quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Cristovam Buarque diz que processo de impeachment ''não é golpe''

O senador disse que ainda não está convecido de que o governo petista cometeu crimes de responsabilidade / Foto: Jefferson Rudy / Agência Senado

Foto: Jefferson Rudy / Agência Senado

Em entrevista à Rádio Jornal, na manhã desta quinta-feira (10), o senador Cristovam Buarque (PDT-DF) defendeu a abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. "O Brasil está precisando disso", afirmou. De acordo com ele, o pedido de impedimento foi protocolado por juristas importantes contra um governo que, "de fato, cometeu erros". Ele ainda disse que seu partido, o PDT,  está errado ao classificar impeachment como "golpe".
Entretanto, o senador não concorda com a atuação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) no processo. "A Câmara dos Deputados não merece ser protagonista disso se não é capaz de se livrar de Cunha. É constrangedor", afirmou.

Ao ser perguntado se votaria pela cassação do mandato da presidente Dilma, Cristovam respondeu que ainda não está totalmente convecido de que  o governo petista cometeu crimes de responsabilidade, "eu não vou votar politicamente".
 
JC ONLINE
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...