quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Proclamação da República. Algo a comemorar?

Hoje, se comemora 128 anos da Proclamação da República. Em 15 de novembro de 1889, um golpe militar derrubou a Monarquia, e o império brasileiro caiu. A partir dali, deixava de existir a figura de um monarca, passando a ser um país onde um presidente governaria nossa nação de forma temporária, pelo voto direto da população.

Hoje, 128 anos depois, temos muito a comemorar? Não. Pois o Brasil vive uma crise ética, política, moral sem precedentes. As últimas pesquisas eleitorais mostram um investigado na Lava Jato disputando preferência do eleitorado com um outro candidato que tem ideias extremistas e é conhecido por suas declarações polêmicas. O debate político vem cada vez mais decaindo, ficando restrito a chamar os outros de "coxinha", "comunista", "maconheiro", e a frases de efeito como "Lula ladrão roubou meu coração" e "É melhor Jair se acostumando".

Essa ainda não é a maior tragédia. Vemos ainda uma grande parcela da população pedindo a volta da ditadura militar. Primeiro país do mundo a pedir de volta uma ditadura que foi cruel e sanguinária, pois países como Argentina e Chile, que passaram pela mesma experiência, não querem nem ouvir falar em voltar ao passado.

Desde que a República foi estabelecida, uma série de erros aconteceu: dois golpes militares, uma república onde se revezaram presidentes nascidos em apenas dois estados brasileiros, duas ditaduras, duas tentativas de golpes de estado, vários presidentes sem concluir seus mandatos, dois presidentes afastados por impeachment...

Não se trata de fazer apologia à Monarquia, se trata apenas de uma reflexão. No começo do século, alguns já diziam: "Essa não é a República dos meus sonhos". Essa frase estaria muito atual?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Kátia Rodrigues fora da programação do São João de Limoeiro

Uma das maiores surpresas da divulgação da programação do São João de Limoeiro foi a exclusão da cantora Kátia Rodrigues da programação. Não...