terça-feira, 12 de janeiro de 2021

Série "Rompendo Distâncias" registra duas épocas distintas

 

De autoria do cartunista e blogueiro Valdenes Guilherme, a série "Rompendo Distâncias", além de registrar duas culturas diferentes - a nordestina e a italiana - também alterna entre histórias de duas épocas distintas. Os dias atuais e as décadas de 30 e 40.

Nas histórias que se passam nos dias atuais, elas são ambientadas na fictícia Lagoa da Italianinha, cidade que seria pernambucana e fundada por italianos. Sem contar os núcleos ambientados na Itália (comuna e Vila Dourada, na Lombardia, de onde saíram os fundadores de Lagoa da Italianinha) e na Alemanha (Berlim e Sttutgart, histórias com imigrantes brasileiros). 

Nas histórias do chamado "núcleo da Era Vargas" - assim chamada por serem ambientadas na época que Getúlio Vargas foi presidente do Brasil pela primeira vez -, os personagens são os fundadores da cidade e antepassados dos personagens principais. No enredo, imigrantes italianos, agricultores e camponeses nordestinos que moram em um sítio na zona canavieira, pequenos comerciantes, religiosos, cangaceiros e pracinhas são parte dessa história. Lagoa da Italianinha era apenas um sítio, sendo chamado de Campo Alegre e com poucas casas e uma paróquia. Essas histórias também registram o Cangaço no Nordeste e a Segunda Guerra Mundial. 

O autor tem feito inúmeras pesquisas sobre o contexto social, político e religioso da época, para transmiti-lo da forma mais fiel possível. O objetivo também é transformar esse núcleo em algo didático, para que se possa conhecer o Brasil e a Itália daquela época.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Morre em Brasília o ex-vice-presidente Marco Maciel

  Pernambuco e o Brasil perderam na madrugada deste sábado (12) um dos mais respeitados homens públicos. Marco Antônio de Oliveira Maciel, d...