quinta-feira, 15 de abril de 2021

Limpeza preventiva evita alagamento de vias em Limoeiro

 


Prioridade desde o início da gestão, o trabalho de limpeza dos canais e bueiros, além da desobstrução das galerias garantiram o escoamento das águas das recentes chuvas sem transtornos nas ruas e avenidas do município de Limoeiro. “Desde a montagem do secretariado, debatemos e listamos como prioridade essa medida. Sabemos que quando chove um pouco mais forte, são formados vários pontos de alagamento, principalmente, nas vias do Centro. Portanto, utilizamos uma das marcas da nossa gestão: Planejamento”, disse o prefeito Orlando Jorge.

Sob a coordenação da Secretaria Municipal de Infraestrutura, as equipes foram divididas e espalhadas pelos diversos bairros para garantir que, antes do período historicamente mais chuvoso, não houvesse transtornos para a população por causa dos alagamentos e retorno das águas. “Fizemos um grande trabalho de limpeza de bueiros, canais e tubulações da parte mais antiga da cidade. Começamos em janeiro e seguimos de domingo a domingo, inclusive, no período do Carnaval”, destacou o secretário da pasta, Elias Vieira.

Em Limoeiro, toda água que segue para escoamento nas tubulações se mistura com a que desce do Redentor, parte alta da cidade, ganhando ainda mais intensidade e volume. Mas, quem passava pelas ruas poucos minutos depois das chuvas mais fortes do último fim de semana já observava o escoamento de toda a água. “A prefeitura também tem atuado na limpeza das galerias que ficam ao longo da Serra do Redentor, onde imagens que captamos mostram a grande quantidade de lixo retirada dos bueiros”, ressaltou o secretário.

Solução - Um exemplo do planejamento e execução antecipada das demandas esteve a desobstrução de um bueiro na II Travessa da Avenida Santo Antônio (Beco do Bandepe), no Centro. A equipe precisou refazer um serviço realizado em 2020 que, naquele momento, não sanou os problemas. A obra refletiu na estrutura de um trecho da Avenida Santo Antônio por conta da conexão que existe com a travessa. Hoje, os moradores estão comemorando a qualidade e eficiência da obra, pois, mesmo com as fortes chuvas não apareceram problemas.

“Averiguamos que toda tubulação estava assoreada. Abrimos mais sarjetas para desobstruir e tiramos quase uma tonelada entre areia e lixo. Em 2020, um trabalho chegou a ser realizado no local, mas sem solução definitiva. Por isso, a atual gestão entendeu a necessidade da reabertura das tampas para desobstrução total”, explicou Elias. A obstrução do escoamento das águas provocava o retorno para dentro das casas que ficam em um beco sem saída na travessa, a exemplo de pias e banheiros, gerando há vários anos transtornos para os moradores.

Alerta - Elias Vieira alertou para o correto descarte do lixo produzido pelos moradores de Limoeiro. O secretário lembrou a importância de os resíduos serem colocados na frente das casas ou pontos comunitários nos dias e horários da coleta. Ele adiantou ainda que, em breve, terá início uma ampla divulgação do calendário de coleta do lixo. “Vamos de casa em casa e todo mundo vai saber o dia e a hora que o caminhão coletor vai passar na sua porta. Inclusive, também vamos informar os dias da varrição”, finalizou Vieira.

Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Presidente da Câmara de Limoeiro testa positivo pra Covid

  O presidente da Câmara de Limoeiro, Juarez de Conavles (DEM), testou positivo para a Covid-19. Ele não compareceu à reunião de hoje e se e...