segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Bolsonaro diz que TV Escola "deseduca"

O presidente Jair Bolsonaro defendeu o fim do contrato com a Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto (ACERP), que gere a TV Escola. O presidente disse que a TV Escola "deseduca". 

"Era uma programação totalmente de esquerda, ideologia de gênero. Dinheiro público para ideologia de gênero. Então tem que mudar", destacou o mandatário.  "R$ 350 milhões que seriam jogados no lixo", afirmou. "Tem muito formado aqui em cima dessa filosofia do Paulo Freire. Esse energúmeno aí ídolo da esquerda", declarou Bolsonaro. 

Questionado na saída do Palácio do Planalto por um apoiador sobre o assunto, Bolsonaro reforçou: “Você conhece a programação da TV Escola? Deseduca. Queriam que assinasse agora um contrato, o Abraham Weintraub, de R$ 350 milhões. Quem assiste à TV Escola? Ninguém assiste. Dinheiro jogado fora".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Argentina é surpreendida pela Arábia Saudita na estreia na Copa do Catar

  A estreia da Argentina na Copa não poderia ter sido pior - ou poderia. A seleção que foi campeã do mundo em 1978 e 1986 levou 2x1 de vir...