quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

Mata Norte serve de cenário para histórias em quadrinhos

Este começo de 2020 trouxe uma novidade para a arte dos quadrinhos. Após algum tempo afastado, o blogueiro Valdenes Guilherme volta à atividade pela qual chegou a ser conhecido algum tempo atrás. Desde os nove anos, em 1991, Valdenes já desenhava quadrinhos, tendo como suas maiores influências as histórias de Walt Disney e Maurício de Sousa. Em 1994, chegou a ser matéria no Jornal do Comércio, com apenas 12 anos, por algumas histórias que criava. De lá pra cá, porém, sua criação de histórias ficou restrita apenas a contos e blogs (Vila Dourada e Caminhos Tortuosos).

Agora, Valdenes novamente retorna aos desenhos, e criou uma nova história, que seria ambientada na Zona da Mata Norte. Na fictícia cidade de Lagoa de Italianinha, se passam as várias aventuras. Como o próprio nome sugere, a cidade tem um misto de cultura nordestina e cultura italiana. Na ficção, a cidade teria sido fundada e povoada por imigrantes italianos, e teria recebido a maior parte deles no tempo da Segunda Guerra Mundial. A fictícia cidade seria localizada na região entre Limoeiro, Carpina, Lagoa de Itaenga, Buenos Aires e Lagoa do Carro. 

Numa cidade da zona da mata norte pernambucana, acontecem as aventuras dos personagens das histórias em quadrinhos que serão lançadas em breve.

A cidade, que fica na mata norte de Pernambuco, foi povoada por imigrantes italianos e devido a isso, acontece uma mistura de cultura nordestina com a cultura italiana. Ao mesmo tempo que a cidade é produtora de queijo, cana-de-açúcar, artesanato e couro, também são produzidas pizzas e vinhos, e acaba sendo conhecida como o "pedaço da Itália no Brasil".

A prefeita atual da cidade se chama Sandra Valéria, uma advogada bastante corajosa, que tem como adversário político o usineiro Jurandyr, dono da Usina Esperança e do Engenho Cristal. Jurandyr mora numa fazenda com filhos, entre elas, Josiane, que retornou de Recife por motivos de saúde, e Natália, uma jovem que se converte ao protestantismo e desagrada o pai, católico praticante.

Apesar de ser uma pequena cidade, nela vivem mais ou menos 20 pessoas nas ruas, que vivem de biscates ou esmolas para sobreviver. Entre eles, estão os primos Andreza e Valdenes, que vivem aprontando pelas ruas da cidade. Valdenes é irmão de Jad, moradora de rua que "tenta colocar o irmão nos eixos". Valdenes namora a mendiga Laura, mas é assediado a todo instante pela hippie Kleyze, filha da beata Leda, mulher que "fiscaliza os pecados" pelas ruas da cidade.

Outra mendiga, a Renata, é conhecida por sua meiguice e doçura, bem como a mendiga Maria, cristã evangélica. Mas nem todos os moradores de rua são do bem: Dardina, por exemplo, é golpista, além também da mendiga Lua, que gosta de azucrinar os outros mendigos. Outros moradores de rua são Gílson, Dudu, Felipe, além de Ana Patrícia, que é paralítica, porém, mesmo assim, não pede esmolas e é bastante alegre e divertida.

Na cidade, a juíza Suely é conhecida por enfrentar os poderosos com muita coragem. Sua secretária, Bruna, é uma mulher humilde e honesta, e tenta sempre ajudar as pessoas como pode ajudar. Além dos inimigos poderosos entre os políticos, existem também a misteriosa Simone e a madame Danúzia, que abertamente odeia pobres. Outra pessoa corajosa na cidade é a delegada Maria Vanderlea.

Também existe um colégio na cidade, onde várias crianças estudam. As professoras são Aurystella, Lúcia e Ana Karina, que vivem sob as ordens da rigorosa diretora Flor, que não hesita em castigar quando tem oportunidade para isso. Apesar de ser durona, Flor é uma pessoa boa e justa.

Na cidade, também, existem pessoas "folclóricas", a exemplo da Fabíola, que pensa estar na década de 50, a Sílvia, que mora dentro de um barril na fazenda da prefeita e a Valquíria, que anda sempre com um vestido de noiva de cor preta. O comércio da cidade é muito forte, tendo ali por exemplo, uma loja de roupas, cuja dona, Myllena, anda sempre descalça e é conhecida por ser geniosa.

Na cidade, também mora Joni Von, um tremendo picareta que vive aplicando golpes absurdos, e se intitula como "pilantra honesto". Entre outros vilões estão também Rodolfo e Iago, inclusive, que são aliados de primeira hora de Simone. Entre outros personagens na história, temos a doente mental Rafinha, a solitária Marcella, a vilã Cíntia, a roqueira Milady, as nômades missionárias Karine e Faby, o advogado André, entre vários outros. 

O autor, nascido em Lajedo, no Agreste Meridional, e criado em Caruaru, pretende divulgar a cultura nordestina nos quadrinhos, além de também colocar lado a lado a cultura da Itália, país o qual desde pequeno sempre se interessou em estudar. Brevemente, algumas charges passarão a ser publicadas aqui no blog. 

Paralela a essa história desenhada, seguem normalmente os blogs Vila Dourada e Caminhos Tortuosos, apenas na forma escrita. "São três histórias distintas", diz o autor. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...