terça-feira, 26 de dezembro de 2023

Internautas pedem fim da Choquei após morte de jovem, e página interrompe postagens

 


Internautas estão fazendo uma campanha pelo fim da página de fofocas Choquei, fenômeno no Instagram e no X (antigo Twitter). Com a repercussão, o perfil não faz novas publicações desde sábado, 23. A revolta dos seguidores se deu depois da morte da jovem Jéssica Vitória Canedo, de 22 anos, que teve supostas conversas com Whindersson Nunes divulgadas nas redes sociais e pela Choquei.


Jéssica morreu na sexta-feira, 22. No sábado, 23, a Choquei publicou uma nota de esclarecimento em que diz lamentar o ocorrido, mas não ter relação com a morte.

"Em relação aos eventos que circulam nas redes sociais e que foram associados ao trágico evento envolvendo a jovem Jéssia Vitória Canedo, queremos ressaltar que todas as publicações foram feitas com base em dados disponíveis no momento e em estrito cumprimento das atividades habituais decorrentes do exercício do direito à informação", diz o perfil. A nota de esclarecimento completa pode ser lida ao final da matéria.


Antes da nota de esclarecimento, os usuários do X inseriram uma contextualização em todas as publicações feitas pela Choquei depois da morte de Jéssica. "Com mais de 30M seguidores, a Choquei contribuiu com a morte da uma menina e está lidando como se nada tivesse acontecido, apenas apagou os posts. A morte da Jessica não pode ser esquecida", diz o texto.


Mesmo com o boicote, a página Choquei ainda tem, somadas, 28 milhões de seguidores. A maioria está no Instagram, onde o perfil alcança a 21,2 milhões de usuários.

Confira a matéria completa no site Terra 

https://www.terra.com.br/diversao/gente/internautas-pedem-fim-da-choquei-apos-morte-de-jovem-e-pagina-interrompe-postagens,3d85f75fa5840c596a31d78a0a537ea0nfvx22ne.html?utm_source=clipboard



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Limoeiro e região agora tem psicanalista

A temática da saúde mental precisa cada vez mais de espaço nas famílias,  nas escolas,  nas empresas, nas igrejas,  etc.   E preciso superar...