segunda-feira, 12 de março de 2018

Joãozinho comenta morte de advogado e diz que oposição está “blefando” com CPI

Imagem | Edvaldo Carvalho Filho

O prefeito de Limoeiro, João Luís (PSB), mesmo durante viagem internacional participou da programação da Rádio Jornal Limoeiro na manhã desta segunda-feira (12), para comentar sobre a morte do advogado Osvaldo Rosa Júnior, que cometeu suicídio na madrugada do último sábado (10). A vítima atuava como assessor jurídico da Câmara Municipal de Limoeiro. O gestor municipal lamentou a partida precoce, falou da amizade pessoal e ressaltou o trabalho realizado pelo advogado ao longo da carreira. No mesmo áudio, Joãozinho dispara contra a oposição ao dizer que os contrários ao parcelamento do débito do Fundo de Previdência dos Servidores Municipais de Limoeiro (LIMOPREV) estão “blefando”. O prefeito faz um comparativo dos oposicionistas com os jogadores de poker.   

O gestor municipal também pediu aos vereadores que façam um tributo ao advogado falecido – iniciando a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que vai investigar o LIMOPREV. Joãozinho afirma que a investigação será desde a fundação até o ano de 2016 e critica os envolvidos com o fundo previdenciário ao dizer que “eles mentem” ao afirmar que querem a CPI. “Eles (oposição) não tem o menor interesse, pois são os culpados pelo rombo da previdência”, diz o socialista. O prefeito ainda diz que os oposicionistas estão perdidos.

BLOG DO AGRESTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Kátia Rodrigues fora da programação do São João de Limoeiro

Uma das maiores surpresas da divulgação da programação do São João de Limoeiro foi a exclusão da cantora Kátia Rodrigues da programação. Não...