segunda-feira, 16 de abril de 2018

Casal que se conheceu em ônibus troca alianças dentro do CDU/Várzea

Os dois se conheceram e se apaixonaram há dez anos dentro da mesma linha de ônibus que se casaram neste fim de semana. Foto: MobiBrasil/Divulgação
Os dois se conheceram e se apaixonaram há dez anos dentro da mesma linha de ônibus que se casaram neste fim de semana. Foto: MobiBrasil/Divulgação

Se há desencontros pela vida, existem também muitos caminhos que se cruzam. A viagem pela manhã do ônibus CDU/Várzea, no último domingo, não era apenas o transporte para levar a um lugar. O ônibus foi palco do casamento do agente de defesa civil Sandro Marinho e da nutricionista Maria Nazaré. Os dois se conheceram e se apaixonaram há dez anos dentro da mesma linha de ônibus que se casaram neste fim de semana.

O cenário era conhecido pelos dois. Há uma década, ela veio do Sertão de Pernambuco morar na capital para estudar nutrição em uma faculdade particular, no Centro do Recife. Ele iria visitar a filha e na volta subiu no mesmo ônibus. Ao passar pela catraca, a beleza de Maria fez cegar os outros assentos disponíveis e com isso, Sandro sentou ao lado dela. No começo da conversa a primeira rivalidade: ela palmeirense, ele são paulino, mas o destino sempre dá um jeito. No final de semana após o encontro, teria um jogo disputa entre o Palmeiras e São Paulo, ambos decidiram trocar telefone. Em um mês trocaram o primeiro sim, o do pedido de namoro.

Anos depois, durante uma conversa para chegar em um acordo de onde seria o lugar ideal para o casamento, Maria brincou e disse "poderia ser dentro do ônibus". "A primeira vez que nos encontramos fomos da altura da Praça da Várzea até a Avenida Conde da Boa Vista conversando e fizemos o mesmo percurso durante o casório. Somos os primeiros no Brasil a casar dentro de um ônibus em movimento. Quisemos fazer o mesmo percurso que o primeiro das nossas vidas", detalha Sandro.

Na tentativa de conseguir realizar o sonho, os noivos pediram autorização para a empresa de ônibus que atua na linha CDU/Várzea. Para a surpresa, além da liberação do casamento, a MobiBrasil forneceu um ônibus para o casal. A cerimônia, realizada por um pastor, contou com troca das alianças e a presença de parentes e amigos dos dois no interior do coletivo que seguiu da Praça da Várzea, até o bairro da Boa Vista, onde os noivos foram recepcionados com um baile de carnaval com a apresentação do Bloco Lírico Boêmios da Boa Vista, do qual Maria e Sandro participam.
 
DIÁRIO DE PERNAMBUCO
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...