sexta-feira, 15 de julho de 2016

Relembre o Brasileirão de dez anos atrás

O blog LIMOEIRO NEWS fez uma pesquisa sobre o Brasileirão de 2006, há dez anos. Para se mostrar a situação dos times atualmente em comparação com aquela época. Como será que estava seu time há dez anos? Vamos relembrar?

Aquela foi a primeira edição do Brasileirão com 20 clubes, na era dos pontos corridos. Até o ano anterior, eram mais clubes. 2001 (28), 2002 (26), 2003 (24), 2004 (24), 2005 (22) foram os números de participantes nos cinco primeiros anos do novo milênio.

Aquela edição marcou também a volta de Pernambuco à elite do Brasileirão, de onde estava fora desde 2002. O Santa Cruz ascendeu à elite ao lado do Grêmio, campeão da Série B 2005 na Batalha dos Aflitos.

Se esse ano, dos doze gigantes, o Vasco está fora da elite, naquele ano, quem estava ausente da divisão principal era o Atlético/MG, que foi rebaixado em 2005 juntamente com Coritiba, Paysandu e Brasiliense.

Participaram em 2006 os seguintes times: São Paulo, Palmeiras, Corinthians, Santos, São Caetano e Ponte Preta (SP), Flamengo, Vasco, Botafogo e Fluminense (RJ), Atlético e Paraná (PR), Grêmio, Internacional e Juventude (RS), Santa Cruz (PE), Goiás (GO), Fortaleza (CE), Cruzeiro (MG) e Figueirense (SC). O São Paulo foi o campeão brasileiro naquele ano, faturando seu quarto título nacional, e quebrando um jejum que já durava desde 1991, "passando a bola" de time paulista com o maior jejum de títulos ao Palmeiras.

O Santa Cruz fez uma campanha pífia. Ficou com apenas 28 pontos e foi rebaixado à Série B. Quem também caiu foram o São Caetano, o Fortaleza e a Ponte Preta. Destes, apenas a Ponte e o Santa retornaram para a elite, mesmo assim, muitos anos depois.

Dos times gigantes, os que passaram o maior sufoco para não cair foram Palmeiras e Fluminense. O Palmeiras só se salvou da queda na penúltima rodada, ainda mais por que a Ponte Preta perdeu e ficou a cinco pontos do Verdão, impossibilitando a macaca de ultrapassar o porco na tabela.

O Corinthians também não foi bem. Inclusive, durante a parada da Copa do Mundo da Alemanha, Palmeiras e Corinthians passaram o torneio na zona de rebaixamento. O Timão reagiu a tempo e chegou a ser nono lugar.

Além do campeão São Paulo e do campeão da Copa do Brasil, Flamengo, se classificaram para a Libertadores o Internacional, o Grêmio, o Santos e o Paraná. Uma vaga foi aberta por que o Internacional ganhou a Libertadores de 2006.

Classificação final do Brasileirão 2006:

1) São Paulo - 78
2) Internacional - 69
3) Grêmio - 67
4) Santos - 64
5) Paraná - 60
6) Vasco - 59
7) Figueirense - 57
8) Goiás - 55
9) Corinthians - 53
10) Cruzeiro - 53
11) Flamengo - 52
12) Botafogo - 51
13) Atlético/PR - 48
14) Juventude - 47
15) Fluminense - 45
16) Palmeiras - 44
17) Ponte Preta - 39
18) Fortaleza - 38
19) São Caetano - 36
20) Santa Cruz - 28

SÉRIE B:

A Série B de 2006 foi a primeira disputada em pontos corridos, e com 20 clubes. Até 2005, a classificação se dava por quadrangulares. E foi a primeira edição a promover quatro clubes, algo que acontece até hoje. Até 2005, subiam apenas dois.

O Atlético/MG foi a "presença ilustre" na Série B naquele ano, que marcou a volta do Sport e do Náutico à elite. Foi a edição com a maior promoção à elite de times nordestinos. O único "enxerido" foi o Atlético/MG, campeão da Série B. O Sport e o Náutico, de Pernambuco, e o América de Natal, do Rio Grande do Norte, completaram o quarteto. Na parte de baixo da tabela, decepção do Guarani, campeão brasileiro de 1978, que acompanhou Payandu, São Raimundo e Vila Nova rumo à Série C. A Portuguesa, tradicional clube brasileiro, escapou por pouco, e o Coritiba foi outra decepção, após ter liderado boa parte do torneio, ficou fora do acesso.

