quinta-feira, 26 de abril de 2018

José Humberto Cavalcanti discute impactos socioambientais de presídio em Limoeiro


Em discurso na Reunião Plenária desta quinta (26), o deputado José Humberto Cavalcanti (PTB) relatou os impactos sociais e ambientais da superlotação da Penitenciária Dr. Ênio Pessoa Guerra, em Limoeiro (Agreste Setentrional). Ele ressaltou, especialmente, a situação da Escola Técnica Estadual José Humberto de Moura Cavalcanti, localizada a cerca de 200 metros do presídio.
De acordo com o petebista, a penitenciária tem capacidade para 426 apenados, mas 1,7 mil cumprem pena no local atualmente. Essa situação, conforme salientou o deputado, gera sobrecarga no sistema de esgotamento sanitário. O problema se agrava nos finais de semana, quando cerca de dois mil visitantes vão até o local.
“As pessoas que circulam ali sentem o mau cheiro das fossas sépticas. O esgoto corre praticamente a céu aberto, e a escola, que tem cerca de 800 alunos, já teve que parar as atividades por uma semana por conta desse problema”, relatou, acrescentando que os dejetos também vão para a ocupação Vila dos Coqueiros.

Texto e foto da Assessoria






PUBLICIDADE

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Argentina é surpreendida pela Arábia Saudita na estreia na Copa do Catar

  A estreia da Argentina na Copa não poderia ter sido pior - ou poderia. A seleção que foi campeã do mundo em 1978 e 1986 levou 2x1 de vir...