segunda-feira, 1 de agosto de 2011

CHUVAS EM PERNAMBUCO E ALAGOAS

Chuvas do fim de semana causam interdição de hospital em Pernambuco e de rodovias em Alagoas

Carlos Madeiro
Especial para o UOL Notícias
Em Maceió (AL)
As fortes chuvas voltaram a causar prejuízos em Alagoas e Pernambuco neste fim de semana. Os dois Estados registram transtornos na noite do sábado (30) e durante todo o domingo (31), mas não há registro de mortes. Nesta segunda-feira (1), o nível das chuvas diminuiu, mas a previsão é que ainda chova, com menor intensidade, na maioria das regiões dos Estados.
Em Alagoas, duas rodovias tiveram trechos interditados durante o fim de semana. Na AL 220, o asfalto cedeu em dois pontos e prejudicou o tráfego entre os municípios de Campo Alegre e São Miguel dos Campos, na região do agreste. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) está no local orientando os motoristas, já que o trecho passa por obras de recuperação do DER (Departamento de Estradas e Rodagens). Um lado da pista está interditado.
Na noite do sábado (30), uma caminhonete capotou na rodovia, após o asfalto da pista ceder. O motorista ficou ferido e foi encaminhado para o hospital, com ferimentos leves, e já foi liberado.
Já a BR 424, no município de Marechal Deodoro, na região metropolitana de Maceió, está interditada nos dois sentidos por conta de problemas na cabeceira de uma ponte, que ameça desabar. Os motoristas precisam desviar pela BR 101 para ter acesso ao Polo Industrial da cidade.
Na tarde desse domingo (31), uma barreira desabou e destruiu uma casa na grota Santa Helena, na periferia de Maceió. Ninguém ficou ferido. Já nesta segunda-feira (1), moradores às margens da lagoa Manguaba, em Marechal Deodoro, foram retiradas pela Defesa Civil municipal, já que o nível das águas aumentou e invadiu dezenas de casas.
Em Pernambuco também houve prejuízos. Em Caruaru, o hospital municipal, que está com o primeiro andar em obras, precisou ser interditado neste domingo à tarde porque a água invadiu a área de internamento dos pacientes, no térreo da unidade. Vinte pessoas foram transferidas para outras unidades. A expectativa é que o problema seja resolvido ainda nesta segunda-feira.
Em Recife, além das ruas alagadas, pelo menos duas barreiras deslizaram. No principal deslizamento, no bairro do Vasco da Gama, oito famílias foram tiradas de casa pela Defesa Civil municipal após a queda de uma barreira, na noite deste domingo. Uma casa chegou a ser soterrada, mas todos que estavam no local conseguiram escapar ilesos.
Segundo a Compesa (Companhia Pernambucana de Saneamento), as chuvas do fim de semana afetaram o abastecimento de três cidades. Moreno e São Lourenço, ambas na zona da mata, estão sem o fornecimento de água. Já em Ipojuca, onde está situada a praia de Porto de Galinhas, a sujeira obstruiu o sistema de tratamento da estação que abastece a cidade, a apenas 20% da água está chegando às torneiras. A Compesa ainda informou ao UOL Notícias que não há previsão para restabelecimento dos sistemas.

UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Forrozão da Cohab tem sequência na Cohab Velha

Depois do sucesso na Cohab Nova, o Forrozão da Cohab agora vai ter sua sequência na Cohab Velha. Orlando Monteiro, Bruno Barros, no dia 15, ...