sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

CONTO: DE MÉDICA A MENDIGA

DE MÉDICA A MENDIGA


Entre os moradores de rua que vivem em Vila Dourada, uma em especial chama muita atenção: trata-se de Vivi Karla. Jovem de vestido preto, maltrapilha, descalça e descabelada. Usa uma bolsa nas costas e é tida como maluca.

Vivi gosta de dormir nas ruas mais esquisitas da cidade, prefere sempre estar sozinha. Tem o hábito estranho de catar sujeiras nos seus pés sujos, e curiosamente, usa óculos escuros.

Mas a história passada dela é de deixar qualquer um de cabelo em pé. Ela era médica, de família rica. Mas cansada do estresse e de muito trabalho, jogou pro alto tudo que conquistava. Saiu de casa e foi para o mundo; por incrível que pareça, ela não sofre por ser mendiga. Sem contar que ela faz loucuras, como jogar pedra em alguns lugares, tocar campainha e sair correndo. Apesar de ser adulta, age como uma criança.

Blog Vila Dourada

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Argentina é surpreendida pela Arábia Saudita na estreia na Copa do Catar

  A estreia da Argentina na Copa não poderia ter sido pior - ou poderia. A seleção que foi campeã do mundo em 1978 e 1986 levou 2x1 de vir...