sábado, 30 de setembro de 2017

Código Tributário é aprovado em Limoeiro

A tarde deste sábado (30) foi atípica na cidade de Limoeiro. Em uma Câmara lotada, aconteceu a reunião que aprovou o novo Código Tributário. Quatro vereadores votaram contrário ao projeto: Marcos Sérgio (PSD), Daniel do Mercadinho (PTB), Luiz Antônio (PTB) e Robertinho Galvão (PSD); os vereadores da bancada de oposição, que haviam pedido o arquivamento do projeto, questionaram o mesmo em diversos pontos. O projeto atualiza os valores cobrados pelo código atual, que é válido desde 2005.

O prefeito Joãozinho (PSB) afirmou em mensagem à CML que a aprovação deve acontecer até o final do mês de setembro, para que a administração possa a partir do próximo ano receber o Imposto Sobre Serviço (ISS) de empresas que prestam serviço na cidade, mas não pagam o imposto, a exemplo das operadoras de cartão de crédito. Ele diz ainda que o código atualizado permitirá mais recursos ao município para investimentos em ações públicas. 

Já a oposição tem classificado o projeto como "Pacote de Maldades", além de dizer que esse projeto castiga os mais pobres, além de criar impostos desnecessários em Limoeiro, como por exemplo, da extração de sal marinho, e por fim, falam que o tempo para analisar foi insuficiente, e que o mesmo deveria ter sido mais debatido com a sociedade. 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...