domingo, 19 de novembro de 2017

Personagem de nova novela da Record TV causa polêmica

Foto: Record TV 
Na próxima terça-feira (21), estreia na Record TV mais uma trama bíblica, a novela Apocalipse, que será substituta de O Rico e Lázaro. Mas antes mesmo de estrear, a novela, escrita por Vívian de Oliveira, já causa polêmica. É que um dos principais vilões da história, interpretado pelo excelente ator Flávio Galvão, será um falso profeta, líder máximo de uma religião. Esse seria o falso profeta descrito no livro do Apocalipse, último livro da Bíblia. O ator interpreta o ambicioso sacerdote Stéfano Nicolazzi

O ponto alto é que alguns católicos associaram o personagem à figura do Papa, líder máximo da Igreja Católica. É como se nas entrelinhas, o referido personagem indiretamente dissesse que o líder católico seria o falso profeta que trará o anticristo. Os católicos estão propondo boicote à nova novela. Eles enxergaram semelhanças entre o personagem e o Papa, como por exemplo, o fato do referido personagem ser italiano e as vestes sacerdotais lembrarem a de papas e padres.

A Record TV é de propriedade do Bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus, azedo anti-romanista. Essa polêmica lembra muito a de 1995, quando a Globo, na minissérie "Decadência", usou o personagem Pastor Mariel, que era desonesto, interpretado por Edson Celulari, para "dar uma indireta" ao bispo Macedo. A verdade é que pedras partem dos dois lados, como podemos ver. Justamente no momento em que o Brasil passa por sua maior crise moral e política, o que exigiria uma união de cristãos católicos e evangélicos para uma oração fervorosa em favor de nossa Nação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Zé Nilton recebe apoio da família Pestana

  Em encontro realizado nesta sexta-feira (19), o vereador Zé Nilton, em sua pré-candidatura à reeleição, recebeu apoio da família Pestana, ...