quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Representante da Nunes e Nunes deixa vereadores de Limoeiro sem respostas


Os vereadores de Limoeiro receberam na reunião dessa terça-feira (13) um representante da Nunes e Nunes, empresa vencedora da licitação para os transportes escolar e administrativo do município. O sócio administrador Eduardo Mariano compareceu acompanhado de um advogado e foi sabatinado pelos parlamentares sobre diversos assuntos, entre os mais polêmicos, atraso nos pagamentos dos veículos contratados, conservação dos veículos terceirizados, critério de seleção dos motoristas e controle das rotas escolares, que atualmente são 105.

Para surpresa e insatisfação da situação e da oposição, o representante da empresa deixou a maioria das perguntas sem respostas. Ele chegou a afirmar que não sabia que estaria ali para responder perguntas daquela natureza. Quando questionado sobre a demora em comparecer ao Legislativo diante das várias solicitações formais, Eduardo afirmou ter sido notificado apenas duas vezes, e que na primeira não compareceu por conta de uma viagem de negócio agendada, mas que teria pedido a remarcação da data.

A ausência de respostas gerou muitas críticas durante e pós-reunião. O vereador da bancada de situação Marcos Sérgio (PSD) disse que esperava mais informações do sócio da Nunes e Nunes, e reforçou a necessidade de a empresa esclarecer com brevidade os fatos que são questionados diariamente pela população. Cada vereador teve direito a duas perguntas. Em uma delas, Marcos perguntou como seria os critérios de seleção de veículos. Ricardo respondeu que colocou um chamado na porta da sede da empresa, que fica na Avenida Jerônimo Heráclio (em frente à FACAL), e que os documentos apresentados pelos candidatos foram analisados e selecionados.

Pelo lado da oposição, o vereador José Higino (PP) criticou a postura do representante da empresa que se mostrou sem conhecimento dos fatos polêmicos que circulam no município. O parlamentar questionou sobre o estado de conservação dos veículos locados. O representante da empresa garantiu que todos estão de acordo com as normas exigidas pelo CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito). Sobre o tempo de uso dos veículos, ele garantiu que eles podem ter mais de 10 anos de fabricação, pois o que importa é o estado de conservação, fato rebatido pelo vereador.  
O mais contundente foi o vereador Luís Antônio (PTB). Ele não quis perguntar. Depois de ouvir várias negativas as respostas dos outros colegas de plenário, Luís afirmou em alto e bom tom que a presença de Eduardo, sócio-administrativo da Nunes e Nunes, naquela tarde seria dispensável. O vereador lembrou o acidente com um ônibus contratado pela empresa e vitimou fatalmente um jovem em Gameleira e criticou a falta de conhecimento do representante para vários pontos, como por exemplo, a quantidade de parcelas atrasadas.

O vereador oposicionista Roberto Galvão (PSD) perguntou se o convidado teria conhecimento da locação de um carro modelo Fiat Idea de cor vermelha. Esse veículo estaria a poucos meses atrás em nome da primeira dama do município, Fabíola Pimentel. Eduardo negou e disse que não tinha conhecimento deste fato. O sócio da Nunes e Nunes pediu um prazo de 30 dias para responder aos questionamentos dos vereadores que não tiveram respostas durante a sessão da Câmara. 

Outro da base de situação, vereador Bau da Capoeira (PTB), foi objetivo ao afirmar que o responsável pelo transporte deveria ter em mãos os dados solicitados pelos parlamentares. Perguntou se as informações repassadas pelos motoristas quanto a quantidade de meses atrasados para o transporte escolar e universitário seriam as mesmas da empresa. O sócio disse que naquele momento não teria como precisar, mas que retornaria através de ofício os detalhes financeiros. 

Através de mensagem enviada na madrugada dessa quarta (14), o prefeito de Limoeiro, João Luís (PSB), mesmo ausente da cidade, informou que o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Fazenda, teria liberado as duas parcelas atrasadas para custeio do transporte escolar dos alunos da rede estadual, que é gerido pelo município. Com relação ao pagamento do transporte da rede municipal, Eduardo da Nunes e Nunes disse não haver atraso. Quanto ao transporte universitário são cinco parcelas atrasadas, e para esse grupo, ele comentou que os motoristas estão em negociação com a prefeitura.

BLOG DO AGRESTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...