quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Robertinho Galvão defende a permanência de Campo Grande em Limoeiro

A divisão territorial entre os municípios de Limoeiro e Lagoa do Carro entrou na pauta da Câmara de Vereadores de Limoeiro. Nesta quarta-feira (22), o vereador Robertinho Galvão (PSD) utilizou a tribuna para alertar a gestão municipal sobre um problema que atinge a Comunidade de Campo Grande, que faz divisa com Lagoa do Carro. “Em visita aos moradores observei e ouvi deles que a cada dia Limoeiro perde a localidade para o município vizinho”, afirmou o parlamentar. “Requerimento e relatório do IBGE 2008 diz que geograficamente pertence à Lagoa do Carro, mas ao mesmo tempo lembro que todos os benefícios são oriundos de Limoeiro, a exemplo da instalação da energia elétrica, a construção da escola, da praça e do campo de futebol, além do atendimento da Agente Comunitária de Saúde. Tudo isso foi e é garantido por Limoeiro”, completou. De acordo com Galvão, a população reconhece a capacidade de Limoeiro em atender as necessidades. “Mas Lagoa do Carro tem interesse, pois aumentará a população e, consequentemente a possibilidade de maior número de vereadores”, lembrou. O vereador disse que algo semelhante está acontecendo com o Sítio Salobro. “Isso se repetiu com Cabeça de Vaca e conseguimos reverter. Os colegas vereadores concordaram e apoiaram a nossa preocupação”, pontuou. Robertinho confirmou que solicitou do presidente da Casa Professor Agripino de Almeida a marcação de uma reunião com os pares, líderes comunitários, moradores e assessoria jurídica do município. Vou continuar acompanhando e defendendo os interesses da nossa gente. Somando forças vamos conseguir melhorias”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Artistas são convocados a "declarar seu amor" por Limoeiro. Falta a cidade corresponder a esse amor

  A Prefeitura Municipal de Limoeiro lançou a Mostra Cultural Virtual sobre Limoeiro, onde cada artista seja de qual área for, poderá se ins...