sábado, 30 de dezembro de 2017

Ricardo Teobaldo reúne a imprensa e quebra o silêncio

Na noite desta sexta-feira (29), o deputado federal Ricardo Teobaldo (Podemos), reuniu seus partidários e correligionários, além da imprensa, em uma coletiva que aconteceu no Restaurante Fiorentina. Na coletiva, o deputado e ex-prefeito se pronunciou sobre o governo do seu adversário João Luís Ferreira Filho, o Joãozinho (PSB), atual prefeito de Limoeiro. Não faltaram críticas ao gestor. O deputado disse que "não tem nada pessoal contra Joãozinho, mas falta-lhe o equilíbrio para governar e o município de Limoeiro já começa a mostrar desequilíbrio nas contas".

Respondendo a uma pergunta deste blogueiro, Ricardo falou sobre suas recentes votações na Câmara Federal a respeito da PEC 241 e Reforma Trabalhista. Ricardo disse que "tem coragem, e votaria de novo a favor, como votou". O deputado disse que essas reformas eram necessárias para o Brasil. "Se não aprovássemos essas reformas, o Brasil quebraria. E tem muita gente que fica dizendo que essas reformas tiram direitos do povo, mas muitas vezes, as pessoas nem conhecem a realidade e fica contra só por ficar, por que está em rede social", disparou o deputado, que ainda garantiu que os ex-presidentes Lula (PT) e Dilma Rousseff (PT) tinham intenções de fazer tais reformas. "O pessoal do PT fala muito contra essas reformas, mas Lula e Dilma já tinham essa intenção de fazê-las, pois elas são necessárias para o Brasil", garantiu Ricardo, que ainda contou que em Tabira, no sertão, um radialista lhe perguntou "por que ele tinha votado contra o povo", e o deputado disse que após explanar detalhes sobre a reforma, alguns mudaram de opinião.

Respondendo a uma pergunta do blogueiro Alfredo Neto, do Blog do Agreste, Ricardo também falou sobre sua votação sobre a investigação contra o presidente Michel Temer (MDB). "Em 2016, votei contra a saída da presidente Dilma Rousseff, pois não encontrei nada que fizesse por onde ela merecer ser afastada. Ela caiu por causa de pedalada fiscal, isso que foi praticado por FHC, por Lula. Agora, eu votei com minha consciência, pois a economia começa a se recuperar. Isso não foi inocentando Temer, não, mas apenas que ele só poderá responder na Justiça após o fim do seu mandato. E quem nós temos na sucessão? Rodrigo Maia, presidente da Câmara, e Eunício Oliveira, presidente do Senado, dois investigados. Por isso, achei por bem votar para que a investigação apenas acontecesse após sua saída da Presidência.E quando aconteceu a segunda votação, eu não pude ir por que eu me encontrava na Europa, a passagem já havia sido comprada bem antes, mas se eu tivesse, eu repetiria o voto tranquilamente".

O deputado também falou sobre o fato de ter assumido a liderança do Podemos na Câmara Federal. Também falou sobre a eleição estadual, onde se diz confiante em uma vitória da oposição no estado, e fez críticas ao governo Paulo Câmara (PSB). Na ocasião, estiveram presentes os ex-secretários de sua gestão, o deputado estadual José Humberto (PTB), os vereadores Marcos Sérgio (PSD), Daniel do Mercadinho (PTB), Luiz Antônio (PTB) e Robertinho Galvão (PSD), a quem os classificou como "fieis companheiros que se mantém de cabeça erguida". Ricardo também falou sobre as emendas que tem colocado para diversas cidades.

Sobre a administração de Joãozinho, o deputado disse que preferiu falar só agora. "Se eu falasse antes, iam dizer que eu falo por ser oposição, por termos perdido as eleições com o então prefeito Thiago Cavalcanti. E pediriam para dar mais tempo. Agora, Limoeiro está vendo a situação caótica que está essa administração, perdida, sem equilíbrio, ainda humilhando os vereadores por Whatsapp, nós vemos como está a situação". José Humberto também alfinetou o prefeito, dizendo: "Eu acredito que nem ele mesmo acreditava que ganhava a eleição e não estava preparado para essa missão de governar Limoeiro", disse. Ricardo ainda garantiu que se colocou à disposição de Joãozinho, bem como José Humberto, mas que após a posse, disse que não foram mais procurados pelo prefeito, para tratar das obras em Limoeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...