sexta-feira, 20 de junho de 2014

Como foi o feriado de Corpus Christhi em Limoeiro

Construção dos tapetes na COHAB Velha pela manhã
Por mais um ano a cidade de Limoeiro vivenciou na tarde e noite desta quinta-feira (19/06) as celebrações de Corpus Christhi com a confecção de lindos tapetes produzidos por fiéis das igrejas católicas de Limoeiro. A comunidade das COHABs e comunidades vizinhas puderam prestigiar os tapetes confeccionados na Rua principal da COHAB Velha referente a Área Pastoral Nossa Senhora do Carmo. Foram disponibilizados 49 lugares para que os interessados pudessem confeccionar seus tapetes. Já na comunidade do Alto de São Sebastião as organizações dos tapetes ficaram por conta da Matriz de São Sebastião. Os tapetes invadiram a frente da Matriz e uma parte da Rua principal do Alto. Já o Centro da Cidade ficou por conta dos representantes da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Apresentação que organizaram os espaços que comportaram os tapetes por igual e distribuindo entre fiéis, entidades e o comercio em geral. Ambas as comunidades realizaram a tradicional procissão que culminou com a celebração eucarística. Algumas pessoas levaram seus tapetes pré-pronto como foi o caso do professor Reginaldo Alves (vulgo Neno), já outros foram logo cedo e colocaram a mão na massa como foi o caso da universitária Jéssica Barbosa que nos relatou ter chegado por volta dás 7 horas na COHAB, mas já tinham tapetes quase prontos desde as 5 horas da matina. Além dos fiéis alguns políticos adeptos a religião católica também produziram seus tapetes.
Para quem não sabe o Corpus Christhi (expressão latina que significa Corpo de Cristo) é uma festa católica e tem como base as tradições católicas. Ela é sempre realizada na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade, que, por sua vez, acontece no domingo seguinte ao de Pentecostes. É uma "Festa de Guarda", isto é, para os católicos, é obrigatório participar da Santa Missa neste dia, na forma estabelecida pela conferência episcopal do país respectivo. A procissão pelas vias públicas, quando é feita, atende a uma recomendação do Código de Direito Canônico (cânone 944) que determina ao bispo diocesano que a providencie, onde for possível, "para testemunhar publicamente a adoração e a veneração para com a Santíssima Eucaristia, principalmente na solenidade do Corpo e Sangue de Cristo." É recomendado que, nestas datas, a não ser por causa grave e urgente, não se ausente da diocese o bispo (cânone 395). (FONTE: BLOG COISAS DA VIDA - MÁRCIO WANDERLEY)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...