segunda-feira, 25 de abril de 2016

Opinião: Náutico não pode viver só do passado

Com a eliminação ontem do Campeonato Pernambucano, o CLUBE NÁUTICO CAPIBARIBE atingiu um recorde que não queria: é que ele igualou o maior jejum de títulos estaduais com o seu  arquirrival Sport. O Leão levantou um Pernambucano em 1962 e só voltaria a levantar novamente em 1975, treze anos depois. O Náutico, que conquistou o título pela última vez no distante ano de 2004, já está fora esse ano, e caso volte a levantar o título em 2017, também dará a volta olímpica depois de treze anos. Em caso de um novo insucesso em 2017, o Náutico fica isoladamente no posto que não queria, de ser o grande clube de Recife com o maior jejum de títulos estaduais.

O caso do Sport nos anos 60 e 70 vem a ser menos grave por que o Leão chegou a ser campeão do Torneio Norte Nordeste nesse período, coisa que não aconteceu com o Timbu,  que não levantou título algum desde 2004.

O Náutico está muito fragilizado com relação a seus maiores rivais do estado. Isso por que enquanto o Náutico está zerado em títulos, o Sport, de 2005 pra cá, conquistou seis campeonatos estaduais (2006, 2007, 2008, 2009, 2010 e 2014), uma Copa do Brasil (2008) e uma Copa do Nordeste (2014). Já o Santa Cruz não fica atrás: o Tricolor foi campeão estadual por cinco vezes (2005, 2011, 2012, 2013 e 2015) e Campeão Brasileiro da Série C (2013). E agora, o Leão e a Cobra estão disputando mais uma final. O Sport poderá aumentar a diferença para dois campeonatos ou a Cobra Coral poderá empatar. E os dois times têm mais título que poderão ganhar esse ano. O Sport pode ganhar mais um  estadual, e o Santa Cruz pode ganhar mais um estadual ou até mesmo o Nordestão, cujas finais disputará com o Campinense.

O Náutico, clube mais antigo de Pernambuco, tem sua maior glória a conquista do hexacampeonato. O Timbu conquistou seis campeonatos seguidos em 1963/1964/1965/1966/1967/1968. Os arquirrivais só conseguiram pentacampeonato: O Santa Cruz em 1969/1970/1971/1972/1973 e o Sport em duas oportunidades: 1996/1997/1998/1999/2000 e 2006/2007/2008/2009/2010.

Mas desde então, podemos perceber que o Náutico tem vivido apenas dessa conquista. O Timbu, desde a conquista do Hexa, só conseguiu sete títulos estaduais: 1974, 1984, 1985, 1989, 2001, 2002 e 2004. Nesse período, dois bicampeonatos.

O Náutico tem vivido muito do passado, e a diretoria parece que adotou essa mesma filosofia. A torcida alvirrubra quer títulos, assim como toda e qualquer torcida. Enquanto não haver uma nova filosofia no clube, o centenário alvirrubro da Rosa e Silva só viverá mesmo do passado. E ver seus rivais, o da Ilha do Retiro e o do Arruda, dividindo a hegemonia do Estadual.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...