marília tem enfrentado uma resistência, por parte do senador Humberto Costa (PT), que quer ver o partido aliado com o PSB. Humberto está priorizando mesmo sua sobrevivência política, mas aos poucos o crescimento de Marília vai neutralizando Humberto. É uma candidatura que vai se consolidando a cada dia e que o PT, a base governista e a "banda conservadora" da oposição já não têm mais como ignorar.








PUBLICIDADE



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...