terça-feira, 2 de janeiro de 2024

Um ano marcado por duas alterações na Câmara de Limoeiro


No ano de 2023, a Câmara Municipal de Limoeiro acabou sofrendo duas alterações em sua legislatura atual. Dois vereadores que não haviam sido eleitos acabaram assumindo mandatos no lugar de outros dois que haviam sido eleitos, mas que não permaneceram, um devido à cassação do mandato de um vereador e outro à morte de um outro vereador. Os "xarás" Marquinhos Paz e Marcos Sérgio, que haviam sido derrotados na disputa passada, tiveram um 2023 marcados pela volta ao Legislativo em condições diversas. Uma outra coisa em comum entre os dois xarás é que eles já eram vereadores na ocasião e não foram reeleitos. 

Eleito vereador em 2020 pelo PDT, Jaciel do Parque vinha exercendo normalmente seu mandato, quando sofreu a cassação por fraude na cota de gênero. Não somente ele, mas toda a chapa do PDT acabou tendo os votos zerados. Com a recontagem dos votos, o contemplado foi Marquinhos Paz, do PSB, que assumiu em fevereiro. 



Em setembro, a Câmara sofreria um outro desfalque: o vereador Luiz do Matadouro veio a falecer após complicações em sua saúde. Pouco tempo depois, assumiu seu suplente pelo MDB, o vereador Marcos Sérgio, que assim como Marquinhos Paz, não havia logrado êxito em 2020. Com isso, a Câmara Municipal de Limoeiro entra no último ano dessa atual legislatura com duas alterações na Casa. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Justiça decide pela elegibilidade do ex-prefeito de Machados, Argemiro Pimentel

O pré-candidato a prefeito de Machados afirma que essa decisão dará um gás a sua disputa eleitoral O Tribunal de Justiça do Estado decidiu, ...