SÉRIE C:

A Série C contou com a presença dos dois principais times da Bahia, o Vitória e o Bahia, que haviam sido rebaixados juntos em 2005, acompanhando Anapolina, União Barbarense, Criciúma e Caxias. Nessa época, ainda não havia a Série D, portanto essa série C era o "porão do futebol brasileiro". O Criciúma voltou á Série B, como campeão, levando consigo Vitória, Ipatinga e Grêmio Barueri, que participariam da elite algum tempo depois. E o Bahia, campeão brasileiro de 1988, ficou no meio do caminho...

Curiosidades de alguns times de 2006 para hoje:

SPORT: Promovido à Série A naquele ano, participaria entre 2007 e 2009, voltando à elite só em 2012. Mas cairia outra vez e em 2013, voltaria. De lá não saiu. Atualmente, briga pra não retornar para a Série B 2017.

SANTA CRUZ: O tricolor passaria a partir dali, a maior crise da sua história, sendo rebaixado em 2007 para a C e em 2008 para a D. Em 2011, subiu para a C, em 2013, sobe para a B e em 2015, volta à elite. Coincidentemente, o Santa volta a participar da elite exatamente dez anos após sua outra participação e luta para não ter o mesmo destino de 2006.

NÁUTICO: O timbu voltou à Série A junto com Sport, e participou entre 2007 e 2009, assim como o Leão, retornando em 2012 e caindo de novo em 2013. Atualmente, está na Série B.

SÃO CAETANO: Rebaixado para a B em 2006, caiu para a C em 2013, para a D em 2014 e esse ano está fora das competições.

SÃO PAULO: Campeão brasileiro naquele ano, o Tricolor Paulista ainda venceria mais dois brasileiros, sendo atualmente hexa campeão.

PALMEIRAS: Escapou de um segundo rebaixamento naquele ano, mas cairia em 2012, voltando em 2013.

CORINTHIANS: Escapou da queda, mas caiu mesmo no ano seguinte, 2007.

PARANÁ: Em sua última honrosa participação na Série A, o Paraná foi rebaixado  em 2007, e até hoje disputa a Série B.

VASCO: Naquela época, o cruzmaltino engrossava a lista dos não rebaixados. Mas de 2008 para cá, caiu três vezes (2008, 2013 e 2015).

BRASILIENSE E GAMA: Os times de Brasília faziam boas campanhas na Série B naquela época. Hoje, ambos estão na Série D ou mesmo fora do campeonato.

VITÓRIA E BAHIA: Os dois baianos disputaram a Série C em 2006. Vitória voltou em 2006 ainda e o Bahia voltou em 2007. Os dois baianos nunca mais voltaram para a Terceirona, mas ambos vêm no sobe e desce nas Séries A e B. O Vitória subiu em 2007 pra Série A, caiu em 2010, voltou em 2012 e caiu em 2014, voltando novamente em 2015. Já o Bahia subiu para Série A em 2010 e caiu em 2014, estando até hoje na Segundona.

TIMES QUE FORAM CAMPEÕES: Além do São Paulo, tetracampeão em 2006, que adicionou mais dois títulos nos dois anos seguintes, outros times acrescentaram mais troféus às suas salas depois de 2006. O Flamengo, que era tetra, ganhou em 2009. O Fluminense venceu em 2010 e 2012, tornando-se tetra. O Corinthians venceu em 2011 e 2015, virando hexa. O Cruzeiro virou tetra quando venceu em 2013 e 2014.

REBAIXAMENTO: Na época, Corinthians e Vasco ainda não haviam sido rebaixados. Estavam ao lado de São Paulo, Santos, Internacional, Cruzeiro e Flamengo. Corinthians caiu em 2007 e o Vasco caiu em 2008, 2013 e 2015, sendo o primeiro time gigante a cair no ano seguinte de sua subida. Outros times, como Palmeiras e Botafogo, seriam rebaixados novamente (2012 e 2014, respectivamente).




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...