sexta-feira, 30 de setembro de 2022

Marcelo Motta: sem alarde e de olho no quociente eleitoral

 

Foto Roberto Silva

Candidato a deputado federal pela primeira vez, o agrônomo Marcelo Motta (Avante) vem fazendo o chamado “feijão com arroz”. Diante da estrutura de campanha que conseguiu montar – considerada tímida se comparada a outros candidatos do próprio partido – e do plano de abordagem de palestras e porta a porta que vem executando, pode sair com saldo positivo no chamado custo-benefício. Além de Limoeiro, sem alarde, Motta vem atuando em outros municípios da região.

 Uma fonte ligada ao Avante e ouvida pelo Blog do Agreste aposta nele como segundo mais votado do partido para o cargo de deputado federal, ficando atrás de Waldemar Oliveira, que com a herança das bases eleitorais do irmão Sebastião Oliveira (Avante), candidato a vice-governador na chapa com Marília Arraes (SD), deve alcançar votação acima dos cem mil. Neste caso, Oliveira atuaria como “puxador de votos” da legenda proporcional.

 No momento, avaliando o quociente eleitoral e profetizando a votação de Waldemar nos seis dígitos, para os dirigentes do Avante dos cálculos otimistas, o partido poderá alcançar duas cadeiras na Câmara dos Deputados. Essa possibilidade deixa uma atrativa disputa interna para uma possível segunda vaga. Na lista de candidatos do partido, Marcelo Motta foi o que mais teve votos na eleição de 2020. A fonte disse que o limoeirense tem sido realista, mas sem perder o tom otimista.

Blog do Agreste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Argentina é surpreendida pela Arábia Saudita na estreia na Copa do Catar

  A estreia da Argentina na Copa não poderia ter sido pior - ou poderia. A seleção que foi campeã do mundo em 1978 e 1986 levou 2x1 de vir...