quarta-feira, 21 de setembro de 2011

CONTOS DE VILA DOURADA

UMA LINDA ANARQUISTA


A jovem hippie Tássia, tida como uma "discípula" de Evanda, também renega suas origens burguesas, a exemplo de sua mentora. Tássia trocou o luxo pelas ruas, pois era muito pressionada pelos pais.

Tássia é dançarina, gosta muito de dançar. Odeia qualquer idéia materialista. Tássia já protestou de várias formas contra os desmandos políticos de Vila Dourada. Já ficou nua na Câmara, já se sujou de lama e já se molhou de roupa e tudo na frente das autoridades locais.

Por causa disso, Tássia já é tão odiada pela sociedade como Evanda. As duas hippies são tão radicais que chegam a assustar um pouco as outras colegas.

Certo dia, Tássia chegou na lanchonete, para lanchar. Marcella veio atendê-la:
- O que deseja?
- Um suco de maracujá e um pão com manteiga!

Mas chamou atenção de Marcella que Tássia se sentou no chão, e não numa cadeira. Marcella perguntou:
- Que mal lhe pergunte, por que fica sentada no chão?
- Porque eu gosto do chão! Lembre-se que somos pó e ao pó voltaremos...

A resposta de Tássia surpreendeu Marcella.

Blog Vila Dourada

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...