quarta-feira, 31 de maio de 2023

"O Peru do Cão Coxo" volta à estrada para reestreia em Camaragibe


Cenário pronto. Ensaios realizados. Produção organizada. Com isso, a direção informa que chegou a hora de o elenco do espetáculo O Peru do Coxo retomar as apresentações depois de uma pausa forçada por causa das restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus. Produto cênico do Centro de Criação Galpão das Artes, a comédia teatral assinada pelo dramaturgo Ariano Suassuna tem retorno confirmado para o primeiro fim de semana de junho.


O “peru” aportará sábado (3), às 19h30, no Cine Teatro Bianor de Mendonça, na Avenida Doutor Pierre Collier, 440, Vila da Fábrica, em Camaragibe, Região Metropolitana do Recife (RMR). O ingresso custa R$ 30 e a meia entrada R$ 15. No elenco, dois camaragibenses: Geraldo Cosmo e Patrícia Assunção. E, para completar, o diretor do espetáculo, Charlon Cabral, é natural de Camaragibe e mora em Limoeiro desde criança, onde atua como educador, ator, diretor e produtor teatral.


Para os envolvidos com o espetáculo, a reestreia representa uma “virada de página”, pois, em 2020, ele seguiria para cinco apresentações no Rio de Janeiro (UERJ e UNIRIO), mas com o efeito da pandemia houve a necessidade do cancelamento dessa programação. Antes da pausa, a comédia levou momentos de alegria para as cidades pernambucanas de Recife, Carpina, Surubim, Serra Talhada, Triunfo, João Alfredo, Sanharó, Buenos Aires, São Benedito do Sul, Gravatá, Poção e Olinda.


“Agradeço por fazerem de suas vidas um laboratório de ressurreição de Ariano e por permanecerem firmes, apesar das dificuldades, ofertando àquelas pessoas não só lazer, mas também cultura. Lá de cima, ao lado de Compadecida, Ariano deve estar feliz e satisfeito. Ele manda dizer que esses tempos de trevas passarão, e que nós estamos no caminho certo ”, comenta a professora Flávia Suassuna, sobrinha de Ariano, que acompanha a montagem teatral limoeirense.


Na trama escrita pelo mestre Suassuna, a preguiça é descortinada em um picadeiro de intrigas no Sertão de Taperoá, quando um poeta e sua esposa são alvo de uma dupla de trapaceiros. No elenco, estão Geraldo Cosmo, Charlon Cabral, Lucas Dias, Gaby Salles, Patrícia Assunção, Deyvson Alves e Thiago Freitas. A direção de arte conta com as mãos de Thiago Freitas, enquanto o figurino, rico em retalhos, passaram pelo zelo e capricho dos costureiros Wellington Pereira e Thiago Freitas.


Na criação do cenário e direção do espetáculo, Charlon Cabral mais uma vez voltou à cena. A direção de arte fica por conta de Thiago Freitas, enquanto a direção musical tem a assinatura de Aldemir Freire. “O retorno do espetáculo O Peru do Cão Coxo aos palcos pernambucanos marca um tempo de esperança. Ariano Suassuana, autor do texto promove motivação até na comicidade e lutando por justiça social”, ressalta o diretor do Galpão das Artes, Fábio André.


De acordo com ele, a peça teatral realizou a última apresentação em janeiro de 2020, no Teatro de Santa Izabel, no Recife, dentro da programação no Festival Janeiro de Grandes Espetáculos. Em seguida, estaria no mês de março daquele mesmo ano embarcando para uma temporada no Rio de Janeiro. “Este sábado, dia três, é de muita emoção e expectativa, em Camaragibe, no Cine Teatro Bianor. Um friozinho na barriga é o clima”, pontua André.

Texto Alfredo Neto 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Kátia Rodrigues fora da programação do São João de Limoeiro

Uma das maiores surpresas da divulgação da programação do São João de Limoeiro foi a exclusão da cantora Kátia Rodrigues da programação. Não...