segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Bolsonaro diz que TV Escola "deseduca"

O presidente Jair Bolsonaro defendeu o fim do contrato com a Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto (ACERP), que gere a TV Escola. O presidente disse que a TV Escola "deseduca". 

"Era uma programação totalmente de esquerda, ideologia de gênero. Dinheiro público para ideologia de gênero. Então tem que mudar", destacou o mandatário.  "R$ 350 milhões que seriam jogados no lixo", afirmou. "Tem muito formado aqui em cima dessa filosofia do Paulo Freire. Esse energúmeno aí ídolo da esquerda", declarou Bolsonaro. 

Questionado na saída do Palácio do Planalto por um apoiador sobre o assunto, Bolsonaro reforçou: “Você conhece a programação da TV Escola? Deseduca. Queriam que assinasse agora um contrato, o Abraham Weintraub, de R$ 350 milhões. Quem assiste à TV Escola? Ninguém assiste. Dinheiro jogado fora".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...