sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Armando Monteiro critica postura do Paulo Câmara em relação a gestão da segurança pública em Pernambuco

Armando Monteiro Neto, senador da República
( Publicada originalmente às 15hh 54 do dia 26/01/2017) 


(Brasília-DF, 27/01/2017) O senador Armando Monteiro (PTB-PE) declarou em nota oficial, após analisar declarações do sociólogo Luiz Ratton sobre o programa pernmabucano “Pacto pela Vida”, que o principal problema e razão da derrocada atual é a falta de gestão do atual governador do Estado, Paulo Câmara (PSB).

"Um dos principais idealizadores do Pacto pela Vida, José Luiz Ratton, confirma o que todo pernambucano já vem sentindo há muito tempo. O desmonte do programa Pacto Pela Vida não é causado pela crise econômica, como afirma o Governo de Pernambuco: o principal problema é a ausência do governador na gestão da segurança pública", afirma Armando Monteiro, fazendo referência a declarações concedidas pelo sociólogo Luiz Ratton ao jornal “Valor Econômico” de quarta-feira (25).

Segundo Ratton, o problema do “Pacto pela Vida” é muito anterior a crise econômica. O sociólogo está entre os principais idealizadores do programa e foi assessor especial de segurança durante os anos de 2007 a 2012.

Sergundo o senador Monteiro, se fizermos a análise dos números do programa, fica claro o retrocesso da segurança, que volta a estaca zero.

"No Nordeste, estados como Alagoas, Ceará, Sergipe e Rio Grande do Norte tiveram melhor desempenho em 2015. A derrocada do ‘Pacto pela Vida’ chama a atenção do Brasil. O que seria esperança em termos de modelo se transforma numa desilusão", afirmou o senador.

No governo de Paulo Câmara, a porcentagem de homicídios no estado atingiu 44% nos últimos três anos. As dificuldades do programa “Pacto pela Vida”, que chegou a ser premiado na Organização das Nações Unidas (ONU), assusta, e o número de assassinatos voltou ao patamar de 2007, quando o programa ainda estava sendo implementado pelo então governador, Eduardo Campos (PSB)

Monteiro também criticou o investimento em segurança para o ano de 2017 ser menor do que o do ano passado. "Em Pernambuco, o ajuste fiscal tem sido feito com corte em áreas essenciais, e com sacrifício da população", concluiu o senador.

ENTENDA O PROGRAMA

O Pacto Pela Vida é uma política de segurança pública transversal e integrada, construída em articulação permanente com o Poder Judiciário, Ministério Público, Assembleia Legislativa, municípios e União.

O programa visa a prevenção de homicídios, e cuida de crimes que despertam a insegurança da população. É uma política baseada no modelo de gestão que prevê o monitoramento permanente de ações, tendo como meta reduzir em 12% a taxa de mortalidade violenta intencional no estado de Pernambuco.


( da redação com informações de assessoria. Edição: Genésio Araújo Jr) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...